Autor Tópico: Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Lamórdia)  (Lida 19229 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Cebolituz

  • [Coordenação]
  • What am I fighting for?
    • Ver perfil
Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Lamórdia)
« Online: Maio 14, 2012, 05:56:31 pm »
Com a aprovação de todos e com Mikael e Kriger puxando Nahsha para dentro da carruagem num sentido de "Vamos logo, moça, não temos tempo a perder aqui", a elfa meio contrariada acaba cedendo.

A carruagem segue por trilhas de pedra em uma estrada de boa rodagem. Uma boa velocidade é atingida e os três sujeitos estão deitados amarrados aos pés de todos. Kriger, de vez em quando, parece dar um chute em um deles a cada balanço maior que a carruagem faz. Os três visivelmente incomodados e humilhados com a situação, permanecem em silêncio. Já são por volta de 16:30 da tarde, e logo começará a escurecer no outono richemulani.

- Nesta velocidade, acredito que chegaremos a noite em Mortigny. Felizmente, conheço esta estrada como a palma da minha mão e posso viajar tranquilamente nela apenas com a luz da lua - disse o cocheiro em um tom confiante, mas da qual os viajantes ainda não parecem muito animados.

Algum tempo de viagem depois, a fome aperta e algumas rações são abertas. Os inquisidores parecem famintos ao ao ouvirem o barulho das rações, mas ninguém se importa com eles. Ao revistá-los, vocês encontram uma adaga e uma espada curta em seus casacos de dois deles, e do sujeito do disfarce, encontra uma garrucha e um pouco de munição. Eram as armas deles. Vasculhando seus bolsos vocês encontram 3 jnsígneas de bronze, as mesmas encontradas dos outros três sujeitos que vocês mataram anteriormente, com o símbolo de um tarocka trespassado por uma lança. É o símbolo anti-vistani invidiano.

O frio aperta e vocês permancem mais próximos para se aquecerem. O cocheiro impõe velocidade em seus cavalos, que aparentam gozar de ótima saúde por continuar a cavalgar sem descanso.

Por volta das 22:30 as luzes aparecem a sua frente, e Mortigny aparece maior e mais desenvolvida que Saint Ronges. A cidade é aberta e possui grandes casarões de nobres e muitas igrejas de Ezra, sendo a catedral principal uma construção grande e imponente de estilo gótico. Na escuridão iluminada por archotes e tochas, vocês percebem várias lojas de diferentes materiais e pequenas casinhas em subúrbios mais distantes que parecem ser o lar de halflings. As ruas de pedra parecem bem cuidadas e Mortigny parece refletir melhor todas as histórias a respeito de Richemulot.

A carroça para a frente de uma construção diferente. Uma residência grande com símbolos e cabeças de animais em suas paredes, parecendo máscaras. O cocheiro diz para entregarem os sujeitos para os homens mascarados que logo em breve virão atender vocês. Depois disso, indicam para seguir até o The Sorrows of the Maiden, a estalagem onde está hospedada a caravana e onde está a carruagem com as bagagens de vocês.   

- Acho melhor dormirem lá mesmo, a estalagem possui quartos aconchegantes, e servem até um bom prato de saladas e sopas no almoço e no jantar. Talvez consigam comer uma boa salada de tomates, cebolas, alface e cenouras na ceia.

Vocês descem e o cocheiro parte. Cerca de 5 minutos depois, uma porta se abre e um sujeito alto, de cerca de 1,95 de altura, com braços compridos e maiores que o normal. Veste com uma capa que cobre todo o corpo e botas de cano alto. O que chama a atenção é o fato dele estar vestindo uma máscara de um falcão em seu rosto, sem poder identifica-los.

- Boa noite a todos, quem são vocês e quem são estes sujeitos amarrados? - diz o sujeito em uma voz rouca e gutural, mas de forma respeitosa em um bom idioma mordentiano, ao qual Agnès compreende com clareza apesar da voz.
« Última modificação: Junho 02, 2012, 03:12:56 pm por Cebolituz »


GLADIUS - pergunta Gladius

Pergunta o Gladius joga máfia mas o RPG e Spell sendo que Gladius??

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #1 Online: Maio 15, 2012, 12:07:38 pm »
OFF:
Tou esperando a reação dos outros, principalmente Agnès e Mikail, pra agir.
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE

Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #2 Online: Maio 15, 2012, 04:15:16 pm »
Então Agnès desce e observa com cuidado o sujeito mascarado. E ela responde.

