Autor Tópico: Voltando Para Eberron  (Lida 3406 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Voltando Para Eberron
« Online: Outubro 07, 2016, 12:34:11 am »
Devido á uma série de eventos recentes eu estou passando por uma onda de nostalgia pelo cenário de Eberron, incluindo encontrar minha cópia do livro básico, junto de uma fanfic que escrevi aos 13 anos e então fazer a aventura do livro básico em um one-shot de última hora.

E devido ao fato de estar ocupado em uma campanha de horror vitoriano, não vou poder começar uma campanha no cenário por um tempo indeterminado.

Então vou aproveitar esta onda de hype pelo cenário e começar a campanha desde então, tanto como exercício criativo como desculpa para re-explorar o mundo de Eberron. 

Vamos começar definindo algumas coisas:




Recursos do Barão:
Minha principal fonte de informação é uma cópia do livro de cenário da terceira edição, que eu ainda estou relendo. Eu lembro bem de todos os conceitos principais, mas os detalhes sobre países ainda precisam ser reestudados.

Por exemplo, eu sei que Karnath é a Alemanha com necromantes e Sharn é a Nova York do continente, mas não sei os pontos de interesse desses locais e só vou lembrar o que é Q’Barra se tiver o livro em mãos.

Por enquanto meu outro recurso são páginas da internet: A wiki de Eberron; o site de Keith Baker; e alguns artigos aqui na própria Spell.

Eu acompanhei previews dos livros da quarta edição, mas nunca vi nada dos livros em si e não tenho certeza das mudanças do cenário.



O que Gosto de Eberron
Estes são os detalhes que me atraíram para o cenário. Obviamente eles devem ser foco da campanha, ou pelo menos presentes de alguma maneira:
-Temática Pulp-Noir: Eu sou um fã de ambos os gêneros, assim como reinterpretações modernas, e a forma como influenciaram Eberron foi uma das primeiras coisas que me atraiu a ele, como detetives, trens (locais para se lutar em cima ou para se investigar assassinatos), uma Nova-York-SQN (próxima de um continente perdido) e uma boa quantidade de dinossauros.

-Dungeon-Punk: Artificers, Warforgeds, veículos movidos á elementais e toda aquela dança.

-Intriga e Espionagem:  Eberron tem uma boa quantidade de forças anciãs tentando manipular o mundo secretamente, o continente principal está em uma guerra fria e praticamente todo mundo tem sua própria organização de espionagem/assassinato.

Eu quero fazer uma campanha que tenha essas intrigas e uma sensação de paranóia... Logo antes da batalha em cima do trem.

-Sociedades de Monstros: Para mim, talvez o maior diferencial de Eberron na época é que ele tratava monstros com mais complexidade do que no jogo básico. Goblins eram líderes de seu próprio império, Gorgonas reuniram uma nação de monstros, orcs podiam ser tanto cultistas insanos quanto druidas anti-aberrações e dragões tinham uma conspiração baseada em uma força metafísica universal etc.

Nessa campanha eu quero que os jogadores interajam bastante com monstros/raças monstruosas, decidindo quem são aliados ou inimigos baseado no indivíduo.

Eu gostaria da oportunidade de fazer vozes extravagantes.

-Dinossauros: Não muito a dizer. Eu simplesmente gosto da forma como eles foram incluídos.


 Sistema
O plano atual é adaptar o cenário para algum dos meus sistemas Du jour. As duas opções principais são:

-Radiance: Eu já fiz um tópico falando do sistema aqui neste mesmo fórum. Sendo uma variação de D&D a adaptação seria fácil, principalmente considerando que o Artifice e o Warforged-SQN já são opções do jogo básico.

A maior desvantagem de Radiance é  que é o sistema que estou usando na campanha Vitoriana, e uma segunda campanha nele poderia ser enjoativo. E eu precisaria criar regras para algumas raças (Shifter, Kalashtar e Changeling).

-Savage Worlds: O sistema tem a vantagem de já ser feito para o estilo de ação pulp, alguns fãs já terem feito adaptações de Eberron para ele, e criar material novo seria mais fácil do que em Radiance, além de variar os sistemas entre campanhas.

A maior desvantagem é que Savage Worlds perde muitos dos D&Dismos, especialmente no sistema de magia.


Personagens:
Eu costumo criar personagens prontos para os jogadores escolherem na hora. Sem saber qual sistema usar, vou pensar apenas no conceito por trás de cada um antes de trabalhar com regras.

O primeiro passo seria incluir tipos de personagens típicos de Eberron (Artificers, Warforged e dragonmarks), ou variações de arquétipos com um twist do cenário (um druida que também é um orc, ou um assassino que também é um espião das várias organizações citadas).

O segundo passo é fazer um grupo diverso, tanto em investigações e intrigas, quanto na luta em cima do trem.

Locais e Temas
Eu sei que a campanha irá se passar no continente principal, com talvez algumas visitas ao continente selvagem perdido.

