Autor Tópico: [D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador  (Lida 14106 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Online: Agosto 06, 2014, 12:25:42 am »
Alguém (um canadense) já tem o PH e tem respondido algumas dúvidas sobre ele aqui. Parece-me bastante crível, então, o que foi colocado até agora (com algumas edições minhas para fazer cada trecho auto-contido).

1. Outlander
Skill: Atheltics, Survival
Tool: One musical instrument
Language: Choose one
Feature: Wanderer (memory for maps and geography, recall terrain, find food and water)

2.Warlock spell slots are regained when you finish a short or long rest.

3. Eldritch Invocations (total of 32) are like minor class features, some have spell or level requirements:

Agonizing Blast
Prerequisite: eldritch blast cantrip
When you cast eldritch blast, add your Charisma modifier to the damage it deals on a hit.

The Great Old One patron give telepathy, Entropic Ward (impose disadvantage as reaction), Thought Shield (thoughts cannot be read, resistance to psychic damage), Create Thrall (infect a humanoid to charm them).

4. Explaining multiclassing takes up two pages in the PHB, it is a bit complicated to summarize. There are ability score prerequisites, you only gain some of the proficiencies of the new class, your spell slots are based on total character level (spellcasting classes only), spells known and prepared are based on individual caster level, certain class features do not stack or have special rules (Extra Attack, Channel Divinity, Unarmored Defense).

5. Favored Enemy applies to Wisdom (Survival) and Intelligence checks related to your favored enemy.

All Battle Master maneuvers (total 16) have no level requirement.

6.Not quite sure what you mean by "limit", but Circle of the Moon gets Combat Wild Shape (Wild Shape as a bonus action, expend spell slots to regain hit points), and Circle Forms (higher CR of creatures you can Wild Shape into, starts at CR 1 and goes up).

Bardic Inspiration affects one creature other than yourself and you can use it Charisma modifier times per long rest.

7. The Hunter archetype has a feature called Hunter's Prey which carries some of the ranger's damage potential: Colossus Slayer (extra damage to an injured creature), Giant Killer (reaction to attack a Large or larger creature that attacks you), Horde Breaker (attack a second creature).

8. Knowledge domain gives lots of bonus divination spells (some from the wizard list), double proficiency bonus on two skills, Channel Divinity (Knowledge of the Ages and Read Thoughts), Potent Spellcasting, and Visions of the Past (Object Reading and Area Reading).

Trickery domain gives some illusion and disguise spells, Blessing of the Trickster (give one creature advantage on Stealth checks), Channel Divinity: Invoke Duplicity (illusion double), Channel Divinity: Cloak of Shadows, Divine Strike (extra poison damage), Improved Duplicity.

9. Circle of the Moon: Circle Forms (page 69): "Starting at 6th level, you can transform into a beast with a challenge rating as high as your druid level divided by 3, rounded down."

(I will try to not type stuff out word-for-word, but as I have not read the druid extensively, I cannot really summarize or explain it well.)

Otherwise, it seems it is maximum of CR 1 for non-Circle of the Moon druids.

10. Pact of the Blade weapon counts as magical for purpose of overcoming resistance and immunities has two invocations specifically meant for it, Lifedrinker (Charisma modifier to damage) and Thirsting Blade (attack with pact weapon twice).

11. Monks use d8 for hit dice.

The Way of the Four Elements monastic tradition allows monks to use their ki to duplicate certain spells and effects (not all of them are from the spell lists).

12. Evocation and abjuration for Eldritch Knight.

13. I have three easy ones:

1) what does the Martial Mastery feat do?
2) what does Heavy Armor Master feat do?
3) do Sorcerers get Firebolt as a cantrip?
1 - I think you mean the Martial Adept feat, and it gives you two battle master maneuvers and a superiority die
2 - +1 Strength, -3 damage from piercing, bludgeoning, slashing damage from non magical weapons
3 - yes

14. Was the Great Weapon Master feat changed. Before it allowed you to add an additional weapon die of damage and add your strength bonus twice to damage for a -5 penalty to hit.

When you drop a creature or score a critical hit, can take an extra attack as a bonus action, and -5 attack for +10 damage

15. So a blade-pact warlock can summon his melee weapon out of mid-air, gains automatic proficiency in it, and with the right incantations he gets two attack and adds his charisma bonus to damage? Plus a couple times per encounter you can lay the smack down with powerful spells?

Even assuming restrictions to keep this in line with clerics and others (for example, you probably need 5th level for the extra attack and maybe like 8th or 10th for the bonus damage), that is a super cool class.
Lifedrinker is a level 12+ ability.

The warlock seems really versatile. You could focus on very different things, and have a different play experience. The difference in the patrons combined with the different pacts also seems well done. I came up with 5 different character ideas based on different combinations of pact and patron.

16. Warcaster Feat
- advantage on Con saves when taking damage to maintain concentration
- don't need a free hand for somatic components of spells
- cast a single target, one action spell instead of opportunity attack

17. I can't confirm the whole appendix, will have to wait until Palladion gets back from dinner, but the Forgotten Realms gods are well represented. They include ones that had previously died like Bhaal and Myrkul. There's a list of Eberron gods and other faiths. Also the non human deities are very well represented as well, including Surtur and Thrym.

The domains listed are Death, Knowledge, Life, Light, Nature, Tempest, Trickery, War.

18. Barbarian Rage: It says you have resistance to bludgeoning, piercing and slashing damage when you enter a rage.

19. What are the Assassin Rogue's Lv. 3 and Lv. 17 features like?

Assassin's get Assassinate (advantage against someone who has not acted in combat), Death Strike (17th level, save or double damage vs. surprised creature). Assassinate against a surprised creature is a critical hit.

20. Dual Wielder feat: +1 AC when using two melee weapons, wield weapons that aren't light, draw or stow two weapons instead of one.

21. Does the barbarian still get automatic advantage on attacks while raging?
No. Barbarians get Reckless Attack at 2nd level, advantage on Strength attacks, but attacks against you have advantage until next turn.

22. How do summoned monsters and animal companions work? Do they act independently or do you have to spend some of your actions to command them?

From ranger, it takes your action to command your beast companion to Attack, Dash, Disengage, Dodge, or Help. No action (on your turn) to have it move.

23. 1) what does the Sailor background grant?
2) does the Sorcerer metamagic skill "Twinned" say anything specific about cantrips, or does it simply state "you can spend a number of sorcery points equal to the spells level to..."?
3) does the Sorcerer metamagic skill "Careful" have wording similar to Evocation Wizard's "Sculpt Spells" (specifically in regards to "taking no damage if they would normally take half damage")?

Sailor
Skill: Athletics, Perception
Tool: Navigator's tools, vehicles (water)
Feature: Ship's Passage (secure free passage on sailing ship)

Twinned Spell - 1 Sorcery Point.

Careful Spell allows you to have a creature automatically succeed a saving throw, that is all.

24. Is the resilient feat just proficiency in one save and a stat boost?
Correct.

25. Appendix C shows the new cosmology for D&D, mixture of the great Wheel and the 4e cosmology. Hard to explain, sorry, you will need to see the book when it comes out.

26. How many superiority dice does the Battle Master get? Any flashy/anime/wuxia kind of maneuvers? What are some interesting maneuvers? Any that are damage focused? Any way to recover Superiority dice without taking a 1 hour short rest?

Start with 4 superiority dice, up to 6 total. Not sure anything is extremely flashy (one maneuver can frighten a creature, another can give a friendly creature temporary hit points, etc.). At least one adds reach and damage. I cannot see anything immediately that allows them to regain superiority dice without resting.

27. What options does the Hunter Ranger get past 3rd level?
Hunter's Prey (3rd), Defensive Tactics (7th), Multiattack (11th), Superior Hunter's Defense (15th).

28. So on that note, what is the Battle Master's Lv. 15 feature?
Relentless: Regain 1 superiority die when you roll initiative and have no superiority dice remaining.

29. I know it's specifically a spell question but...did my favorite spell from 2nd edition make it in (Magic Jar)? If so what kind of duration did they put on it? Any information on Necromancers?

There is a 6th level necromancy spell called magic jar. Duration is until dispelled.

School of Necromancy has Necromancy Savant, Grim Harvest, Undead Thralls, Injured to Undeath, and Command Undead features.

30. What sorts of creatures are in the beast appendix? Is it just like wizard familiars, druid wildshape creatures, and that sort of thing? Or is it a fully-fledged mini bestiary with goblins and such in it too?

8 pages, beasts and mounts, familiars, and a couple undead. Things a player would need for their character.
« Última modificação: Agosto 06, 2014, 02:12:20 am por Evola »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #1 Online: Agosto 06, 2014, 06:23:02 pm »
Uma alma bastante gentil fez esse sumário de tudo que foi revelado até agora. ;)

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #2 Online: Agosto 06, 2014, 06:56:27 pm »
Alguma surpresa?

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #3 Online: Agosto 06, 2014, 07:46:55 pm »
Até agora, nenhuma grande diferença do Alpha exceto para o Warlock - ao invés de ser a classe Desnecessariamente Complexa sem motivos, ele agora é a "Classe 4e", com magias à vontade, de encontro e diárias (as magias "até o nível 6" agora são recarregadas por encontro, antes eram diárias). E outra mudança bastante esperada, multiclasse exige que o personagem cumpra os pré-requisitos de atributos tanto da classe original quanto da secundária, além de reduzirem algumas proficiências ganhas por multiclasse.

Meio-Elfo perdeu algumas habilidades de raça (Ignorar Pré-Requisitos de Multiclasse, Proficiência automática em Percepção e as habilidades de Fadinha), mas agora tem +2 em Cha, +1 em duas habilidades a escolha e duas proficiências em perícias. Pessoalmente, eu fico com a versão do Alpha aqui.

E algo que me surpreendeu, a Cosmologia Next não é puramente a Great Wheel, mas incorporou partes da 4e (Shadowfell, Feywild, Elemental Chaos).

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #4 Online: Agosto 07, 2014, 01:31:55 am »
Até agora, nenhuma grande diferença do Alpha exceto para o Warlock - ao invés de ser a classe Desnecessariamente Complexa sem motivos, ele agora é a "Classe 4e", com magias à vontade, de encontro e diárias (as magias "até o nível 6" agora são recarregadas por encontro, antes eram diárias).

Mudança muito bem vinda e pelo que vem sendo alardeado por aí, o Warlock ficou bem interessante.

Citar
E outra mudança bastante esperada, multiclasse exige que o personagem cumpra os pré-requisitos de atributos tanto da classe original quanto da secundária, além de reduzirem algumas proficiências ganhas por multiclasse.

Meio-Elfo perdeu algumas habilidades de raça (Ignorar Pré-Requisitos de Multiclasse, Proficiência automática em Percepção e as habilidades de Fadinha), mas agora tem +2 em Cha, +1 em duas habilidades a escolha e duas proficiências em perícias. Pessoalmente, eu fico com a versão do Alpha aqui.

Me parece que essas mudanças foram feitas para prevenir abusos com a mecânica de multiclasse.

Pelo visto, o meio-elfo ficou menos interessante para multiclasse e perdeu um pouco do flavor, porém se tornou uma raça bem atrativa para classes que têm Carisma como atributo primário ou secundário, especialmente quando comparada a outras opções como os Tieflings e Dragonborns.

Aliás, será que no PHB virá aquela variante de humanos que ganham um feat e uma skill extra ao invés de quatro pontos de atributos?

Pergunto porque se ela vier mesmo, será uma escolha quase obrigatória para casters, que por sua vez tem de gastar com duas feat taxes (Resilient-Constitution e War Caster) caso queiram se valer das magias de concentração.