Bem, estes prisioneiros são inquisidores e nós somos da Aliança. Há algum posto aqui da Aliança que possamos ir e levar estes 3 sujeitos?

Ela espera que tenha feito a coisa certa.

Offline Cebolituz

  • [Coordenação]
  • What am I fighting for?
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #3 Online: Maio 15, 2012, 04:58:35 pm »
- Entreguem as insígneas e aguardem que logo amanhã de manhã, entregaremos o dinheiro. - cita em tom cordial e rouco.

Os braços longos e escurecidos são bastante chamativos e estranhos a visão de vocês. Não entendem o porquê daquela máscaras, o porquê daquelas outras carrancas de animais na construção e que diabos a Aliança faz com esse tipo de gente. Mas a forma tratada pelo homem estranho e a firmeza e cordialidade em sua voz grossa e rouca os deixa certos e passam uma boa confiança sobre a situação.

Você se sentem cansados pela viagem e querem logo dormir. percebendo certa exaustão em seus olhares, o homem mascarado indica o caminho que devem seguir para chegar a estalagem principal de Mortigny. Uma neblina cai novamente na cidade e os deixa com pouca visão. Certos calafrios com essa neblina parecem relembrá-los de memórias nada boas.

- Descansem bem e cuidaremos desses três. Irei comunicar internamente da captura deles e amanhã por volta das 09:00 horas da manhã, passem por aqui. E não permitam que esse gato fique zanzando a noite, pode ser perigoso para ele. - fala o sujeito em um mordentish claro.

Albinos com os olhos fumegantes perseguiu mais um rato, mas este foi mais esperto e se escondeu em um buraco na parede antes que o gato o alcançasse. O olhar do gato pareceu decepcionado com a falha.



GLADIUS - pergunta Gladius

Pergunta o Gladius joga máfia mas o RPG e Spell sendo que Gladius??

Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #4 Online: Maio 16, 2012, 04:52:32 am »
A elfa, mesmo contrariada, divertia-se com a situação. A cada chute dado por Kriger nos Inquisidores, seus olhos clareavam suavemente. Depois de algum tempo, seus colegas abriram suas respectivas rações. Nahsha não estava com fome, mas deleitava-se com os olhares famintos dos Inquisidores.

Revirando seus bolsos, Nahsha pega as 3 insígneas de bronze dos prisioneiros. Quando o tempo esfria, os humanos se aquecem uns aos outros. Nahsha permanece isolada, olhando pela janela da carruagem.

Ao chegarem em Mortigny, a elfa impressiona-se com a imponência das casas e construções. Ela quer saber mais sobre esta cidade tão grandiosa e bem cuidada. [History +10]

Quando a carroça pára em frente a uma construção, Nahsha sente-se muito incomodada. As cabeças de animais  nas paredes, sendo parte da decoração da residência, não agradava a elfa. Ela abaixa a cabeça, evitando olhar para aquela imagem.

O cocheiro parte e um sujeito alto com braços longos aparece. Nahsha tem a impressão de já ter o visto em algum lugar, mas não tem certeza, por causa da máscara de falcão em seu rosto. [Perception +6]

O sujeito começa a conversar com Agnès. Apesar de não entendê-lo, Nahsha percebe que ele quer as ínsígneas que ela havia guardado. A elfa olha para a barda como se esperasse uma aprovação da mesma. Porém, o sujeito expressa uma confiança e cativa rapidamente a todos. Então, sem muitas delongas, ela entrega as insígneas para o estranho homem.

Ele dispensa o grupo e indica The Sorrows of the Maiden, a estalagem local. Nahsha permanece quieta e isolada do grupo, andando um pouco mais a frente do que os demais. Ao ver Albinos caçando ratos, ela respira profundamente tentando não aparentar o pânico deixado pelo último combate fracassado contra os licantropos.
« Última modificação: Maio 16, 2012, 04:58:08 am por Noara Fox »
Ruiva da Spell



Raposas Selvagens do Condado de Fox.
Todos nós usamos máscaras. Algumas tão fixadas na alma que se confundem com a face.
O importante é não esquecer da pessoa que a usa.

Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #5 Online: Maio 16, 2012, 08:52:58 am »
OFF: Como eu estou sem machadinhas, pretendo manter as duas adagas. Não me importo com as espadas curtas e a arma de fogo.