Fora isso, tenho dúvidas sobre onde se passar a campanha, os antagonistas, e o gancho principal para o grupo. Até agora pensei em ter o grupo fazendo trabalhos diversos em Sharn; donos de um navio-voador viajando pelo continente, ou espiões de algum dos governos (este último é improvável, por parecer demais com a campanha atual).


O Que Procuro?

Além de estar aberto á sugestões sobre qualquer um dos tópicos acima, eu também gostaria de saber qual material de Eberron vale a pena procurar? Quais livros e quais artigos? Alguma mudança aplicada na 4e que possa ser interessante?

(Dando preferência ao continente principal e com informações úteis idepente de sistemas.)
« Última modificação: Outubro 10, 2016, 11:33:55 pm por Barão Nemo »

Offline Balth

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #1 Online: Outubro 08, 2016, 04:42:43 pm »
Seria um PBF? Eu iria sugerir fortemente Mutantes e Malfeitores ou até mesmo Fate Core ou Acelerado (principalmente porque eu gosto desses dois e poderia criar um personagem por conta própria XD)
« Última modificação: Outubro 08, 2016, 04:45:46 pm por Balth »

Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #2 Online: Outubro 08, 2016, 04:54:05 pm »
Eu vou decepcionar e dizer que é uma campanha apenas para meu grupo local. =/

M&M e FATE* não são as escolhas principais, mas estão na lista de sistemas que uso atualmente, então ainda é uma possibilidade.


*Tecnicamente a versão Core.


Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #3 Online: Outubro 10, 2016, 10:52:02 pm »
Além de estar aberto á sugestões sobre qualquer um dos tópicos acima, eu também gostaria de saber [n]qual material de Eberron vale a pena procurar?[/n] Quais livros e quais artigos? Alguma mudança aplicada na 4e que possa ser interessante?

Malgrado minha parca experiência em Eberron (acho que a única vez que joguei foi com o Anand), lembro que o Eberron Campaign Guide foi bastante útil. É um material da era 4e, mas não tem regra. Só lore do cenário. Mas nào sei quanto ele avança na cronologia em relação ao ECS da 3.X

Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #4 Online: Outubro 11, 2016, 12:40:00 am »
Citar
Mas nào sei quanto ele avança na cronologia em relação ao ECS da 3.X

Simples, ele não avança. O cenário continua em 998 YK, 2 anos após o Tratado de Thronehold. Entretando, alguma mudanças existem como:

1. A Cosmologia foi levemente alterada (Thelanis=Feywild, Dolurrh=Shadowfell, Syberis e alguns planos "Superiores" são o Astral Sea, Khyber e os Planos Inferiores são o Elemental Chaos, Baator é adicionada como um Sempiplano Arrogante e Prisão Espiritual). Em geral, apenas mudam alguns rótulos, o funcionamento em jogo é o mesmo.

2. Draconatos aparecem (geralmente ocupando o espaço do Povo Lagarto em Q'Barra), assim como Eladrins/Gnomos e suas Feyspires (que ficavam em Thelanis, mas ficaram "presas" em Khorvaire com o Day of Mourning). E um detalhe pequeno, mas Changelings são igualados a Dopplegangers. Recomendo ignorar sumariamente essas mudanças.  :b

3. Alguns Plots são adicionados (Magebred Humans nas Ruínas de Cyre!) e raças ganham mais importância (Tieflings, Genasis).

Em linhas gerais, eu reitero a recomendação do Bispo Constantino - ECG da 4e é um livro levemente superior em organização aos ECS da 3.5. Mesmo o EPG da 4e é passável, já que inclui material de background aos jogadores e uma boa soma de plots utilizáveis em jogo.
« Última modificação: Outubro 11, 2016, 12:43:24 am por Lúcio Quíncio Cincinato »

Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #5 Online: Outubro 12, 2016, 02:52:42 am »
Citar
Além de estar aberto á sugestões sobre qualquer um dos tópicos acima, eu também gostaria de saber qual material de Eberron vale a pena procurar? Quais livros e quais artigos? Alguma mudança aplicada na 4e que possa ser interessante?

Algo que somente vi agora. Uma das melhores e mais amplas fontes sobre o cenário é o próprio autor, Keith Baker. No site oficial dele há uma boa quantidade de Q&A que ele respondeu (infelizmente alguns mais antigos, quando o site dele era Bossy, the Cow, não são fáceis de encontrar). Outra boa fonte é a Online Eberron Encyclopedia, infelizmente mantida apenas no Wayback Machine.

Outra fonte é o Grand History of Eberron, que misteriosamente nunca foi alvo da Wizards of the Coast mesmo na época em que seus fóruns funcionavam. É um compilação de fãs sobre tudo que é canônico no cenário.


Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #6 Online: Outubro 13, 2016, 10:22:44 pm »
-Obrigado pelas sugestões até agora. Eu já estou "estudando" os sites e estou procurando uma cópia física do campaign guide.