Citar
E algo que me surpreendeu, a Cosmologia Next não é puramente a Great Wheel, mas incorporou partes da 4e (Shadowfell, Feywild, Elemental Chaos).

Surpresa positiva, isso pode facilitar bastante a conversão de material das edições anteriores, caso tenha sido bem feito.

Falando em conversão de material das edições antigas, já bolaram uma ferramenta de conversão de monstros da 1ª para a 5ª edição de D&D, algo que já quebra o galho enquanto não sai as regras de conversão previstas para o DMG. Gostaria de ver algo assim também para o AD&D 2ª edição, que conta com aventuras prontas excelentes (pessoalmente estou interessado em mestrar aquelas três do Marco Volo, um dos meus NPCs preferidos de Forgotten Realms).

Citar
1) what does the Martial Mastery feat do?
2) what does Heavy Armor Master feat do?
...
1 - I think you mean the Martial Adept feat, and it gives you two battle master maneuvers and a superiority die
2 - +1 Strength, -3 damage from piercing, bludgeoning, slashing damage from non magical weapons

Pelo visto deram uma nerfada no Heavy Armor Master e no Great Weapon Master, mas ainda sim esses feats me parecem úteis, especialmente o segundo.

O Martial Mastery me parece um feat bem legal, especialmente para quem não for Battlemaster e quiser sair um pouco da monotonia do "eu ataco" durante as lutas.

Aliás, uma regra opcional que está prevista para sair no DMG é a do descanso curto de alguns minutos. Dependendo de como for implementada, ela pode tornar o guerreiro de manobras bem mais interessante.

Citar
The domains listed are Death, Knowledge, Life, Light, Nature, Tempest, Trickery, War.

Vale salientar que o Death domain não virá no PHB e não informaram aonde ele aparecerá.

É bem provável que ele venha no DMG, por ser um domínio bastante associado a clérigos malignos, que normalmente aparecem no jogo como NPCs. Caso ele não venha no DMG, é provável que ele apareça no livro de cenário de Forgotten Realms, que possui uma divindade da morte não-maligna (Kelemvor).
--

Ainda estou curioso em saber se a metamagia do feiticeiro continua tão forte como estava no Alpha Draft, e se houve alguma mudança nas listas de magias das classes. Senti falta de "Cause Fear" no Alpha Draft e espero que "Bestow curse" e "Prayer" tenham sido modificadas na versão final, pois a primeira está acima da curva para uma magia de primeiro nível e eu tenho dúvidas se vale a pena usar a segunda no lugar de uma Bless com slot de nível 3. Já passaram batido com Mordenkainen's Sword (magia muito legal, mas que está mais fraca do que outras opções de mesmo nível) no Basic D&D, então seria bom que o mesmo não se repetisse com as outras magias que precisam de ajustes em sua mecânica. 

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #5 Online: Agosto 07, 2014, 02:04:16 am »
Citar
Aliás, será que no PHB virá aquela variante de humanos que ganham um feat e uma skill extra ao invés de quatro pontos de atributos?

Sim, virá. O que está no Basic também está no PH (e em outros livros).

Citar
Pergunto porque se ela vier mesmo, será uma escolha quase obrigatória para casters, que por sua vez tem de gastar com duas feat taxes (Resilient-Constitution e War Caster) caso queiram se valer das magias de concentração.

Em geral, o Humano parece ser a escolha quase obrigatória para qualquer classe, ainda mais com o uso compra por pontos em atributos, que beneficia igualmente quem tem +1 ou +2 no atributo maior.

E não é como se Concentration seja realmente uma "feat tax" - só mostra que o Core já vai dar todos recursos para tornar fácil a vida dos Conjuradores, porque Gary Gygax seja amaldiçoado se eles não tiverem todos os mimos possíveis.  :b

E outro detalhe que me pare interessante -  ter os 2 ou 3 níveis inicias de Guerreiro é algo muito interessante para Conjuradores, especialmente o Mago. Não só ele já começa ignorando quase todas as "fraquezas" da classe (Proficiência em Constituição, CA Baixa, Poucos PVs) como a habilidade Action Surge pode ser usada para qualquer outra ação, o que inclui conjurar Magias. E é utilizável uma vez por Encontro, o que torna Bonus Action uma ótima forma de Novar, bem mais simples do que o uso Quicken do Feiticeiro.

Citar
Pelo visto deram uma nerfada no Heavy Armor Master e no Great Weapon Master, mas ainda sim esses feats me parecem úteis, especialmente o segundo.

Porque Gary Gygax nos perdoe se D&D Next alguma vez der a remota impressão que vai permitir os Não-Conjuradores fazerem algo decente, comparável digamos, com uma Magia de Nível 3.  :P

Citar
O Martial Mastery me parece um feat bem legal, especialmente para quem não for Battlemaster e quiser sair um pouco da monotonia do "eu ataco" durante as lutas.

Martial Mastery é provavelmente o pior talento do Next - mesmo se ele desse todas as habilidades do Battle Master não trocaria por um Talento.  :P

Citar
Dependendo de como for implementada, ela pode tornar o guerreiro de manobras bem mais interessante

Com 4-6 Superiority Dices por Combate, sem uma mecânica de recuperá-los decentemente (e a que existe, que é terrível, só é obtida no nível em que Magos já desmoronam Castelos) e com manobras limitadas?.

O problema sequer é o tempo do "Short Rest" - mesmo se ele durasse 30 segundos/5 rodadas, todos os problemas acima continuariam.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #6 Online: Agosto 07, 2014, 03:41:35 am »
Sim, virá. O que está no Basic também está no PH (e em outros livros).

Aff, já tinha me esquecido de que essa variante veio no Basic e imaginava tê-la visto apenas no Alpha.  :b

Citar
E outro detalhe que me pare interessante -  ter os 2 ou 3 níveis inicias de Guerreiro é algo muito interessante para Conjuradores, especialmente o Mago. Não só ele já começa ignorando quase todas as "fraquezas" da classe (Proficiência em Constituição, CA Baixa, Poucos PVs) como a habilidade Action Surge pode ser usada para qualquer outra ação, o que inclui conjurar Magias. E é utilizável uma vez por Encontro, o que torna Bonus Action uma ótima forma de Novar, bem mais simples do que o uso Quicken do Feiticeiro.

Bem lembrado. Essa é uma ótima opção, especialmente caso o jogador não se importe de perder algumas features de nível alto da sua classe principal, além de alguns slots de magia por dia.

Citar
Martial Mastery é provavelmente o pior talento do Next - mesmo se ele desse todas as habilidades do Battle Master não trocaria por um Talento.  :P
...
Com 4-6 Superiority Dices por Combate, sem uma mecânica de recuperá-los decentemente (e a que existe, que é terrível, só é obtida no nível em que Magos já desmoronam Castelos) e com manobras limitadas?.

O problema sequer é o tempo do "Short Rest" - mesmo se ele durasse 30 segundos/5 rodadas, todos os problemas acima continuariam.

Pelo seu post a impressão que dá é que as manobras são bem fracas ou praticamente inúteis.  :P

As li meio que superficialmente, mas não me pareceu que elas são tão fracas assim, ainda mais no contexto da 5ª edição, onde um combate dificilmente passa de 5 rodadas.

Vou dar uma olhada nelas com mais calma.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #7 Online: Agosto 07, 2014, 09:13:12 pm »
Fazendo uma correção, eu considerava que o Battle Master seria uma opção ruim por ter apenas uma maneira incrivelmente limitada e tardia de recuperar Inferiority Dices ganha no nível 15. Mas hey, a versão do PH é diferente da versão Alpha e...

Relentless (lv15): Regain 1 superiority die when you roll initiative and have no superiority dice remaining.

Incrível. Realmente Incrível.

Citar
Pelo seu post a impressão que dá é que as manobras são bem fracas ou praticamente inúteis.

Para meus critérios de poder e efetividade, sim - as manobras do Battle Master são praticamente inúteis. Nenhuma delas faz um efeito diferente de uma magia de nível 2, seu poder não aumenta com o passar dos níveis, você só pode gastar um Inferiority Dice em cada Manobra e até mesmo a CD das Manobras será baixa, porque demora mais para evoluir (2 . Proficiency) do que Proficiency + Atributo Principal.

Oh, e salvo Menacing e Trip Attack, todos os efeitos de manobras são Bater Mais ou Apanhar Menos. Até mesmo Commander' Strike é uma piada (Perde um Ataque, uma Bonus Action sua, uma Reaction do Aliado para ele dar um Ataque com bônus de dano).
« Última modificação: Agosto 07, 2014, 09:15:19 pm por Evola »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #8 Online: Agosto 09, 2014, 04:15:39 pm »
Se eu disser que um clérigo com domínio da Tempestade ou da Guerra ofusca praticamente qualquer homem de armas mais mundano (Guerreiros e Paladinos, por exemplo) seria exagero?

Ambos domínios concedem proficiência em armaduras pesadas e armas marciais no primeiro nível. Ambos têm habilidades à la Destruir o Mal do paladino, que potencializa o dano de seus ataques. O clérigo tempestuoso pode usar o Canalizar Divindade para maximizar qualquer dano lightining ou thunder. O clérigo belicoso pode, a partir do primeiro nível, utilizar uma Ação Bônus para fazer um ataque armado "extra". Essa habilidade pode ser utilizada um número de vezes igual o modificador de Sabedoria do clérigo. Ou seja, enquanto o Guerreiro precisa de um descanso (curto ou longo) para poder usar Action Surge novamente, Clérigo belicoso vai usando essa habilidade ao longo do encontro. E como alguém digno dessa classe, por pelo menos mais 5 rodadas. E ainda não cheguei nas magias...

Offline Atmo

  • Observe as estrelas, mas não largue seu coração
    • Ver perfil
    • Atmoland
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #9 Online: Agosto 09, 2014, 08:24:28 pm »
Se eu disser que um clérigo com domínio da Tempestade ou da Guerra ofusca praticamente qualquer homem de armas mais mundano (Guerreiros e Paladinos, por exemplo) seria exagero?

Ambos domínios concedem proficiência em armaduras pesadas e armas marciais no primeiro nível. Ambos têm habilidades à la Destruir o Mal do paladino, que potencializa o dano de seus ataques. O clérigo tempestuoso pode usar o Canalizar Divindade para maximizar qualquer dano lightining ou thunder. O clérigo belicoso pode, a partir do primeiro nível, utilizar uma Ação Bônus para fazer um ataque armado "extra". Essa habilidade pode ser utilizada um número de vezes igual o modificador de Sabedoria do clérigo. Ou seja, enquanto o Guerreiro precisa de um descanso (curto ou longo) para poder usar Action Surge novamente, Clérigo belicoso vai usando essa habilidade ao longo do encontro. E como alguém digno dessa classe, por pelo menos mais 5 rodadas. E ainda não cheguei nas magias...

Então um grupo com 2 clérigos e 2 magos seria o ideal pra qualquer campanha?
Narrando:
OVA: The Anime Role-Playing Game, 3D&T, Double Cross.

Jogando:
D&D 5e T.T

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #10 Online: Agosto 09, 2014, 08:31:09 pm »
Então um grupo com 2 clérigos e 2 magos seria o ideal pra qualquer campanha?

Praticamente 

nem sei por que se incomodaram de botar guerreiro e ladino no livro  :P
War never changes

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #11 Online: Agosto 09, 2014, 11:45:12 pm »
Citar
Se eu disser que um clérigo com domínio da Tempestade ou da Guerra ofusca praticamente qualquer homem de armas mais mundano (Guerreiros e Paladinos, por exemplo) seria exagero?

Eu estou inclinado a um "sim, é um exagero", mas para isso ficar mais claro é preciso que ocorram ao menos 2 combates por Dia, onde o Guerreiro acaba mostrando a sua "virtude" de ser "confiavelmente violento".

Citar
Ambos têm habilidades à la Destruir o Mal do paladino, que potencializa o dano de seus ataques

Limitados a um ataque por turno. E quando o Clérigo ganha essa habilidade, o Guerreiro já dá confiavelmente 2 ataques por turno, provavelmente com modificador maior de ataque (Embora, Divine Power esteja disponível para resolver isso).

Citar
O clérigo tempestuoso pode usar o Canalizar Divindade para maximizar qualquer dano lightining ou thunder

Muito útil para magias, mas não para ataques. Ao menos até o último Playtest Packet, nenhuma arma transformava seu dano em elemental.

Citar
O clérigo belicoso pode, a partir do primeiro nível, utilizar uma Ação Bônus para fazer um ataque armado "extra". Essa habilidade pode ser utilizada um número de vezes igual o modificador de Sabedoria do clérigo. Ou seja, enquanto o Guerreiro precisa de um descanso (curto ou longo) para poder usar Action Surge novamente, Clérigo belicoso vai usando essa habilidade ao longo do encontro. E como alguém digno dessa classe, por pelo menos mais 5 rodadas.

Lembretes - 5 rodadas por dia, gastando uma Bonus Action a cada Ataque e assumindo Sabedoria 20 (que só pode ser conseguida no nível 8 e o personagem provavelmente não terá talento). Nesse mesmo nível, um Guerreiro com TWF dá 2 ataques consistentemente, 3 se usar sua Bonus Action para ter o ataque extra.

Ou seja, o Clérigo é melhor que o Guerreiro em tudo (como deve ser), exceto em fazer a mesma ação que usar o pior método para eliminar um oponenten, repetidamente.  :P

Citar
Então um grupo com 2 clérigos e 2 magos seria o ideal pra qualquer campanha?

Eu estou inclinado a Paladino (para cumprir a "cota do Não-Conjurador Completo"), Clérigo, Mago e Bardo (College of Valor)/Bladelock para ser um Combatente Secundário, embora o Clérigo possa ser competente nisso.

« Última modificação: Agosto 10, 2014, 01:02:30 am por Evola »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #12 Online: Agosto 10, 2014, 02:27:00 pm »
Muito útil para magias, mas não para ataques. Ao menos até o último Playtest Packet, nenhuma arma transformava seu dano em elemental.

Mas não será surpresa aparecer uma arma napolitana ou à la Frostcheese no DMG.

Ou seja, o Clérigo é melhor que o Guerreiro em tudo (como deve ser), exceto em fazer a mesma ação que usar o pior método para eliminar um oponenten, repetidamente.  :P

Ah, sim. Até porque a classe tem uma habilidade que se chama Intervenção Divina. Que no nível 20 é sucesso automático. Pra que lutar, né?

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #13 Online: Agosto 10, 2014, 03:17:48 pm »
Citar
Mas não será surpresa aparecer uma arma napolitana ou à la Frostcheese no DMG.

Não seria uma grande surpresa. No meu jogo vindouro de Next (yep, meu grupo adorou ele) eu daria a opção de armas elementais substituírem o seu dano físico por dano elemental - ao menos dá aos Não-Conjuradores a opção de ter uma forma de dano "não-físico'.

Citar
Ah, sim. Até porque a classe tem uma habilidade que se chama Intervenção Divina. Que no nível 20 é sucesso automático. Pra que lutar, né?

Eu já comentei quantas vezes o quanto eu acho essa habilidade terrível?  :P

Also, uma mudança do meu comentário - A CD das manobras do Battle Master segue agora a tradicional 8 + Prof + Atributo (For ou Des), ao invés da 8 + 2. Prof. Estou incrédulo, um possível "buff" a um Não-Conjurador? Isso viola todas expectativas do Next.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #14 Online: Agosto 10, 2014, 05:33:22 pm »
Citar
Se eu disser que um clérigo com domínio da Tempestade ou da Guerra ofusca praticamente qualquer homem de armas mais mundano (Guerreiros e Paladinos, por exemplo) seria exagero?

O elfo já respondeu muito bem ao teu post, mas eu acrescentaria que o exagero é maior ainda quando a comparação é feita com o paladino, uma classe half caster com uma seleção muito boa de magias até o 5º nível, que não tem mais o problema de MAD que tinha nas edições anteriores, e que tem Channel Divinity assim como o clérigo.

Aliás, na 5ª edição, embora as classes conjuradoras sejam bem niveladas, o desnível entre as não conjuradoras me parece mais visível. Além do paladino ofuscar o guerreiro, também tenho a impressão de que o ladino rivaliza com o guerreiro em combate e é muito mais versátil fora dele (excluindo os builds de third casters dessas duas classes, pois não as comparei ainda). Aliás, o guerreiro me parece a classe menos versátil do jogo e a única qualidade que compensaria isso seria sua boa capacidade de resistir e melhor ainda capacidade de causar cavalares quantidades de dano (e eu sei que a maioria dos membros desse fórum não se contenta só com isso).

É o tipo de classe feita para jogadores que não gostam muito de raciocinar durante o jogo (sim, eles existem!) e se contentam apenas em conseguir acertos críticos, dar muito dano. O pessoal aqui generaliza muito a crítica como se todos os não-casters fossem limitados como o guerreiro, mas me parece que essas classes, embora limitadas frente a um caster, não são tão fracas quanto o velho fighter.

E eu tenho uma teoria para o fighter ser mais limitado: na cabeça dos designers, ela já é a classe disparadamente mais popular, mesmo sendo mais limitada, então não precisa ser forte. Imagine então se ela fosse tão poderosa quanto as outras, mais da metade da mesa ia jogar de guerreiro!

Eu tenho um palpite de que esse pensamento se passou pela cabeça do Mearls, pois em várias de suas colunas ele repetiu o mantra de que o guerreiro é a classe disparadamente mais popular, portanto é bem capaz dele não ter se importado com o fato dela estar abaixo da curva, pois ela continuaria atraente para a grande maioria dos jogadores mesmo assim.

Aliás, na minha cidade, tem até um jogador que se tornou uma figura folclórica por só jogar com o mesmo tipo de personagem em toda campanha: humano fighter, desde o AD&D, e nem adianta argumentar que os outros são mais fortes, que ele não larga o osso mesmo assim. Tenho certeza que os outros membros do fórum devem conhecer outras figuras como essa, ele não deve ser o único...

Na época do 3.5, no auge do CoDzilla, tinha mesa minha em que nenhum jogador queria jogar de clérigo ou druida, mas nunca faltou quem quisesse jogar de guerreiro. Exatamente por esse motivo, sempre engoli melhor o CoDzilla do que o mago faz-tudo, pois o mago é uma classe popular e eu via o risco de ter uma mesa lotada de magos, enquanto para os outros dois eu nem vislumbrava essa possibilidade.

Então, por mais estranho que pareça, a popularidade de uma classe é um fator decisivo em certas decisões de design.

Eu tenho pra mim, que o CoDzilla apareceu devido à baixa popularidade que essas classes tinham no AD&D, que foi decorrente do rótulo de suporte/healbot que elas ganharam. Se em uma edição de D&D fizerem clérigos, druidas ou até mesmo bardos ruins como eram o ranger da 3.0 (nem vou comparar com o monge da 3.x, porque aí o exemplo fica surreal demais  :b), quase ninguém vai jogar com elas; mas aquele guerreiro fraco da 3,5 -ainda pior que esse da 5ª- era cheio de fãs e tinha alta presença nas mesas de jogo por aí.

Vimos um pouco disso na 4ª edição, onde até o lançamento do Essentials e da Dragon 400, tínhamos um clérigo levemente mais fraco do que o warlord, muito disso por causa do seu design em V, que se demonstrou mais limitante do que o design em A do warlord. O resultado disso é que quase não se via um clérigo numa mesa de 4ª edição, o warlord era muito mais frequente e popular. Claro, que o warlord contou com o fator novidade, mas o fato da classe ter mais suporte e opções claramente deve ter contado a seu favor.

Em suma, me parece que para os designers, muito mais importante do que nivelar a efetividade das classes é nivelar o apelo que elas possuem entre os jogadores: por isso o playtest da 5ª edição se focou tanto na questão dos gostos e das preferências. Para os designer não importa se classe x é mais fraca se todo mundo quer jogar com ela mesmo assim.

Se por um lado, essa diretriz tende a desagradar os jogadores otimizadores/powergamers, por outro lado tende a agradar os jogadores de perfil diferente, que juntos acabam sendo a maioria.
 
Eu estou inclinado a um "sim, é um exagero", mas para isso ficar mais claro é preciso que ocorram ao menos 2 combates por Dia, onde o Guerreiro acaba mostrando a sua "virtude" de ser "confiavelmente violento".

Um adventure day padrão da 5ª edição deve contar com quatro encontros, com dois deles intervalados por um descanso curto de uma hora. Nessas condições padrão, o guerreiro já consegue manifestar a sua capacidade de dano diferenciada.

Uma curiosidade é que o pessoal do fórum da Wizards vem elogiando o equilíbrio do jogo até o 11º nível, e considerando que na 3.x o desequilíbrio aparecia antes disso lá no 5º nível, então já houve uma evolução palpável nesse quesito.

Uma medida importante para quem for mestrar a 5ª é usar a regra de descansos de forma narrativa. Não importa a hora do dia, nem a quantidade ou o tempo dos descansos que você vai fazer: você só consegue fazer o descanso curto restaurador após dois encontros e o descanso longo restaurador após quatro. Qualquer descanso feito fora desses parâmetros, como por exemplo um descanso longo após um encontro, não será restaurador e o personagem não será beneficiado por isso.

Para justificar isso, você pode afirmar que a restauração em um descanso é mais psicológica do que física, portanto só depois de realmente ser testado e ter gastado suas energias em combate é que o personagem adquire o ânimo e disposição necessário para superar seus limites e recuperar a energia perdida.

Claro que isso deve ser acordado com os jogadores antes do jogo começar para evitar discussões. Apesar de ser uma medida bem simples, acaba evitando o problema do dia de 5 minutos (5MWD) e ao menos na minha mesa, funcionou muito bem. 

E como a partir do 11º nível aconteceria o desnível entre as classes, eu iria aumentar o intervalo do descanso longo para 6 encontros e o curto permaneceria como estava pois beneficia também os não conjuradores. Afinal, muitos dos problemas relativos ao desequilíbrio decorrem dessa questão do 5MWD (sei que tem os itens mágicos para atrapalhar também, mas como já mencionei no outro tópico, não mestraria a 5ª edição sem mexer nas regras deles).

Citar
Limitados a um ataque por turno. E quando o Clérigo ganha essa habilidade, o Guerreiro já dá confiavelmente 2 ataques por turno, provavelmente com modificador maior de ataque (Embora, Divine Power esteja disponível para resolver isso).

Lembrando que apenas o clérigo do domínio da guerra tem acesso a Divine Power e essa magia requer concentração (aka: levou baforada de dragão ou outro ataque de dano elevado=magia dissipada).

Citar
Lembretes - 5 rodadas por dia, gastando uma Bonus Action a cada Ataque e assumindo Sabedoria 20 (que só pode ser conseguida no nível 8 e o personagem provavelmente não terá talento). Nesse mesmo nível, um Guerreiro com TWF dá 2 ataques consistentemente, 3 se usar sua Bonus Action para ter o ataque extra.

Ou seja, o Clérigo é melhor que o Guerreiro em tudo (como deve ser), exceto em fazer a mesma ação que usar o pior método para eliminar um oponenten, repetidamente.  :P

Pelo menos no quesito dano, o guerreiro presta. O problema, como já foi discutido várias vezes, é a falta de opções e versatilidade, o fato dele só dar dano.

Citar
Eu estou inclinado a Paladino (para cumprir a "cota do Não-Conjurador Completo"), Clérigo, Mago e Bardo (College of Valor)/Bladelock para ser um Combatente Secundário, embora o Clérigo possa ser competente nisso.

Concordo, e acho que o clérigo pode ser substituído por um druida e o mago, por um sorcerer sem prejuízos.

Aliás, o que vocês acharam do druida do Next? Estou vendo bem menos barulho em relação a ele do que na época da 3.x...

Não seria uma grande surpresa. No meu jogo vindouro de Next (yep, meu grupo adorou ele) eu daria a opção de armas elementais substituírem o seu dano físico por dano elemental - ao menos dá aos Não-Conjuradores a opção de ter uma forma de dano "não-físico'.

Boa ideia. Anotada aqui na minha lista de house rules (já perdi a esperança de um dia mestrar D&D sem mudar nenhuma regra  :b).

Ah, sim. Até porque a classe tem uma habilidade que se chama Intervenção Divina. Que no nível 20 é sucesso automático. Pra que lutar, né?

Intervenção Divina é basicamente o mesmo que a magia milagre da 3ª edição, uma vez por semana. Como essa habilidade só pode ser usada uma vez na aventura, ela não me parece tão apelativa assim, especialmente no nível 20 onde um mago já pode conjurar desejo todo dia.

Citar
Eu já comentei quantas vezes o quanto eu acho essa habilidade terrível?  :P

Terrível em que sentido? De ser muito fraca, muito forte, ou simplesmente terrível por depender muito do julgamento do DM?

Citar
Also, uma mudança do meu comentário - A CD das manobras do Battle Master segue agora a tradicional 8 + Prof + Atributo (For ou Des), ao invés da 8 + 2. Prof. Estou incrédulo, um possível "buff" a um Não-Conjurador? Isso viola todas expectativas do Next.

Uma luz no fim do túnel... Hahahahaha

Quem sabe, eles nos surpreendam nos suplementos... Afinal, o que é opcional tem menos obrigação de agradar todo mundo!
« Última modificação: Agosto 10, 2014, 05:39:22 pm por Lunguinho »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #15 Online: Agosto 10, 2014, 06:14:23 pm »
Citar
Um adventure day padrão da 5ª edição deve contar com quatro encontros, com dois deles intervalados por um descanso curto de uma hora. Nessas condições padrão, o guerreiro já consegue manifestar a sua capacidade de dano diferenciada.

Essas diretivas são horrendas para o Battle Master. Isso indica que todas as habilidades de classe por encontro (Maneuvers, Healing Surge, Action Surge) tem seu valor reduzido à metade e ele vai depender ainda mais de "Bater, Bater e Bater". Porque D&D Next não cansa me desapontar nesse aspecto?

Citar
Terrível em que sentido? De ser muito fraca, muito forte, ou simplesmente terrível por depender muito do julgamento do DM?

Tudo, ao mesmo tempo. É uma habilidade completamente Mother May I?, sem diretivas e limitações.

Citar
Lembrando que apenas o clérigo do domínio da guerra tem acesso a Divine Power e essa magia requer concentração (aka: levou baforada de dragão ou outro ataque de dano elevado=magia dissipada).

Divine Power não consta na lista padrão do Clérigo? (Olha no Alpha Playtest, não é que você está certo).  :shock:

Eu não consigo acreditar nisso, creio que vão erratear isso em breve, porque jogadores da classe vão reclamar que seu Clérigo Franzino com Domínio do Conhecimento não é tão violento quanto um Guerreiro.  :P

Citar
Aliás, o que vocês acharam do druida do Next? Estou vendo bem menos barulho em relação a ele do que na época da 3.x...

Eu ainda não tenho um julgamento adequado dele, mas tenho a impressão que o "Combat Druid" não parece ser um bom linha-de-frente (embora ele vai ser mais resistente que Satã com a habilidade de recuperar 2d8 . Slot de Magia como Bonus Action) - mas isso se resolve com o aparecimento de alguma Animal com poderes incríveis e um CR inadequadamente baixa.

Citar
Quem sabe, eles nos surpreendam nos suplementos...

Surpresas podem ser positivas ou negativas. E Next tem se mostrado incrível favorecer o segundo tipo de surpresa para mim.  :P

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #16 Online: Agosto 10, 2014, 08:07:10 pm »
Essas diretivas são horrendas para o Battle Master. Isso indica que todas as habilidades de classe por encontro (Maneuvers, Healing Surge, Action Surge) tem seu valor reduzido à metade e ele vai depender ainda mais de "Bater, Bater e Bater". Porque D&D Next não cansa me desapontar nesse aspecto?

Eu supus que o descanso curto aconteceria a cada dois encontros porque aumentaram o tempo do descanso de 10 minutos para uma hora, e dentro de uma dungeon nem sempre é possível fazer um descanso de uma hora depois de cada encontro -afinal tem salas que são próximas e passar uma hora em uma delas descansando é um convite para atrair monstros da sala vizinha.

Sendo assim, com descanso de uma hora, é mais verossímil contar com a possibilidade de descanso depois de uma média de dois encontros (que na 5ª edição, juntos não devem ultrapassar 10 rodadas de combate).

Seria bom que eles esclarecessem melhor essa questão. Se for ficar mais equilibrado que os personagens façam um descanso curto a cada combate, vou adotar dessa forma; mas nesse caso teria sido melhor que eles adotassem o descanso curto de 10 minutos ao invés do descanso de uma hora.

Outra coisa que me fez pensar que um descanso curto não foi pensado para ser realizado ao fim de cada encontro foi o anúncio do Mearls de que no DMG haverá regras para "descansos mais curtos e poderes por encontro".

Citar
Divine Power não consta na lista padrão do Clérigo? (Olha no Alpha Playtest, não é que você está certo).  :shock:

Não só Divine Power como também Divine Favor não consta na lista padrão do clérigo, e sim na lista do paladino, que tomou o lugar do clérigo como combat caster auto-buffer (a exceção fica por conta dos clérigos de domínios combativos como War e Tempest que ganham duas ou três magias de paladino pelo seu domínio).

Citar
Eu não consigo acreditar nisso, creio que vão erratear isso em breve, porque jogadores da classe vão reclamar que seu Clérigo Franzino com Domínio do Conhecimento não é tão violento quanto um Guerreiro.  :P

 :bwaha:

Essa mudança já aconteceu no penúltimo pacote do playtest aberto, quando as surveys ainda estavam abertas, e se não mudou de lá pra cá, não acredito que vão modificar isso agora.

Inclusive, acredito que a razão dessas magias terem sido excluídas da lista do clérigo foi a reclamação de que o clérigo e o paladino estavam muito parecidos. Aí eles tiveram a ideia de criar magias combativas novas para o paladino (veja as magias xxxx smite) e retirar essas magias do clérigo, deixando-as restritas a domínios com temática combativa.

Com isso, eles conseguiram preservar melhor o nicho do paladino, embora não tenha sido a melhor forma possível de tornar a classe única.

Citar
Eu ainda não tenho um julgamento adequado dele, mas tenho a impressão que o "Combat Druid" não parece ser um bom linha-de-frente (embora ele vai ser mais resistente que Satã com a habilidade de recuperar 2d8 . Slot de Magia como Bonus Action) - mas isso se resolve com o aparecimento de alguma Animal com poderes incríveis e um CR inadequadamente baixa.

Tive a impressão de que o principal problema da forma animal seja a CA baixa dos bichos, mas isso pode ser remediado com a magia barkskin. De toda forma o druida está mais para um conjurador versátil que se vira bem na linha de frente do que uma classe que vira animal para se tornar um combatente primário - como era na 3.x, com o adendo de que conseguia ser combatente primário e conjurador ao mesmo tempo.

Citar
Surpresas podem ser positivas ou negativas. E Next tem se mostrado incrível favorecer o segundo tipo de surpresa para mim.  :P

É verdade... Me arrependo de não ter respondido as surveys nos últimos seis meses de testes abertos, pois algumas surpresas negativas, como o aumento do descanso de 10 minutos para uma hora, apareceram justamente naquela época.

Se bem que eu não duvido nenhum pouco de que o meu feedback não teria feito diferença nenhuma mesmo...

Offline Atmo

  • Observe as estrelas, mas não largue seu coração
    • Ver perfil
    • Atmoland
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #17 Online: Agosto 10, 2014, 10:07:50 pm »
No meu jogo vindouro de Next (yep, meu grupo adorou ele)

Sorte a tua, o meu ficou completamente dividido (sendo que só tenho 2 jogadores, faça as contas...). Ai só procurando grupo presencial, coisa que to tentando evitar justamente por causa do (nenhum) dinheiro que tenho pra transporte.  :what:

E to sem o que falar pro resto das coisas apontadas.  :sparta:
Narrando:
OVA: The Anime Role-Playing Game, 3D&T, Double Cross.

Jogando:
D&D 5e T.T

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #18 Online: Agosto 10, 2014, 10:25:02 pm »
Não seria uma grande surpresa. No meu jogo vindouro de Next (yep, meu grupo adorou ele)

Boa sorte e que Deus tenha piedade da sua alma  :bwaha:
War never changes

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #19 Online: Agosto 10, 2014, 11:01:25 pm »
Boa sorte e que Deus tenha piedade da sua alma  :bwaha:

Eu não sei por que eu tenho a impressão de que ninguém nesse fórum odiou mais a 5ª edição do que você, Voltaire...  :b

Você vai ficar na quarta mesmo, vai para o 13th Age, ou vai dar um tempo de sistemas estilo D&D?

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #20 Online: Agosto 10, 2014, 11:14:43 pm »
Lunguinho

Não chega a ser exatamente ódio, é mais decepção mesmo  :(

War never changes

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #21 Online: Agosto 11, 2014, 06:15:48 pm »
O elfo já respondeu muito bem ao teu post, mas eu acrescentaria que o exagero é maior ainda quando a comparação é feita com o paladino, uma classe half caster com uma seleção muito boa de magias até o 5º nível, que não tem mais o problema de MAD que tinha nas edições anteriores, e que tem Channel Divinity assim como o clérigo.

Bom, lembrando que o Paladino ganha o quinto nível de magias no 17º nível, quando o Clérigo já tem acesso às magias de novo nível. E bom, dali até o final da carreira paladina é mais uma magia, totalizando duas magias no nível 20. E também que cada Channel Divinity é particular e não intercambiável. A avaliação deles depende alguns fatores que a gente não tem em mãos ainda (tipo o Destructive Wrath e armas elementais). 

Aliás, na 5ª edição, embora as classes conjuradoras sejam bem niveladas, o desnível entre as não conjuradoras me parece mais visível. Além do paladino ofuscar o guerreiro, também tenho a impressão de que o ladino rivaliza com o guerreiro em combate e é muito mais versátil fora dele (excluindo os builds de third casters dessas duas classes, pois não as comparei ainda).

Na teoria é melhor fazer um Ftr 10/Wiz 10 do que um EK. Você ganha o quinto nível de magias de mago e não perde nenhuma classe feature importante do Ftr. De Rogue, é melhor seguir com o AT direto.

Intervenção Divina é basicamente o mesmo que a magia milagre da 3ª edição, uma vez por semana. Como essa habilidade só pode ser usada uma vez na aventura, ela não me parece tão apelativa assim, especialmente no nível 20 onde um mago já pode conjurar desejo todo dia.

Mas eu estava falando de homens de armas "padrão". Não com outros casters. Não lembro de ter dito que o Clérigo é a melhor classe.

No meu jogo vindouro de Next (yep, meu grupo adorou ele) [...]

Adivinha quem encomendei os três livros básicos? :P

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #22 Online: Agosto 11, 2014, 07:15:16 pm »
Citar
Na teoria é melhor fazer um Ftr 10/Wiz 10 do que um EK. Você ganha o quinto nível de magias de mago e não perde nenhuma classe feature importante do Ftr.

Mas isso funciona ainda melhor com o Eldricht Knight/Mago. Nessa mesma combinação, um EK 10/Wiz 10 teria acesso aos slots sétimo nível de magia arcana (Adiciona 1/3 dos níveis de EK aos de Mago) e a habilidade Eldricht Strike é incrivelmente útil para um Conjurador, e pode fazer efeitos incrível em conjunto com Action Surge - Acerte um ataque, ative Action Surge, conjure uma magia no oponente com ele tendo Desvantagem no teste contra ela. E isso vale também para o próximo turno. Afinal, tudo em D&D fica melhor com níveis de Mago.  :P
« Última modificação: Agosto 11, 2014, 07:21:38 pm por Evola »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #23 Online: Agosto 11, 2014, 11:59:32 pm »
Algo que me veio a mente - os Bardos podem ser a nova classe quebrada de Next.

O chassi do Bardo, especialmente do College of Valor é comparável ao de um Clérigo (d8, Armadura Média, Escudo, Armas Marciais), mas ele tem acesse a Double Attack de verdade no nível 6. A classe tem 1/2 Proficiency em todas as Perícias que não tenha Proficiency. E o que considero a créme-de-la-créme, Magical Secrets (ganha no nível 10, 14 e 18) permite ao Bardo acessar magias "from any class", o pelo texto inclui exclusivas de outras classes e talvez mesmo as de domínios, algo que já foi demonstrado como quebrado com o Archivist e o Artificer do 3.5 e quase todo Pathfinder.

E outro fator relevante - assim como Clérigo e Druida no 3.5, ele tem a reputação (imerecida na minha visão) de ser uma classe inferior e que precisa de mais poderes para ser útil, além de ter mudanças consideráveis de design de última hora, o que leva a possibilidade real que:


Kneel before Chatotorix!
« Última modificação: Agosto 12, 2014, 12:03:44 am por Evola »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #24 Online: Agosto 12, 2014, 09:34:00 am »
Citar
assim como Clérigo e Druida no 3.5, ele tem a reputação (imerecida na minha visão) de ser uma classe inferior

Alguem que ache que clérigo e druida eram classes inferiores no 3.5 nunca jogou com nenhum deles, ou nunca fez/viu um que preste  :P
« Última modificação: Agosto 12, 2014, 10:14:50 am por Voltaire »
War never changes

Offline Lumine Miyavi

  • "I am- you can call me... Red mage."
    • Ver perfil
    • Phieluminando
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #25 Online: Agosto 12, 2014, 01:13:14 pm »
Pelo contrário. Só não jogou niveis altos.

Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Red Mage, (Romancing Saga: Minstrel Song, ps2)

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #26 Online: Agosto 12, 2014, 01:22:32 pm »
Citar
Alguem que ache que clérigo e druida eram classes inferiores no 3.5 nunca jogou com nenhum deles, ou nunca fez/viu um que preste  :P

Na verdade, eu escrevi completamente errado.  :P

O Clérigo e o Druida antes do D&D 3.X tinham (e ainda tem, fora da camarilha de Powergamers) a reputação de serem classes relativamente fracas e/ou maçantes ("Healbots"), só servindo para o papel de Suporte. Por isso quanto D&D 3E saiu, os autores decidiram conscientemente aumentar o poder e versatilidades dessas classes, para que alguém jogasse com elas por outros motivos além do "Precisamo de alguém para curar".

Em analogia, o Bardo Next parece que está seguindo uma trilha similar.

Offline ferdineidos

  • - Alugo esse espaço -
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #27 Online: Agosto 13, 2014, 11:30:47 am »
E os nerds piratas já distribuíram o livro nessa tal de internet...

Sem relação a isso, vou dar uma lida numa edição que um amigo meu trouxe dos EUA pra ver o que acho.
"Entre todas as tiranias, a tirania exercida para o bem de suas vítimas é a mais opressiva.Talvez seja melhor viver sob o olhar de nobres usurpadores do que de intrometidos moralistas onipotentes."

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #28 Online: Agosto 13, 2014, 09:41:35 pm »
Mas eu estava falando de homens de armas "padrão". Não com outros casters. Não lembro de ter dito que o Clérigo é a melhor classe.

Eu sei que você não comparou o clérigo aos outros casters. O que eu estava tentando passar (mas não deve ter ficado claro por causa do negrito utilizado erroneamente naquela minha frase) é que Divine Intervention não é uma feature tão poderosa quanto parece devido à baixa frequência em que pode ser utilizada, apenas uma vez por semana, mesmo no nível 20 quando o clérigo não precisa mais rolar a percentagem para a intervenção acontecer.

Eu até concordo que o clérigo seja capaz de ofuscar homens de armas "padrão" em certo grau, mas não por causa dessa habilidade, que no contexto de uma aventura inteira só deve funcionar uma vez.

Algo que me veio a mente - os Bardos podem ser a nova classe quebrada de Next.

O chassi do Bardo, especialmente do College of Valor é comparável ao de um Clérigo (d8, Armadura Média, Escudo, Armas Marciais), mas ele tem acesse a Double Attack de verdade no nível 6. A classe tem 1/2 Proficiency em todas as Perícias que não tenha Proficiency. E o que considero a créme-de-la-créme, Magical Secrets (ganha no nível 10, 14 e 18) permite ao Bardo acessar magias "from any class", o pelo texto inclui exclusivas de outras classes e talvez mesmo as de domínios, algo que já foi demonstrado como quebrado com o Archivist e o Artificer do 3.5 e quase todo Pathfinder.

Concordo, o bardo está muito poderoso nessa quinta edição. A lista de magias dele já é excelente por si só, contando inclusive com uma das cantrips mais poderosas do jogo (Vicious Mockery), então a feature Magical Secrets só vêm pra melhorar ainda mais o que já estava ótimo.

Entretanto, ele não pode se beneficiar de tanta magia boa ao mesmo tempo, pois a classe não prepara magias, e sim possui um número limitado de magias conhecidas que pode conjurar espontaneamente. Não que isso seja um grande obstáculo para um jogador powergamer, que no caso só irá escolher as magias mais poderosas para o seu personagem. 

Sem contar que o bardo também tem a sua disposição ótimas features, como Bardic Inspiration, Jack of All Trades e Expertise, só pra ficar em alguns exemplos.

Alguem que ache que clérigo e druida eram classes inferiores no 3.5 nunca jogou com nenhum deles, ou nunca fez/viu um que preste  :P

O preconceito desse povo é tão grande que eles praticamente não reparam nessas classes e mal conhecem a mecânica delas. E não duvide que alguns deles até tenham visto um personagem desses bem feito, mas tenham achado que o mérito foi do jogador e não das habilidades da classe do personagem - sim, jogador preguiçoso e que não se interessa pelas regras tende a pensar dessa forma.

O Clérigo e o Druida antes do D&D 3.X tinham (e ainda tem, fora da camarilha de Powergamers) a reputação de serem classes relativamente fracas e/ou maçantes ("Healbots"), só servindo para o papel de Suporte. Por isso quanto D&D 3E saiu, os autores decidiram conscientemente aumentar o poder e versatilidades dessas classes, para que alguém jogasse com elas por outros motivos além do "Precisamo de alguém para curar".

Em analogia, o Bardo Next parece que está seguindo uma trilha similar.

Exatamente, parece que estamos vendo o mesmo filme de novo.

Uma das maiores dificuldades em game design passa por tornar uma classe com papel de suporte atraente para os jogadores, pois a grande maioria deles não aceita bem servir "de escada" para os seus companheiros.

Foi por esse motivo que o clérigo e o druida vieram muito fortes na 3ª edição e agora o bardo veio com tudo nessa 5ª, pois na dúvida do que fazer para torná-las mais atrativas, os designers tendem a aumentar as suas opções e capacidades.

E de certa forma, tornar essas classes melhores deu um pouco de resultado. Hoje eu vejo mais gente que curte o clérigo e/ou o druida do que na época do AD&D, onde quase todo mundo jogava com eles na marra. Essa 5ª edição deve trazer mais popularidade ao bardo em algum grau. Mas não acaba com o preconceito que muito jogador -daquele perfil que não se interessa muito por regras e mecânicas de jogo- tem com elas.

Ainda hoje tem MUITO jogador por aí que acredita que "jogar de clérigo, druida, ou bardo é um saco porque tem que ficar curando e bom mesmo é jogar com o guerreiro que dá crítico se tirar 18-20 no dado". Mesmo quando aquela "classe chata" contribui bem mais dentro do jogo do que a sua.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #29 Online: Agosto 15, 2014, 07:40:35 pm »
Hey, Elfo. Fizeram a análise daquilo que você mencionou sobre bardos.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #30 Online: Agosto 15, 2014, 08:21:12 pm »
citando um carinha desse forum

Citar
There is an important point you ignore here. If you reach 20th level and have no mojo that was a deliberate choice on your part as a player, not a system screw job.

There are 0 classes in the game which cannot ever use magic, there are merely some subclasses which allow player who don't like magic to actively avoid it. You choose the Champion, but the Eldritch Knight was sitting right next to him. There is also the Paladin (whose spells your Bard borrowed), Ranger, Barbarian with mystic totem, and various Monk options available for players who want to hit things and have Mojo.

Oh, and multi classing.

To ignore that and focus on a class comparison that is only valid as a personal choice of someone deciding to eschew magic for whatever in or out of character reason is disingenuous at best. it's like playing in a modern era GURPs game and complaining the system is broken because your TL 2 caveman is ineffective compared to people who use guns and cars.

Read more: http://www.enworld.org/forum/showthread.php?358253-Class-Analysis-Fighter-and-Bard/page2#ixzz3AVQJGxks

Ou seja se o meu guerreiro é ruim a culpa não é do sistema, é minha por que eu não quiz pegar uma classe que faz magia  :doido:
War never changes

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #31 Online: Agosto 15, 2014, 08:49:26 pm »
Citar
Ou seja se o meu guerreiro é ruim a culpa não é do sistema, é minha por que eu não quiz pegar uma classe que faz magia 

Em certo sentido, ele está certo. Se você pegou uma das 4 classes sem magia do sistema, é porque você quer ser um Lambe-Botas de Conjurador.  :P

E ao que tudo indica, os autores de D&D queriam dar mais opções aos Não-Conjuradores, mas a fama considerável e a rejeição visceral de diversos setores do público-alvo de D&D a Combatentes com Poderes bloquearam isso.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #32 Online: Agosto 15, 2014, 08:52:41 pm »
Em certo sentido, ele está certo. Se você pegou uma das 4 classes sem magia do sistema, é porque você quer ser um Lambe-Botas de Conjurador.  :P

Tem razão. por um momento eu esqueci de qual sistema estávamos falando  :b
« Última modificação: Agosto 15, 2014, 09:07:40 pm por Voltaire »
War never changes

Offline Atmo

  • Observe as estrelas, mas não largue seu coração
    • Ver perfil
    • Atmoland
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #33 Online: Agosto 18, 2014, 11:22:45 am »
Parece que a Paizo lançou o contra-ataque com as classes híbridas, tem até um Monk melhor que o da 5e.
Narrando:
OVA: The Anime Role-Playing Game, 3D&T, Double Cross.

Jogando:
D&D 5e T.T

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re: [D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #34 Online: Agosto 18, 2014, 11:50:27 am »
Mas ainda atrelado ao Pathfinder, de que adianta? Se eu quisesse algo assim voltaria a jogar a 3.5.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #35 Online: Agosto 18, 2014, 12:05:18 pm »
Mas ainda atrelado ao Pathfinder, de que adianta? Se eu quisesse algo assim voltaria a jogar a 3.5.

Agora com o lançamento da 5e nos teremos o retroclone wars  :bwaha:
War never changes

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #36 Online: Agosto 18, 2014, 01:45:32 pm »
Citar
Agora com o lançamento da 5e nos teremos o retroclone wars  :bwaha:

Nem Next nem Pathfinder são remotamente similares a Retroclones.

Citar
Parece que a Paizo lançou o contra-ataque com as classes híbridas, tem até um Monk melhor que o da 5e.

E por quais motivos o Brawler (que não é um Monge) seria melhor que o Monge do D&D Next?  :)

Offline Atmo

  • Observe as estrelas, mas não largue seu coração
    • Ver perfil
    • Atmoland
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #37 Online: Agosto 18, 2014, 02:22:18 pm »
Citar
Parece que a Paizo lançou o contra-ataque com as classes híbridas, tem até um Monk melhor que o da 5e.

E por quais motivos o Brawler (que não é um Monge) seria melhor que o Monge do D&D Next?  :)
D6 de dano desarmado.
Narrando:
OVA: The Anime Role-Playing Game, 3D&T, Double Cross.

Jogando:
D&D 5e T.T

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #38 Online: Agosto 18, 2014, 03:33:48 pm »
E?

Offline Atmo

  • Observe as estrelas, mas não largue seu coração
    • Ver perfil
    • Atmoland
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #39 Online: Agosto 19, 2014, 11:55:51 pm »
E?
Pera, preciso colocar o alerta de sarcasmo?
Narrando:
OVA: The Anime Role-Playing Game, 3D&T, Double Cross.

Jogando:
D&D 5e T.T

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #40 Online: Agosto 20, 2014, 12:05:47 am »
Sim.

Offline MaNdRaK

  • Num sabia que dava pra trocar o nome!
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #41 Online: Agosto 20, 2014, 09:24:25 am »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #42 Online: Agosto 28, 2014, 01:29:30 pm »
O meu chegou hoje, só dei uma folheada por cima.

Ilustrações hediondas, em relação a arte do livro Numenera, 13th Age, Pathfinder e D&D 4° estão muito superiores ao D&D 5°.

Gostei da simplicidade dele pelo pouco que eu vi.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #43 Online: Agosto 28, 2014, 04:55:51 pm »
Ilustrações hediondas, em relação a arte do livro Numenera, 13th Age, Pathfinder e D&D 4° estão muito superiores ao D&D 5°.

Gosto não se discute, mas cê achou a arte do core do 13th Age melhor que a da 5e? Tá certo que tem os halflings "FormiguinhaZ", mas pô, as ilustrações do 13A são do nível "ok" pra baixo (com poucas exceções), imho.

Mas Numenera é foda mesmo.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #44 Online: Agosto 28, 2014, 05:19:06 pm »
Eu estou mais próximo do Bispo - Em geral, eu gostei da apresentação visual do D&D Next, embora diversas imagens não tenham correspondido ao meu gosto, como a arte reutilizada de edições anteriores (Draconato do PHB Races: Dragonborn, um dos Magos Icônicos vem do Heroes of Shadow, a ilustração que antecede a lista de magias - que aliás, é o Rary - é capa da da Dragon 405), a abominação que são os Halflings e Gnomos, a Druida Icônica (Bikini Armor), Samurai, a Outlander e diversas ombreiras que são incomodamente grandes.
« Última modificação: Agosto 28, 2014, 05:24:10 pm por Evola »

Offline Heitor

  • Demagogo
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #45 Online: Agosto 28, 2014, 06:52:03 pm »
Elfo, você não gostou de metade das ilustrações do livro  :linguinha:

E eu fiquei com a impressão que é um livro com pouquíssimas figurinhas. Combinado com o projeto gráfico que eu não curto (página texturizada), deixou a leitura bem maçante pra mim.
« Última modificação: Agosto 28, 2014, 06:53:46 pm por Heitor® »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #46 Online: Agosto 28, 2014, 08:54:30 pm »
Citar
Elfo, você não gostou de metade das ilustrações do livro  :linguinha:

Mas eu gostei bastante das imagens que não comentei. Eu coloco o livro do D&D Next como um dos melhores trabalhos estéticos na linha D&D, rivalizando com Forgotten Realms: CS da 3e e o PH 3.5, ficando atrás apenas de Planescape e Birthright.

Offline Heitor

  • Demagogo
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #47 Online: Agosto 30, 2014, 01:37:12 pm »
Me ocorreu essa possibilidade: será que as regras suportariam coisas como "intra-multiclasse"? Por exemplo, um Guerreiro nível 10 que é Battle Master 5/ Eldritch Knight 5? Pensei nisso porque cada classe tem árvores de habilidade autoexcludentes, e eu gostaria de jogar com algo mais modular, como no SW Saga Edition.

Reparem que eu não digo que seria vantajoso, apenas levanto a possibilidade. Mas será que o sistema quebraria muito e/ou fácil? Porque as subclasses fazem um papel misto entre classes de prestígio e níveis substitutos da edição 3.5, mas são menos flexíveis que a encarnação anterior.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #48 Online: Setembro 01, 2014, 09:52:00 am »
Me ocorreu essa possibilidade: será que as regras suportariam coisas como "intra-multiclasse"? Por exemplo, um Guerreiro nível 10 que é Battle Master 5/ Eldritch Knight 5? Pensei nisso porque cada classe tem árvores de habilidade autoexcludentes, e eu gostaria de jogar com algo mais modular, como no SW Saga Edition.

Reparem que eu não digo que seria vantajoso, apenas levanto a possibilidade. Mas será que o sistema quebraria muito e/ou fácil? Porque as subclasses fazem um papel misto entre classes de prestígio e níveis substitutos da edição 3.5, mas são menos flexíveis que a encarnação anterior.

Você diz algo como transformar as habilidades de (sub)classe em talents e deixar a escolha livre? Sinceramente, não vejo o porquê. Primeiro por conta do que você já disse: as habilidades não casam tão bem uma com as outras (de maneira geral, mas casos específicos com certeza existem). Segundo porque teria que se repensar como funcionaria o sistema de multiclasse. E terceiro porque a classe em si já lhe oferece um pacote de habilidades, independente da subclasse escolhida. Ou seja, não é um Ftr 10 (BM 5/EK 5), é Ftr (BM) 10 ou Ftr (EK) 10.

Mas se você pensar nessa questão modular à semelhança dos feats Magic Initiate ou Martial Adept, pode funcionar.

Offline taverneiro

  • GM sedentário
    • Ver perfil
    • Nereus RPG
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #49 Online: Setembro 21, 2014, 09:31:07 am »
Comprei ontem o PHB. Do pouco que eu vi, gostei demais. Claro, são as primeiras impressões e posso quebrar a cara daqui um tempo (e rir deste post daqui uns meses).

1. Notei uma preocupação em respeitar o que o D&D significa. Dungeons & Dragons é um ícone de um hobby que é maior que o próprio hobby que ele representa. As primeiras páginas são um: "bem vindo a 40 anos de D&D. Este são as regras para você entrar no clube. Crie seu personagem, agarre um d20 e divirta-se". A introdução foi bem cuidadosa. Beeeem melhor que a da terceira edição.

2. Curti a relação quase explícita do PHB com Forgotten Realms. Por outro lado gostei dos lembretes constantes de que "ei, isso aqui ainda é o seu jogo. Faça dele o que quiser". Para o pessoal experiente é uma constatação do óbvio. Mas talvez é uma abordagem simpática para o leitor de primeira viagem no RPG.

3. Gostei de voltarem a trás no set básico de classes e raças, como na terceira edição. O PHB volta a ser o "core" como eu conhecia da segunda e terceira edição. Mas gostei da nova roupagem (talvez da quarta edição - a qual nunca vi). Julgo este um PHB muito bem organizado.

4. Gostei da simplicidade (aparente) do sistema. Pelo que foleei eles agruparam muitas coisas em uma só e isso é bom pra mim. Espero que esta simplificação reflita em um jogo mais ágil. É esperar pra ver :)

5. Este é um PHB amigável ao jogador iniciante. Gostei dos exemplos, da introdução e de como as coisas são apresentadas.

Em outras palavras, este D&D me passa confiança e curti o fato de ter muita coisa dos clássicos do D&D nas entrelinhas. É quase um "best of D&D". As ilustrações são fantásticas e passam um clima legal e quase "agnóstico" para um "Core Rulebook".

Ouso dizer que esta tem tudo para ser a minha edição favorita do D&D.

« Última modificação: Setembro 21, 2014, 09:33:05 am por taverneiro »
"The secret we should never let the gamemasters know is that they don't need any rules." - Gary Gygax

"RPG é pra jogar, c@r#$ho!!! Abandone o ódio e vai jogar alguma coisa" - Eu

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re: [D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #50 Online: Setembro 21, 2014, 10:30:49 am »
Compartilho das impressões que você teve. E do medo também. XD Só testando em mesa pra falar com certeza, mas de início a impressão foi bem melhor que o esperado.

Offline Smaug

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #51 Online: Setembro 21, 2014, 11:45:31 am »
Peguei o livro em mãos a uns dois dias... só folheei, então não dá pra fazer um julgamento muito justo. Quase 50% do livro é lista de magia e um capitulo inteiro falando de realizar magias. Isso ativou em mim um sentimento que eu tinha conseguido evitar na 4e, que era o preconceito inicial com algo, a partir dai vai se difícil aceitar D&D next. Não sei ainda, como a maioria, como o sistema vai se comportar em mesa, mas quando você tem metade de um livro dedicado exclusivamente a um grupo de classes, dificilmente vai sair algo equilibrado. É como dizer que jogar com parentes em uma mesa de  garou em W20 é equilibrado quando os primeiros tem menos de um capitulo dedicado a eles e o os segundos recebem o resto do livro. Visualmente o livro tá lindo! Agora é convencer o amigo que tem a mestrar pra ver como tá o jogo (e mais dificil, convencer ele a mestrar usando todas as regras e sem house rules pra ver realmente como está o jogo).
This happens all the time. No matter how epic the battle, once begun, the thing sounds more or less like a bingo game: People shout out numbers and other people get excited about them.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #52 Online: Setembro 21, 2014, 12:35:49 pm »
Well, eu devo fazer um review (embora eu prefiro chamar de "Segundas Impressões") mais adiante, mas é bem fácil resumir D&D Next: É um sistema com uma base mecânica bastante decente, rápida e feito para ser a "Festa Total e Completa" dos Conjuradores.

Não é preciso "ter medo". Esse é o espírito de D&D e aquilo que os jogadores que responderam as pesquisas da WotC queriam. Exatamente o que eles queriam, aliás. :)

Offline taverneiro

  • GM sedentário
    • Ver perfil
    • Nereus RPG
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #53 Online: Setembro 21, 2014, 01:18:29 pm »
Citar
Quase 50% do livro é lista de magia e um capitulo inteiro falando de realizar magias.
Não tem muito o que dizer: para mim, D&D sempre foi assim. Não conheço a quarta edição, então não saberia dizer se isso algum dia foi muito diferente...

Posso estar errado - pois já despachei o PHB das outras edições pro sebo aqui perto de casa, mas o PHB da terceira edição e segunda edição eram mais ou menos assim: metade do livro eram magias. Olhando o PHB da primeira edição, noto uma proporção ainda maior: O livro tem 107 páginas e a lista de spells começa na página 40.