Mikael procura entender a conversa em Mordentish pelo tom e pela reação de Agnes. Vendo que irão entregar os prisioneiros, ele decide confiar na decisão dela. Só acrescenta, para que ela traduza:

-- Explique para eles o que sabemos; esses três estão envolvidos no ataque à caravana da aliança, e no assassinato do senhor Garrin em St. Ronges.

Ele se sente desconfortável com todo esse tema animal nas máscaras e entalhes, como se os olhos estivessem todos voltados para ele, olhando para dentro dele. Ele procura conter suas reações, agindo de forma mecânica, e fica aliviado ao deixar o lugar.

Depois, a caminho da estalagem.

-- Nossas instruções eram seguir para... a capital de Lamórdia, não guardei o nome. Ficar lar uns meses. Vamos procurar partir logo ou esperar novas instruções? A Aliança parece mandar nessa cidade, acho que não vão precisar da gente aqui.

--

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #6 Online: Maio 16, 2012, 09:38:38 am »
Klesha chega mais perto de Mikail e fala baixo:

-- Não é irônico ou estranho que Inquisidores estavam indo direto para uma cidade onde a Aliança parece mandar?
De toda forma se fizemos nossa parte, vamos passar lá de novo de manhã e aí veremos. Quem sabe com dinheiro venham novas instruções.

A mulan não parece nada incomodada com os motivos animalescos de decoração da cidade, e comenta à toa, perto do patrulheiro e da elfa:
-- Para quem rondou à noite entre as ruínas ancestrais do interior de Hazlan, onde quanto mais antiga a civilização mais INUMANA a aparência de seus habitantes já mortos... Mortigny não é nada.
E não é como se St. Ronges não tivesse suas estranhezas; afinal, quem seria o tal São Ronges?
« Última modificação: Maio 16, 2012, 04:28:38 pm por publicano »
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE

Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #7 Online: Maio 16, 2012, 03:31:23 pm »
Agnès entrega os prisioneiros e as insígnias dadas por Nahsha. Então comenta com o mascarado em Mordentish

-Senhor, esses homens aqui estavam infiltrados em Saint Ronges e provavelmente mataram o senhor Garrin da Aliança. Eles também estavam envolvidos no ataque a caravana da aliança. Iremos nos retirar para a estlagem agora. Obrigado e cuide dos prisioneiros como for necessário.

Depois disso ela encara Albinos e dá seu olhar de reprovação, que ele entende em um instante.

-Pessoal, hora de ir pra estalagem descansar e pegar nossas provisões.

Offline Skar

  • Hail!!! O Tubarão
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #8 Online: Maio 16, 2012, 08:00:27 pm »
Off eu pego as pistolas para mim se não tiver problemas, parecem bonitas  XD

- Adoro essas coincidências. Acho que realmente devemos dormir um pouco e amanha podemos escolher nosso destino melhor. Entretanto vou dar um passeio pela cidade, ficar em estalagens não me anima o coração.

Antes de dormir eu vou dar uma olhada pela cidade procurando casas de apostas e. Vou buscar informações sobre o visitanis se algum deles passaram por aqui. Além disso vou ver se acho alguns livros de magia. nem que seja um Magic 101
The essentials for a productive discussion:
•    Tact: Be friendly, helpful, and cooperative.
••    Candor: Be frank and sincere.
•••    Intelligence: Think before you speak.
••••    Goodwill: Reasonable people can disagree.
•••••   Reception: Listen to what others are saying, not to what you think they're saying.

Offline Cebolituz

  • [Coordenação]
  • What am I fighting for?
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #9 Online: Maio 16, 2012, 09:10:24 pm »
O sujeito mascarado agradece e estica os longos para receber as insígneas. Nahsha pareceu notar algo familiar no sujeito.

Agnès repete o que Mikael disse. O falcão da máscara estremece com a fala mais agitada:

- É lamentável o que foi feito, iremos interrogá-los no que for necessário. Em nome de Richemulot e da Aliança, agradeço os serviços prestados e peço que continuem o trabalho, gentis aventureiros. - o vocabulário cavalheiresco, apesar de agitada, impressiona ao ouví-lo.

- Lamento que o Senhor Garrin tenha sido vítima dessas pessoas, ele nos era muito útil como posto monetário e de recursos para a Aliança. Em nome de Ezra, eles pagarão por isso.

Agnès traduz o que foi dito para o restante dos aventureiros para que possam compreender o que disse o homem. A estranheza do manto e da máscara de falcão parece ter diminuído perante todos.