-Algo que esqueci de dizer é que pretendo discutir a possível campanha com meu grupo quando/se a atual acabar, mas até lá eu gosto de ter o máximo possível preparado.

-Neste momento tenho como candidatos três formatos de campanha: Firefly em um navio flamejante; Burn Notice no submundo de espionagem de Khorvaire, e personagens como guarda noturna de Sharn (com desculpas antecipadas á Terry Pratchett).

Por enquanto o primeiro formato tem a vantagem, com o grupo tendo controle de um navio-voador próprio e viajando pelo mundo, me dando a oportunidade de usar diferentes partes do cenário com facilidade...E eu gosto de navios voadores, como já devem ter percebido.

O segundo tem a vantagem de ser mais focado nos elementos de intriga e espionagem, com o grupo formado por veteranos e/ou párias do mundo do capa-e-adaga, ajudando os desamparados de Eberron e resolvendo conspirações.

O terceiro é mais simples: O grupo é membro da guarda da cidade de Sharn, tentando impedir que o local desmorone em pedaços.


Mas ainda tenho tempo para pensar.

Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #7 Online: Outubro 21, 2016, 04:30:23 pm »
Esta deve ser a última atualização desse projeto até/se a campanha realmente começar.

->Antes de tudo, uma pergunta: Quais são, para você, os arquétipos de personagens mais icônicos de Eberron?

Quais as raças/classes/tipos-de-personagem para PJs que melhor representam o cenário? Quando pensa em um grupo em Eberron, no que vocês pensam?

Eu pergunto por que vou preparar personagens prontos para a primeria sessão*, e embora eu já tenha alguns arquétipos em mente, quero evitar que o grupo seja limitado ao meu gosto pessoal ao invés de representar o mundo em si.

Por enquanto, os candidatos á personagens pré-prontos que tenho por enquanto são
(click to show/hide)

*Depois dela eu costumo deixar os jogadores escolherem entre continuar com a ficha escolhida ou fazer algo próprio.

-Lendo na internet sobre as mudanças da 4e para Eberron, eu decidi ignorar a edição de Tieflings e Dragonatos, a não ser que alguém insista a jogar com estas. Ainda em dúvidas quanto aos Eladrin, por que eu realmente gostei da idéia das Feyspires.

-Para a campanha eu vou usar o modelo "pessoas em um veículo voador se metendo em eletrizantes confusÕes." O grupo herda um navio lyrandar especial de um patrono misterioso, que de alguma maneira os envolve em meia dúzia de conspirações e maquinações grandiosas.

Já que a campanha atual está se focando em horrores cósmicos e facções sobrenaturais, para o jogo em Eberron eu vou tentar me focar nas conspirações mortais: Os governos das nações; o Aurum; as casas Dragonmarked e semelhantes, enquanto deixo os Daelkyr/Demônios/Quori para ocasiões especiais.


----

Bem, é isso. Obrigado novamente pela atenção.

Re:Voltando Para Eberron
« Resposta #8 Online: Outubro 22, 2016, 01:43:40 am »
Citar
Quais as raças/classes/tipos-de-personagem para PJs que melhor representam o cenário? Quando pensa em um grupo em Eberron, no que vocês pensam?

Eu vou pecar pelo excesso:


Geral
1. Aventureiro-Arqueólogo/Jornalista/Cronista
2. Veterano de Guerra
3. Ativista Político/Conspirador
4. Investigador Particular

Religiosos
1. Exorcista da Chama Prateada
2. Arqueiro Sagrado da Chama Prateada
3. Investigador Esotérico de Aureon
4. Druida Anti-Arcanista Ashbound
5. Cultista Secreto do Dragão Inferior/Sonhar Sombrio
6. Sacerdote Rural de Arawai/Boldrei
7. Necromante Moralmente Ambíguo do Sangue de Vol
8. Sacerdote Herético da Hoste Soberana
9. Protetor do Mundo Druídico

Marcados
1. Artífice Maluco da Casa Cannith
2. Cirurgião-Maluco das Casas Jorasco ou Vadalis
3. Investigador Urbano da Casa Medeith
4. Espião das Casas Medeith, Thuranni e Phiarlan
5. Mercenário da Casa Deneith
6. Controlador de Veículo Mágico das Casas Orien e Lyrandar
7. Herdeiro-Marcado Escoriado/Expulso de sua Casa
8. Portador Ressentido de Marca Aberrante
9. Personagem não-Marcado que Manifesta a Marca de Siberys

Culturais
1. Cavaleiro Valenar
2. Arcanista-Militante Aundariano
3. Caçador de Demônios/Aberracões dos Pântanos Sombrios
4. Colono/Exilado de Cyre/Q'Barra
5. Soldado/General/Cavaleiro Kharrn
6. Faz-Tudo Brelandês
7. Alquimista/Espião Mágico de Zilargo
8. Forjado de Guerra na Terra dos Lamúrios/Lamentos
9. Pirata/Corsário em Xen'Drik/Principados de Lhazaar