Quanto à ascenção dos conjuradores: eu aconselho esperar pelo Dungeon Master Guide e seus eternos conselhos sobre como o grupo pode gerenciar o papel de cada classe dentro da aventura, independente da lógica das regras.

Quão abstrato (para não dizer "papo furado") é isso? Acho que depende do estilo do jogo de cada um.
« Última modificação: Setembro 21, 2014, 01:21:43 pm por taverneiro »
"The secret we should never let the gamemasters know is that they don't need any rules." - Gary Gygax

"RPG é pra jogar, c@r#$ho!!! Abandone o ódio e vai jogar alguma coisa" - Eu

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #54 Online: Setembro 21, 2014, 01:58:30 pm »
Eu vi o phb em pdf e a minha impressão foi de uma 3e com sal, pimenta e um pouco de molho por cima  :b

Mas como o elfo disse: se o que você espera é um sistema onde conjuradores dominam a 5e é perfeita.

o que, infelizmente, não é o que eu e algumas outras pessoas esperavam
« Última modificação: Setembro 21, 2014, 03:20:18 pm por Sirus »
War never changes

Offline Smaug

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #55 Online: Setembro 21, 2014, 02:05:59 pm »
Citar
Posso estar errado - pois já despachei o PHB das outras edições pro sebo aqui perto de casa, mas o PHB da terceira edição e segunda edição eram mais ou menos assim: metade do livro eram magias. Olhando o PHB da primeira edição, noto uma proporção ainda maior: O livro tem 107 páginas e a lista de spells começa na página 40.
Eu sei que sempre foi desse jeito... com exceção da 4e... e o fato deles voltarem atrás em uma coisa que sempre deu problema em D&D é o que está me deixando incapaz de gostar dessa edição... pode ser que quando eu jogue ela eu veja que não é um algo tão monstruoso assim, que mesmo tendo pouco espaço os não-conjuradores brilham em pé de igualdade na mesa... mas duvido. Mas duvido, duvido muito mesmo. Mas é como o Evola falou ai em cima, é o que a maioria quer de D&D, conjuradores semiu-deuses e guerreiros mundanos... provavelmente continuarei na 4e, nem grupo eu tenho direito, e é uma edição que permite que meu guerreiro de espada e escudo divida os holofotes sem depender de malabarismo mental descritivo e boa vontade do mestre.

Citar
Quanto à ascenção dos conjuradores: eu aconselho esperar pelo Dungeon Master Guide e seus eternos conselhos sobre como o grupo pode gerenciar o papel de cada classe dentro da aventura, independente da lógica das regras.
Teve uma época em que eu acreditava e tentava por em prática esses conselhos, mas era uma época mais inocente, onde eu achava que matar minions esqueletos com meu guerreiro de 15º nível era um forte contribuição pro grupo, enquanto o mago estava do outro lado segurando o verdadeiro combate sozinho...
This happens all the time. No matter how epic the battle, once begun, the thing sounds more or less like a bingo game: People shout out numbers and other people get excited about them.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #56 Online: Setembro 21, 2014, 02:37:40 pm »
Citar
Quanto à ascenção dos conjuradores: eu aconselho esperar pelo Dungeon Master Guide e seus eternos conselhos sobre como o grupo pode gerenciar o papel de cada classe dentro da aventura, independente da lógica das regras.

Não existe "conselho" que remedie intenção de design e como o sistema foi feito para operar.

Citar
Eu vi o phb em pdf e a minha impressão foi de uma 3e com sal, pimenta e um pouco de molho por cima

Tem algumas semelhança com a 3e, mas não são tão grandes assim - a maioria das regras do Next são mais simples, não há a expectativa de que seus personagens terão ítens mágicos (well, ao menos é o que os autores dizem - as aventuras oficiais estão cheias deles) e mesmo o multiclasse é melhor (embora, as always, melhor para conjuradores).

Citar
guerreiros mundanos

Abaixo de mundanos.  :P

Um Arqueiro em D&D não consegue emular um arqueiro excepcionalmente rápido no mundo real, e existe um tópico na EnWorld (que está em reformas) que compara um personagem de nível alto em D&D com os recordistas em algumas categorias - e os recordistas quase sempre vencem.

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #57 Online: Setembro 21, 2014, 04:11:18 pm »
Julgar pelo número de páginas dedicadas aos capítulos de magias ou por tópicos de forum warriors parece levemente precipitado. Tô mais curioso pra ouvir relatos de quem já está jogando e pode avaliar o que aconteceu de verdade na mesa.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #58 Online: Setembro 21, 2014, 04:51:07 pm »
Citar
Tô mais curioso pra ouvir relatos de quem já está jogando e pode avaliar o que aconteceu de verdade na mesa.

Dado que a versão final de Next saiu há um mês e que para haver um volume considerável de campanhas 1-20 deve demorar ao menos um ano, eu recomendaria que espere pacientemente.

That said, eu estou com um jogo de D&D Next (a contragosto meu, mas a outra alternativa era Pathfinder) no nível 3 no momento - e com os jogadores com um temor razoável de Hobgoblins (ou melhor, Ors bem treinados usando a ficha deles).  :)
« Última modificação: Setembro 21, 2014, 04:58:44 pm por Evola »

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #59 Online: Setembro 21, 2014, 04:58:51 pm »
Não precisa completar uma campanha em nível 20 pra formar opinião, até porque se demorar tudo isso pra começar a surgir problema eles não vão me afetar de verdade.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #60 Online: Setembro 21, 2014, 05:04:18 pm »
Citar
Não precisa completar uma campanha em nível 20 pra formar opinião, até porque se demorar tudo isso pra começar a surgir problema eles não vão me afetar de verdade.

Yep, mas se for levar em conta que um jogo precisa funcionar relativamente bem em todos seus níveis e alguns problemas surgem a partir de certos níveis, é esse tipo de jogo que serve como Acid Test (por exemplo, para notar que o "Nice spot" de D&D 3e era entre os níveis 5-10).

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #61 Online: Setembro 21, 2014, 06:00:02 pm »
Bom, eu joguei uma aventura do DnD Expeditions (Defiance in Phlan) essa semana. Éramos dois jogadores experientes e duas iniciantes mais o Mestre. À exceção de um Ladino (que já participara de outras sessões do Adventurers League), os outros eram personagens prontos de nível 1. O grupo ficou composto assim: clérigo anão (eu), ladino humano A, ladino humano B, guerreiro humano.

Posso dizer que foi divertido. Principalmente pra mim, conjurador. Divido a experiência em dois pontos: combate e não-combate. Pra não dar spoilers da aventura, serei bem genérico.

i) Não-combate (ou o que é chamado de Interação e Exploração) nas regras.
Salvo por um momento em que precisamos ser furtivos (nem magias colaborariam, ainda, com um -1 em Stealth com Desvantagem pela chainmail), não tive limitações em nada. Thaumaturgy, por exemplo, é suficientemente ampla para permitir truques interessantes, como desorientar alguém numa perseguição criando sons alhures. Mesmo na hora que em que o grupo se vê impedido de avançar pela escuridão cegante, é só conjurar Light e vamos embora. E bom, são duas Cantrips, ou seja, podem ser conjuradas à vontade.

ii) Combate.
Combate foi rápido, a despeito das duas jogadoras iniciantes. Também, ladino e guerreiro de nível 1, não tem muito o que fazer além de atacar. Mesmo o outro ladino (A), que era de nível 3, não fazia muita coisa além disso.

Pra agilizar, resolvi ir com as duas magias de domínio preparadas: Bless e Cure Wounds. E também as duas casavam com o tema do personagem (um ex-soldado desiludido com as guerras [toca War Pigs ao fundo] e que encontrou em Torm uma causa justa para lutar). Mas confesso que se tivesse tempo, daria uma olhada mais cuidadosa na lista. Tem magias boas por lá.

Mas, no fim, foi o clérigo anão que resolveu direta ou indiretamente TODOS os combates. E não digo isso de maneira orgulhosa, frise-se bem. No primeiro, uma emboscada numa estrada, pela desvantagem numérica e pelo DPR do grupo não estar lá essas coisas, resolvi usar Thaumaturgy para amedrontar os goblins e os forçarem a fugir. Proficiência em Charisma + Intimidar (perícia)+ Vantagem resolveram a parada.

No combate seguinte, enquanto os outros membros se esforçavam para acertar os ataques, queimava a galera com Sacred Flame -- Save de Destreza CD 13. No mais, Thaumaturgy de novo ajudou ao enfraquecer a luz das tochas, tornando mais fácil a furtividade dos ladinos.

E lembra que falei do teste de Stealth? Então, nem contei com ele. Como sabia que iria falhar, fiz-me de alvo enquanto os outros personagens trabalhavam no plano (que era se esconder para emboscar). No fim, com uma CA 18 nem fui acertado.

E só pra relatar o último combate, contra uma criatura estranha à la Cthulhu (depois o DM disse que era um Grick). A sala tinha um efeito que fazia com que os personagens rolassem um teste de resistência de Sabedoria (CD 13) para não ficarem amedrontados (frightened). Ou seja, ou passavam ou não entravam nela e tinham Desvantagem em qualquer teste de habilidade ou ataque. E o que aconteceu? Isso mesmo que vocês imaginam: ninguém passou, exceto o clérigo anão. Então olha lá ele peitando o Grick sozinho enquanto os outros personagens corriam de medo -- literalmente. Mesmo na hora em que, vendo que o restante do grupo estava amedrontado, resolvi lançar Bless, o mestre disse para eu desencanar que o monstro já estava na bita. Então, taca-le Sacred Flame.

No fim, foi isso. Eu sei que a experiência é bem subjetiva, dependendo de fatores como composição do grupo, conhecimento das regras, habilidade do DM etc. Mas se for pra falar algo do novo DnD é: não saia de casa sem seu amigo clérigo.

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #62 Online: Setembro 21, 2014, 06:53:23 pm »
E só pra relatar o último combate, contra uma criatura estranha à la Cthulhu (depois o DM disse que era um Grick). A sala tinha um efeito que fazia com que os personagens rolassem um teste de resistência de Sabedoria (CD 13) para não ficarem amedrontados (frightened). Ou seja, ou passavam ou não entravam nela e tinham Desvantagem em qualquer teste de habilidade ou ataque. E o que aconteceu? Isso mesmo que vocês imaginam: ninguém passou, exceto o clérigo anão. Então olha lá ele peitando o Grick sozinho enquanto os outros personagens corriam de medo -- literalmente.

Mas o combate levou quantos turnos sem ninguém passar num teste? Porque o teste repete a cada rodada e depois de um sucesso fica imune por 24h.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #63 Online: Setembro 21, 2014, 07:12:36 pm »
Mas o combate levou quantos turnos sem ninguém passar num teste? Porque o teste repete a cada rodada e depois de um sucesso fica imune por 24h.

Se me lembro bem, esse combate durou umas cinco rodadas. Depois da terceira, um de cada vez, o restante do grupo já estava frightened, menos meu clérigo anão (fui bem sucedido já na primeira rodada). E eles falharam em todos os saves seguintes (agora não lembro se o DM aplicou o efeito do frightened nas rolagens de ST, acredito que sim).

Bem a verdade, poderia ter ficado fora do alcance da criatura e ficar lançando Sacred Flame (ou Inflct Wounds) de longe (afinal o cantrip tem 60 ft. de range). Mas além de ser maçante, também era anticlímax (pelo personagem e pelo plot, já que tinha alguém a ser resgatado lá e tals).