Ele se despede e se retira para dentro da residência. Os aventureiros procuram a estalagem que demonstra ser uma construção muito diferente de uma estalagem comum: ela parece um templo religioso incrustado na beira de um paredão de rocha no lado oeste da cidade. As carroças estão paradas ali e vocês puderam ter acesso aos seus pertences que estavam guardados em uma estrebaria próximo a residência.

Dentro dele, um outro homem dono da estalagem surge. Pergunta em mordentish se são os outros aventureiros que estavam na caravana, a qual Agnès responde afirmadamente. Dá o preço (3 POs por aventureiro) e entrega as chaves dos quartos.

Diferente de outras estalagens, por dentro, esta parecia-se mais com um templo religioso do que uma estalagem. Muitos símbolos estão pintados nas paredes e em vários compartimentos há pequenos altares com velas acesas e livros abertos. Parece um ambiente de calmaria, onde alguém religioso pode rezar tranquilamente. Indo aos seus quartos, vocês veem camas confortáveis e grandes cobertores, com cômodas e escrivaninhas para escrita e leitura. Alguns livros são encontrados em estantes, para leitura. Belos castiçais e cortinas enfeitam os quartos.

Kriger se instalou e disse que iria dar uma volta. Mikael e as mulheres advertiram para que ele volte logo, pois está fraco e é tarde da noite.

Kriger dá algumas voltas. A cidade, a princípio, pareceu calma nesta noite. O frio aumenta, mas se ouvem alguns estabelecimentos abertos. Ao fundo, na região mais baixa e sul da cidade, ficam os bordéis. Percebe-se pelo barulho dos homens e de uma grande movimentação de mulheres. É o lugar de fuga de alguns trabalhadores e os bordéis mais chiques são alvo de alguns nobres fugindo de suas esposas.

Kriger está cansado e apenas pretende conhecer um pouco a cidade. Descobre onde fica o cassino. Está aberto e a jogatina rola solta. Mas este consegue decorar onde fica a parte rica e a parte pobre da cidade, próximo a periferia, ficam as casinhas pobres de alguns halflings. Perto deles, Kriger vê algo que chama a sua atenção: um acampamento vistani está ali próximo. Kriger não se aproxima dele, mas acha importante saber que estejam ali. Kriger então volta a estalagem.

Após tudo, vocês dormem. Mikael possui novamente pesadelos. Isso parece preocupante. Kriger ainda se sente enfraquecido, mas parece a cada dia se recuperar um pouco mais dos ataques de viúva-negra.

Uma empregada avisa que o café da manha foi servido. Alguns pães e frutas são servidas, junto a um bule de chá. Após comerem, por volta de

Próximo das 07:30 da manhã, há um tempo disponível para visitarem o comércio antes de seguirem para a residência das cabeças de animais.

OFF: se quiserem comprarem alguma coisa antes de seguirem, podem fazê-lo.


GLADIUS - pergunta Gladius

Pergunta o Gladius joga máfia mas o RPG e Spell sendo que Gladius??

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #10 Online: Maio 16, 2012, 10:02:54 pm »
Antes que os outros decidam fazer alguma coisa, Klesha volta-se apenas para Kriger e pergunta...

-- Então, encontrou o cassino?
Se a Aliança não nos quiser saindo daqui com rapidez para a Lamórdia, poderíamos ir lá juntos antes disso.

E finaliza, um tanto embaraçada:

-- Nunca estive num lugar assim e gostaria de dar uma olhada. Nunca se sabe se terei a chance novamente...
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE

Offline Skar

  • Hail!!! O Tubarão
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #11 Online: Maio 16, 2012, 10:56:28 pm »
Surpreso com a reação  Klesha vendo o constrangimento dela sorriu.

- Sem problemas, achei um por aqui. Depois de irmos falar com a aliança eu pretendo passear pela cidade. Tenho que fazer algumas compras antes de ir para o casino. Então se quiser pode vir comigo, ou mesmo posso voltar para busca-la.
The essentials for a productive discussion:
•    Tact: Be friendly, helpful, and cooperative.
••    Candor: Be frank and sincere.
•••    Intelligence: Think before you speak.
••••    Goodwill: Reasonable people can disagree.
•••••   Reception: Listen to what others are saying, not to what you think they're saying.

Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #12 Online: Maio 17, 2012, 01:31:22 am »
Nahsha ignora os comentários da mulan. Ela realmente não gostava de decorações feitas com animais. Ela não parava de pensar sobre os longos braços do homem mascarado. Ele lembrava muito o Aliaksei Lujan, o caliban da Aliança que tinha curtos braços.

"Essa Aliança tem membros muito estranhos.", pensou.

Ao chegarem na estalagem, Nahsha paga os 3 POs da diária ao dono. Quando entra, a elfa se impressiona com a decoração da mesma. Ela está cansada. Ao ver as camas, logo escolhe uma e deita. Não tem problemas durante a noite e dorme tranquilamente.

Amanhece. Nahsha está completamente revigorada. Percebe Kriger e Klesha conversando e comenta:

- Cassino? Também nunca vi nenhum. Não costumo jogar, mas seria interessante conhecer. Talvez tire meu preconceito sobre esses lugares.

A elfa olha para suas próprias roupas e continua.

- E também preciso comprar algumas coisas. Roupas, principalmente. Preciso tirar esses trapos que a Agnès comprou para mim em St. Ronges. *olha para trás, direcionando para a barda* Sem ofensas, querida. Sei que era pra disfarces, mas preciso comprar roupas decentes.
Ruiva da Spell



Raposas Selvagens do Condado de Fox.
Todos nós usamos máscaras. Algumas tão fixadas na alma que se confundem com a face.
O importante é não esquecer da pessoa que a usa.

Offline Cebolituz

  • [Coordenação]
  • What am I fighting for?
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #13 Online: Maio 18, 2012, 07:17:12 pm »
Depois de comentarem seus destinos, os 5 aventureiros partem para a casa das cabeças de animais.

Mortigny é uma cidade maior e mais movimentada que Saint Ronges. O povo tem uma aparência um pouco mais amistosa, embora não cumprimentem desconhecidos ou sejam totalmente abertos. Olham os aventureiros com curiosidade e alguns se perguntam, ao qual Agnès compreende, se o cigano se separou do acampamento vistani que está próximo da periferia da cidade, perto dos halflings. Alguns cidadãos na rua parecem olhar Kriger com mais cuidado, e até certo ponto lembram o próprio, com suas cabeleiras negras e seus olhos escuros e silenciosos.

Vocês bateram na porta da casa pontualmente as 09:00 da manhã. O mesmo homem, com uma máscara de falcão aparece e os cumprimenta.

- Sigam-me - faz sinal para todos que compreendem o gesto.

Dentro da instalação, uma aura de estranheza é bastante perceptível. Parece que não é um local muito visitado. O lugar se chama Lock and Key, e é adornado com muitas cabeças de animas e máscaras estranhas. Parecendo uma igreja, a muitos bancos compridos dentro de um salão e uma grande mesa ao fundo, como se fosse um altar, onde grandes cadeiras se erguem como se fosse um tribunal.

Eis que surge mais uma figura: é um sujeito baixo, com cerca de 1,60 de altura. Um sujeito atarracado mas de aparência robusta. Ele veste uma máscara negra com o formato de uma gralha. Pela sua forma de se portar, este é o líder do Lock and Key.

- Agradeço pelos seu serviços, amigos da Aliança - Uma voz forte ecoa no salão - sou conhecido por Mortigny como La Tour. Podem se dirigir a mim por este nome.

Um balok com sotaque mordentish é falado pelo sujeito.

Vocês em silêncio apenas observam a figura mascarada. Até mesmo Albinos dá um miado tímido, como se o sujeito o tivesse amedrontado.

- Já separamos o dinheiro relacionado a captura desses três. Mas apenas gostaria que me confirmassem quais as ordens que receberam sobre o destino que seguiriam, se não for confidencial, é claro. - pontua em voz firme como de um líder, mas ao mesmo tempo, exalando polidez e boa formação intelectual.
« Última modificação: Maio 18, 2012, 07:21:00 pm por Cebolituz »


GLADIUS - pergunta Gladius

Pergunta o Gladius joga máfia mas o RPG e Spell sendo que Gladius??

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:Inquisição de Ravenloft - Arco 2 (Sem destino ainda)
« Resposta #14 Online: Maio 18, 2012, 07:24:37 pm »
Klesha fita o homem atarracado, imaginando que seja um caliban.
Segura a língua para não dizer alguma bobagem e olha para Mikail e Agnès, erguendo uma sobrancelha, como quem manifesta uma certa surpresa.
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE