Autor Tópico: [D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo  (Lida 6039 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Online: Abril 13, 2012, 05:07:00 pm »
Mais uma matéria sobre o novo Dungeons & Dragons, agora com Bruce Cordell perguntando a melhor forma de organizar um combate:

Quando eu comecei a jogar Dungeons & Dragons há tantos anos, lutas com monstros eram inteiramente jogadas no Teatro da Mente (Theater of the Mind no original). A luta típica era algo assim:

Eu: "Eu escuto na porta."
DM: "Tudo está quieto."
Eu: "Ótimo. Eu vou empurrá-la, com a espada em punho."
JD: "O meu mago está bem atrás de Bruce!"
DM: "O quarto tem a forma de L com 20 metros de largura. Alguns lixos encontra-se espalhados por ele e... há um baú de madeira virado, com parte quebrada. As moedas são visíveis através da tampa rachada."
Eu: "Nós entramos, prontos para uma armadilha. Ninguém deixa tesouro chamar demais nossa atenção. "
DM: "Nada acontece."
Eu: "Ótimo. Eu chuto o baú com minha bota. "
DM: "A tampa sai completamente. As moedas de ouro se derramam por toda parte!"
Eu: "Bem, acho que não devemos olhar um cavalo dado"
DM: "Do canto da sala surgem quatro orcs! Eles gritam em uníssono: Moradores da superfície! Matem-nos! Cortem-nos em picadinhos! eles gritam. Os dois primeiros pegam você de surpresa e atacam [Os dados do DM são rolados] Um errou. Um rola um 17 e causa 5 pontos de dano! Os outros dois vão contornar você e o mago."
Eu: "Pelas barbas emaranhadas de Moradin! Eu ataco o mais próximo [Eu rolo os dados.] Um 18!"
DM: "Você acertou. Quanto de dano?"
Eu: "Seis de dano"
DM: "Isso é o suficiente. Você cortou o orc pela metade. "
[A luta continua até que todos os quatro orcs são mortos, e o pobre mago está atrás de mim inconsciente]

Com o tempo, nossas lutas de D&D se tornaram mais complexas, talvez com mais de um tipo de monstros e com monstros dispostos em diferentes áreas através de um local maior. Nesses casos, o DM, às vezes, esboçava a batalha em um pedaço de papel de rascunho e atualizava de acordo com o avanço da luta.
Claro que, como assinantes da revista Dragon, estávamos bem cientes de todas as miniaturas surpreendentes que outras pessoas tinham pintado e usado em seus jogos. Eventualmente, nós reunimos miniaturas suficientes (ou, na falta deste ou de outro, um quadrado de papel com um nome e uma seta marcada sobre ele) para rastrear a posição sobre a mesa, em vez de usar os rascunhos.
E assim foi...

Com o lançamento da 3ª Edição de D&D, as miniaturas tornaram-se uma parte importante da experiência do jogo de D&D. Esta experiência só foi solidificada na 4 ª Edição, onde cada luta ocorreria em um grid de batalha, e onde todos os espaços em que um personagem pode mover-se eram marcados e todo o tipo de ação que um personagem poderia tomar era importante na determinação do sucesso ou fracasso em uma luta.
Cada um desses métodos tem seus prós e contras, mais do que eu posso listar aqui (o que não significa que isto não é importante ou sou contrário a fazê-lo, só que eu tenho espaço limitado). Mas aqui está uma visão geral sobre o assunto:
O Teatro da Mente é rápido! Brigas acontecem rapidamente, e os aventureiros se move de forma estável através da aventura, explorando muitas salas, tendo vários encontros com NPCs e concluindo muito mais lutas do que um jogo de D&D que se baseia exclusivamente em combates com base em encontros táticos. A desvantagem é que Teatro da Mente pode ser confuso, e às vezes os jogadores e DM têm opiniões diferentes sobre as posições de todos os envolvidos, o que não é ideal.
Esboçar as posições dos combatentes em papel (ou um quadro branco) tem a vantagem de ser bastante rápido, dando aos jogadores uma idéia razoável de quem está onde e como o ambiente se parece.
Usando minis para rastrear posição geral permite que os jogadores tanto se identifiquem com uma mini de seu próprio personagem como tenham uma melhor noção tridimensional do ambiente em que está seu personagem.
Finalmente, usando regras para táticas precisas e um grid bem elaborado dá aos personagens uma compreensão exata de onde estão seus personagens, onde cada monstro e perigos existentes no ambiente estão e como seus movimentos e habilidades especiais irão interagir. Claro, lutas táticas em um grid demoram muito mais tempo do que lutas usando o Teatro da Mente, e quando todos os conflitos são transferidos para o grid, uma noite de jogo pode durar somente o suficiente para resolver um único combate antes do tempo acabar.
Essa é a visão geral. Mas aqui está a pergunta: é importante que todas as lutas em uma mesa de D&D usem exatamente o mesmo formato para cada encontro? Ou devemos fazer com que as regras do jogo incentivem o DM a definir se um encontro particular deve ser resolvido com o método mais adequado para resolvê-lo, seja o Teatro da Mente, a grid tático e suas respectivas regras, ou um pontos entre os dois?

Dê sua opinião sobre o assunto neste tópico: http://community.wizards.com/dndnext/blog/2012/04/11/imagination,_the_grid,_and_points_between

Tradução: http://www.rpgnailha.org
« Última modificação: Abril 13, 2012, 05:38:51 pm por Doneone »

Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #1 Online: Abril 13, 2012, 05:25:06 pm »
Eu prefiro usar um grid, justamente por que ele facilita muito gerenciar o combate
War never changes

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #2 Online: Abril 13, 2012, 06:25:05 pm »
Eu preferia que o padrão fosse o grid, mas com módulo pra usar teatro da mente.

E algo entre um e outro, ou seja, certas lutas menos relevantes, mas que estão ali pra dar mais vida à história, poderiam ser roladas apenas no teatro da mente, com mais rapidez, evitando pensamentos como "passamos 2h da sessão lutando contra esses trolls que por acaso vivem perto do templo que íamos explorar"


EDIT: comentei antes de votar, e o que eu penso se resumiu na seguinte opção.
Citar
Use whichever method is suited to a particular encounter
E parece que é a mais votada, 42 %.


Citar
I have a different opinion that I’ll explain to you in the comments.
As enquetes anteriores mereciam ter mais desse tipo de opção acima, hein!
« Última modificação: Abril 13, 2012, 06:27:58 pm por publicano »
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE

Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #3 Online: Abril 13, 2012, 06:59:17 pm »
Citar
I have a different opinion that I’ll explain to you in the comments.
As enquetes anteriores mereciam ter mais desse tipo de opção acima, hein!

Algumas das últimas já tiveram algo assim.

Eu votei na mesma opção que você publicano. Agora quanto ao grid como padrão acho que iria dificultar mais que o teatro da mente, já que o primeiro, apesar de mais preciso, geralmente é mais complexo.
An Edition to rule them all???

Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #4 Online: Abril 14, 2012, 11:19:32 am »
Bom eu conseguia jogar a 4ª edição mesmo sem grids sem dificuldade. Outros jogadores meus se perdiam mesmo na época do AD&D e 3.x se não tivesse um rascunho que fosse em papel ou posicionamento de miniaturas em mesa.

Particularmente eu ainda prefiro rascunho de papel que Grids e miniaturas...

Mas do jeito que ficar o sistema eu me adapto.

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #5 Online: Abril 16, 2012, 01:24:07 am »
Isso me levou a pensar que eu nem consigo lembrar de uma partida de 3e ou 4e sem grid e miniaturas, ao passo que as cenas de ação em Storyteller, por exemplo, sempre eram decididas na narração, no bom senso mesmo.

Gostaria de tentar jogar sem grid numa próxima vez, para ver como é.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline VA

  • Moderador
  • Be vigilant
    • Ver perfil
    • Adepto do Heroísmo
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #6 Online: Abril 16, 2012, 11:41:28 am »
D&D torna esse tipo de coisa bem difícil, especialmente por causa de AdO's.

Os poderes de Storyteller geralmente são mais fáceis de se lidar.

Em M&M geralmente não usamos miniaturas, apenas alguns rascunhos no papel para se ter noção de posicionamento (afinal, personagens com super-velocidade quebram qualquer deslocamento em grid).
« Última modificação: Abril 16, 2012, 11:44:38 am por VA »

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #7 Online: Abril 16, 2012, 12:33:08 pm »
D&D torna esse tipo de coisa bem difícil, especialmente por causa de AdO's.

Mas você não acha que podemos atribuir AdOs "narrativamente"? Tipo, o cara declara que vai tomar poção ou fugir do oponente e eu digo "você vai tomar AdO"... ou um oponente vai lançar uma magia e eu digo "veja, ele abriu a guarda!"
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #8 Online: Abril 16, 2012, 12:40:24 pm »
Dava para fazer algo como declarar áreas no combate.

Junto, perto e longe.

Você luta corpo-a-corpo junto do teu inimigo. Armas com alcance (lanças e etc.) permitem lutar e magias que afetam áreas próximas do spellcaster afetam áreas perto do combatente ou conjurador. E arcos, relâmpagos e coisas do tipo permitem lutar contra oponentes que estão longe.

Fazer algumas ações quando você está junto do alvo provocam ataques de oportunidade, assim como se afastar dele sem se proteger.

Algumas criaturas maiores conseguiriam lutar corpo-a-corpo mesmo estando perto e não junto dos alvos.

E para conseguir usar uma arma que acerte de longe, você precisaria ter algumas pessoas do teu grupo lutando junto dos inimigos para impedir que eles se aproximem.

O problema era que teria gente que não aceita que uma flecha, uma pedra de funda e um relâmpago tenham o mesmo alcance.
« Última modificação: Abril 16, 2012, 12:42:56 pm por kimble »
Lido esse ano:
Feng Shui, Wu Xing, Blowing Up Hong Kong, MHRPG Civil War: X-Men, Shadows of Esteren, Dungeon World, 13th Age (Draft), Night's Black Agents, Pendragon 5.1, Legends of Anglerre, Hollowpoint, Planescape (caixa básica), Monsterhearts, Werewolf: DA, Player's Handbook Races: Tieflings, Apocalypse (WtA), Dragon Magazine Annual Volume 1
Atualmente lendo:
Dresden Files (FATE), Fantasy Craft, Mage 2e, In Nomine
Na fila:
REIGN, MHRPG: Annihilation, GoT RPG

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #9 Online: Abril 16, 2012, 12:42:14 pm »
Junto, perto, longe e longe pra carai.

Piadas à parte, gostei do conceito. Poderia acelerar as histórias.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline VA

  • Moderador
  • Be vigilant
    • Ver perfil
    • Adepto do Heroísmo
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #10 Online: Abril 16, 2012, 12:52:23 pm »
Também gostei. Vou começar a testar.

Posso te plagiar e postar no Adepto do Heroísmo, kimble?

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #11 Online: Abril 16, 2012, 12:58:14 pm »
O que o Kimble descreveu é mais ou menos o sistema usado pelo 13th Age, exceto que eles não usam o meio-termo ("perto"), que me lembre.

Acho uma alternativa bem interessante pra ter combates mais rápidos, embora isso dificulte o fator de posicionamento e cobertura que traz uma parte da graça tática nas lutas.

Ideal, IMHO, é ter as duas modalidades disponíveis, e alternar pro modo de grid quando for uma luta mais complexa ou importante.

Offline Heitor

  • Demagogo
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #12 Online: Abril 16, 2012, 01:04:08 pm »
Eu uso isso, exceto que é próximo < afastado < distante < inalcançável.

Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #13 Online: Abril 16, 2012, 02:19:22 pm »
Também gostei. Vou começar a testar.

Posso te plagiar e postar no Adepto do Heroísmo, kimble?

Vai lá :)

Lido esse ano:
Feng Shui, Wu Xing, Blowing Up Hong Kong, MHRPG Civil War: X-Men, Shadows of Esteren, Dungeon World, 13th Age (Draft), Night's Black Agents, Pendragon 5.1, Legends of Anglerre, Hollowpoint, Planescape (caixa básica), Monsterhearts, Werewolf: DA, Player's Handbook Races: Tieflings, Apocalypse (WtA), Dragon Magazine Annual Volume 1
Atualmente lendo:
Dresden Files (FATE), Fantasy Craft, Mage 2e, In Nomine
Na fila:
REIGN, MHRPG: Annihilation, GoT RPG

Offline Smaug

  • [Mensagem pessoal - altere no seu perfil!]
    • Ver perfil
Re:[D&D Next] Imaginação, Grid ou um Meio-Termo
« Resposta #14 Online: Abril 16, 2012, 06:04:04 pm »
Eu uso isso, exceto que é próximo < afastado < distante < inalcançável.
Pois é, em 2x6 eu usava a condição de aproximação, onde dois personagens estavam tão um do outro que  inviabilizava o uso de algumas armas ou ações.
This happens all the time. No matter how epic the battle, once begun, the thing sounds more or less like a bingo game: People shout out numbers and other people get excited about them.