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #64 Online: Setembro 21, 2014, 07:34:25 pm »
No máximo eles teriam desvantagem no primeiro teste, depois que os pilares saíssem da linha de visão já não afetaria mais. Mesmo assim, é anticlimático um grupo conseguir ficar sem ação por todo mundo falhar saves tantas rodadas seguidas. Manda benzer esses dados aí!  :bwaha:

Re: Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #65 Online: Setembro 22, 2014, 07:46:10 am »
No máximo eles teriam desvantagem no primeiro teste, depois que os pilares saíssem da linha de visão já não afetaria mais. Mesmo assim, é anticlimático um grupo conseguir ficar sem ação por todo mundo falhar saves tantas rodadas seguidas. Manda benzer esses dados aí!  :bwaha:

Era um mestre americano, cara. Você joga pelas regras. Não importa quão bizarras elas sejam.

(Só pra ilustrar uma outra situação dessas: após uma breve introdução/explicação sobre DnD,  a iniciante que jogou com um dos ladinos, ficou empolgada e perguntou se o personagem dela poderia ser um elfo ao invés de humano, como constava na ficha. A resposta do mestre: "lógico, mas não agora".

Pô, era um one-shot, com pessoas que vc provavelmente nunca mais verá na vida. Custava fazer um reskin e dizer que o personagem era um elfo? A cara de frustração da jogadora foi decepcionante.

Mas pelo receio de alterar as regras, tendo que reconstruir a ficha, o cara vetou. Tá certo que tinha o "peso" de ser uma aventura válida pelo Adventurers League, mas duvido que aquela garota vá participar de novo de uma mesa dessas com esse personagem.)

PS: Elfo, cê vai adorar as imagens reaproveitadas do MM no Starter Set (ou o contrário, se vc seguir a ordem de publicação).

Offline Smaug

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #66 Online: Setembro 22, 2014, 09:09:23 am »
Por outro lado, você só vai saber quão bizarras são as regras e o quanto o sistema está funcional usando todas elas...
This happens all the time. No matter how epic the battle, once begun, the thing sounds more or less like a bingo game: People shout out numbers and other people get excited about them.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #67 Online: Setembro 22, 2014, 10:39:15 am »
Dúvida básica: No D&D 5th as magias exigem componentes materiais como na 3rd?

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re: [D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #68 Online: Setembro 22, 2014, 10:47:21 am »
Sim, esquema quase idêntico.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #69 Online: Setembro 22, 2014, 11:01:09 am »
Sim, esquema quase idêntico.
E isso implica que seu o mago perder seus eqps, ele ficaria praticamente limitado à cantrips?
Outra dúvida: se ele tivesse seu grimório destruído ele ficar impossibilitado de conjurar magias?

Offline Heitor

  • Demagogo
    • Ver perfil
Re: [D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #70 Online: Setembro 22, 2014, 11:18:17 am »
Acredito que sim, para as duas coisas.

Mas é estranho, nunca ouço muitas conversas sobre como o pobre mago que fica inútil sem seus aparatos arcanos.

Deve ser porque O MAGO É IMPLACÁVEL.


Offline kinn

  • Abranubis
  • supreme sorcerer-psion multiclass
    • Ver perfil
    • Contos da Crisálida
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #71 Online: Setembro 22, 2014, 11:20:49 am »
As magias que preparou no dia - como estão na memória podem ser copiadas logo em outro grimório; as demais são perdidas.
É possível fazer backups de um grimório a um custo menor e mais rápido do que leva normalmente para acrescentar uma magia nova.
E lá recomenda deixar os backups em casa...
Pesquisas provam:
(click to show/hide)

Offline MaNdRaK

  • Num sabia que dava pra trocar o nome!
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #72 Online: Setembro 22, 2014, 11:34:18 am »
As magias que preparou no dia - como estão na memória podem ser copiadas logo em outro grimório; as demais são perdidas.
É possível fazer backups de um grimório a um custo menor e mais rápido do que leva normalmente para acrescentar uma magia nova.
E lá recomenda deixar os backups em casa...

Eu conheci um cara que andava com o HD de backup junto do notebook, na mochila. Foi roubado e perdeu tudo, o PC e o backup dele.

Se eu fosse um mago, ouviria a WotC, eles são sábios  :hum:

Offline Smaug

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #73 Online: Setembro 22, 2014, 12:13:12 pm »
Eu não sei como que os magos, com suas inteligências 18+, não pensaram em um efeito nuvem para fazer backup das magias...
This happens all the time. No matter how epic the battle, once begun, the thing sounds more or less like a bingo game: People shout out numbers and other people get excited about them.

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #74 Online: Setembro 22, 2014, 12:34:53 pm »
O que seriam as cidades voadoras, se não um sistema de backup na nuvem?  :haha:

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #75 Online: Setembro 22, 2014, 12:51:54 pm »
Eu não sei como que os magos, com suas inteligências 18+, não pensaram em um efeito nuvem para fazer backup das magias...

Eu tenho uma ideia melhor: acabar com essa palhaçada de grimorio
War never changes

Offline Smaug

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #76 Online: Setembro 22, 2014, 12:55:47 pm »
Não sei, acho que tem como agradar todo mundo, dá pra fazer (e fizeram) uma classe que não precisa de livros pra fazer magia, pra quem gosta de conjuração sem livros e dá pra ter o mago com seus grimórios...

E só pra rir um pouquinho dos críticos da 4e...
Citar
The other reason it's so easy is that, finally, D&D is ergonomically designed, just like video games.
http://kotaku.com/its-the-perfect-time-to-play-dungeons-dragons-1636855000?utm_campaign=Socialflow_Kotaku_Facebook&utm_source=Kotaku_Facebook&utm_medium=Socialflow
« Última modificação: Setembro 22, 2014, 02:53:55 pm por Smaug »
This happens all the time. No matter how epic the battle, once begun, the thing sounds more or less like a bingo game: People shout out numbers and other people get excited about them.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #77 Online: Setembro 22, 2014, 03:12:22 pm »
Citar
PS: Elfo, cê vai adorar as imagens reaproveitadas do MM no Starter Set (ou o contrário, se vc seguir a ordem de publicação).

Esse tipo de "cópia" não me incomoda muito porque o Starter Set é um "livro menor" do sistema. Eu quero ver se eles chegaram ao nível da 4e, onde ao menos 1/10 das imagens dos CORES vinham de D&D 3e.

Citar
E isso implica que seu o mago perder seus eqps, ele ficaria praticamente limitado à cantrips?

Não se tiver a lista correta de magias, como aquelas que não exigem componentes materiais ou que exigem apenas componentes verbais.

E apenas lembrando que um Conjurador que tenha um foco arcano (varinha, cajado e cia) não precisa de componentes materiais, a menos que eles tenham um custo fixado em POs.

Citar
Outra dúvida: se ele tivesse seu grimório destruído ele ficar impossibilitado de conjurar magias?

Não - ele apenas não pode trocar a sua lista de magias preparadas - as magias que ele já preparou podem ser utilizadas tranquilamente.

É sério, estamos tratando do Mago aqui. Acha que em algum momento o Floquinho de Neve pode ser "desfavorecido" pelo sistema?  :P

Citar
Eu não sei como que os magos, com suas inteligências 18+, não pensaram em um efeito nuvem para fazer backup das magias..

Netheril: Empire of Magic. Também serve como exemplo porque Nuvens nem sempre são uma boa ideia, ainda mais quando alguém danifica a Weave.  :P

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #78 Online: Setembro 22, 2014, 04:08:18 pm »
É sério, estamos tratando do Mago aqui. Acha que em algum momento o Floquinho de Neve pode ser "desfavorecido" pelo sistema?  :P
Bem estou tentando imaginar se há uma pequena chance de equilibrar esse arsenal bélico conjurador com os risórios poderes dos não conjuradores, mas a princípio dá pra perceber que o 5th é um remake da 3rd.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #79 Online: Setembro 22, 2014, 04:15:01 pm »
Citar
Bem estou tentando imaginar se há uma pequena chance de equilibrar esse arsenal bélico conjurador com os risórios poderes dos não conjuradores, mas a princípio dá pra perceber que o 5th é um remake da 3rd.

Não é, por enquanto, uma situação tão ruim quanto a de D&D 3e. A mecânica de Concentração reduziu bastante o número de buffs que se acumulam, que eram uma das fontes massivas de poder dos Conjuradores.

Eu já listei em um post anterior algumas medidas, inspiradas em edições anteriores, para "incomodar" Conjuradores na sua busca por "Poderes Cósmicos Fenomenais". A saber:

Mas se deseja importunar mais algumas classes, vejamos (Eu vou ignorar o Warlock temporariamente, porque ele é muito menos versátil que Mago, Clérigo, Druida e cia):

1. Retire o conhecimento automático de todas magias divinas. Deixe-os aprender magias como outros conjuradores (Mago, por exemplo). Todos usariam um Livro de Oração (aka, Grimório).

2. Aumente o preço e o tempo necessário para aprender magias (Se um não-Conjurador demora 250 dias para aprender a jogar Truco, um Conjurador deveria precisar de tempo similar).

Como um exemplo, aprender uma magia agora exigiria 2 dias para cada nível de magia (ao invés de 2 horas), com um teste de Spellcasting Ability + Proficiency com CD 16 + Nível de Magia. Se falhar, nada de aprender magias (e não tem como aprender a mesma magia, nunca mais).

3. Conjurar Magias em Área Ameaça gera Ataque de Oportunidade. Ser alvejado por um AdO exige um Teste de Concentração para não perder a magia conjurada (e obviamente, outro teste caso ele tenha uma magia de Concentração já conjurada) - isso exigira mudar o talento Mage Slayer, que é o que dá essa habilidade.

4. Magos, Clérigos e Druidas não podem aprender magias de ao menos 2 Escolas, nem usar Ítens Mágicos que permitam fazer isso.

5. Utilizar magias de ítens mágicos (Cajados, Varinhas) exige o uso de slots do Conjurador. Nada de magias extras por dia pagandos alguns POs. Guerreiros não ganham poderes extras por ítens mágicos, Magos não ganham também.
« Última modificação: Setembro 22, 2014, 04:19:24 pm por Evola »

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #80 Online: Setembro 22, 2014, 04:20:51 pm »
Não é, por enquanto, uma situação tão ruim quanto a de D&D 3e. A mecânica de Concentração reduziu bastante o número de buffs que se acumulam, que eram uma das fontes massivas de poder dos Conjuradores.
Como funciona essa mecânica?
E segundo, todas alternativas que você citou acredito que sejam House Rules, porém eu tinha uma esperança que houvesse algo no próprio sistema que ajudasse a equilibrar o mesmo.

Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #81 Online: Setembro 22, 2014, 04:22:03 pm »
Pra quem tava especulando sobre o como funciona o jogo nos níveis finais, o Mike Shea, do Sly Flourish publicou um video do grupo dele enfrentando o Tarrasque.


Re:[D&D Next] Alguém já conseguiu o Livro do Jogador
« Resposta #82 Online: Setembro 22, 2014, 04:25:30 pm »
Citar
Como funciona essa mecânica?

Um bom número de magias tem como descritor o termo "Concentração". O Conjurador só pode ter uma magia com esse descritor ativa por vez (ou seja, conjurou outra magia de Concentração com uma já ativa, perdeu o efeito da magia original) e enquanto estiver sob efeito dela, toda vez que for alvo de ataque e sofrer dano, tem que fazer um teste de Constituição CD 10 ou Metade do Dano, o que for maior. Se reprovar, a magia perde o efeito.

Citar
E segundo, todas alternativas que você citou acredito que sejam House Rules, porém eu tinha uma esperança que houvesse algo no próprio sistema que ajudasse a equilibrar o mesmo.

Nope, não há.