Autor Tópico: Máfia Conan II - Vitória da Máfia  (Lida 34837 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:Máfia Conan II - 4º Noite até 02/03, às 22h
« Resposta #210 Online: Março 03, 2016, 04:36:26 pm »
OK, o setup foi bem desequilibrado. Não apenas por ter um número enorme de anticidades, mas também pela salada de frutas de poderes fodas que a máfia tinha, e a lista de poderes cagados que a cidade tinha. XD

Mas eu diria que mesmo que houvesse um mafioso a menos e o jogo fosse equilibrado, o maior problema é que não era um setup sadio, na minha opinião:

Silenciador é um poder completamente antijogo. Impede alguém de participar da máfia, literalmente. Raios, um dos maiores problemas das máfias recentes é o justamente o povo falar muito pouco. Um poder que agrava isso não é sadio.

Motorista de ônibus é um poder que já é problemático em jogos comuns... em um jogo onde não há papéis investigativos diretos, apenas indiretos, ele acaba com a vida da cidade. Não basta só ter resultados indiretos, pra piorar eles não são confiáveis.

Amado e Voto Duplo com cargas e sendo ativados apenas no dia seguinte é... uma combinação bem ruim. Eu já não sou fã de equilibrar poderes usando cargas, mas colocar cargas E ativação trabalhosa em poderes que já são meio inúteis por natureza é complicadíssimo.


Eu acho que precisamos achar um jogo com uma mecânica diferente. Simples assim. Máfia já tá muito batido em ser sempre o mesmo padrão (gente que não se compromete com o jogo por N motivos que sejam > pessoas mais ativas são alvos fáceis logo no começo e eliminadas do jogo > cidade acaba perdendo por inatividade e dependência de resultado noturno). As 3 últimas máfias que joguei, pelo menos, foram assim, com pequena excessão na máfia Conan 1.

Nao sei se me animo a outra máfia tão cedo, seguindo esse padrão. Mas de olho nesses outros jogos rolando aqui, ou de algum outro que venha a surgir.  ;)

Pois é, eu estava conversando sobre isso com a Noara ontem à noite. Máfia caiu nesse círculo vicioso e anticlimático: quem posta muito é forçado a postar menos, do contrário vira um dos primeiros alvos da máfia. É um jogo que incentiva os jogadores a NÃO participarem, porque jogar ativamente é punido com morte. Isso é um baita problema! E os mafiosos, com uma frequência alarmante, ganham apenas jogando apaticamente e deixando o jogo ficar morno até que a vantagem numérica garanta a vitória.

Outros board games recentes pegaram a inspiração em máfia e melhoraram o sistema, eliminando essa falha de remover jogadores precocemente da partida. Avalon/The Resistance já fazem isso. Pelo que li, One Night Ultimate Werewolf também. E Secret Hitler, que testamos em várias partidas no CarnaSpell, resolve de forma exemplar. Só há eliminação de um jogador na reta final da partida, e as regras são planejadas de forma que a facção que estiver perdendo recebe algumas vantagens matemáticas que ajudam a equilibrar o jogo.

Podemos testar um desses jogos pelo fórum (ou outros que estou planejando), mas também podemos tentar incorporar algumas dessas filosofias nos jogos de máfia mesmo, com algumas alterações nas regras. A primeira coisa que nós dois estávamos brainstormando ontem seria um jeito dos jogadores mortos continuarem participando ativamente do jogo de alguma forma: Podendo falar mas sem direito a votos ou ações noturnas, por exemplo. Seria questão de ver que problemas isso causaria e o que mais teria que ser alterado para comportar essa mudança.
« Última modificação: Março 03, 2016, 04:38:15 pm por Macnol »

Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #211 Online: Março 03, 2016, 06:04:12 pm »
Não concordo muito com bus driver. É um poder complexo, mas se bem usado é uma arma interessante. Locke é um exemplo de jogador que sabia usá-lo muito bem. Na primeira máfia que participei, ele matou um mafioso com ele.
Eu já matei dois com o mesmo poder.
Talvez ele deveria estar na Cidade e não em um sobrevivente, embora este tenda a colaborar com a Cidade, especialmente no início do jogo.
Gostei do que você disse sobre pensar uma forma dos mortos participarem. Quem sabe um jogo onde os mortos possam continuar postando durante "X" dias, sem voto e sem ação noturna como você disse. Acho que vale a pena algum narrador experimentar.
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #212 Online: Março 03, 2016, 06:15:05 pm »
Bus Driver é ótimo pro jogador que está usando ele, e uma merda pra todos os outros.  :b Faz com que todos os resultados investigativos da cidade sejam duvidosos, especialmente se o dito cujo for morto antes de revelar em quem ele agiu. Isso não é o fim do mundo, mas, como eu disse, em um jogo que você já enfraqueceu propositalmente as investigações noturnas... ele é um agravante.

Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Logo na primeira noite!
« Resposta #213 Online: Março 03, 2016, 06:31:05 pm »
Na primeira vez que eu saí com ele eu me matei. Troquei de ligar com o alvo da máfia! Logo na primeira noite!  :bwaha:
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #214 Online: Março 03, 2016, 08:16:35 pm »
Quanto a ter descrições mínimas para os jogadores pesquisarem, acho meio empáfia do narrador. Tipo quando professores olham um aluno tímido e falam "na minha aula ninguém vai ser tímido!"... só que, porra, não é seu papel fazer isso. Você obrigar a gente a pesquisar não é uma coisa boa, é sair um pouco da sua função, e obviamente não funcionou (não pesquisei nada).

O jogador deve sim pesquisar o tema e seu personagem. O tema é importante, inclusive na hora de debater um personagem falso. Em geral, quem não se preocupa com o tema não costuma ser muito útil, quando muito em ações noturnas.

A mecânica dos lugares ficou meio obscura demais. Nem votei em nada, porque não parecia dar em bosta nenhuma.

Presumiu isso e não participou. Ok.

Não é pra ficar melindrado. Mas honestamente, votar em cenário não tinha mudanças NEM ESTÉTICAS no jogo. Quer dizer, não tinha nem uma figurinha, uma historinha, nada. Um poder secreto para alguém. Nenhuma descrição. Pra quê, forçar as pessoas a pesquisarem? Narrador não tem que sonegar informações. Joguei até o fim sem saber quem era "Murilo", e nem me arrependo. Odiei esse estilo seco.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #215 Online: Março 03, 2016, 08:24:30 pm »
Não concordo muito com bus driver. É um poder complexo, mas se bem usado é uma arma interessante. Locke é um exemplo de jogador que sabia usá-lo muito bem. Na primeira máfia que participei, ele matou um mafioso com ele.
Eu já matei dois com o mesmo poder.

Mas isso são duas histórias de sucesso versus mil histórias de fracasso, XD

O poder é ruim e caga no mundo. Ponto.

Citação de: Macnol
Outros board games recentes pegaram a inspiração em máfia e melhoraram o sistema, eliminando essa falha de remover jogadores precocemente da partida. Avalon/The Resistance já fazem isso. Pelo que li, One Night Ultimate Werewolf também. E Secret Hitler, que testamos em várias partidas no CarnaSpell, resolve de forma exemplar. Só há eliminação de um jogador na reta final da partida, e as regras são planejadas de forma que a facção que estiver perdendo recebe algumas vantagens matemáticas que ajudam a equilibrar o jogo.

Eu me proporia a narrar um jogo de Avalon aqui, parece bem interessante. Não sei se o jogo fica com a mesma dinâmica, mas pode ser legal.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline kinn

  • Abranubis
  • supreme sorcerer-psion multiclass
    • Ver perfil
    • Contos da Crisálida
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #216 Online: Março 03, 2016, 08:51:03 pm »
ter no setup uma reserva para quem está perdendo parece ótima pedida
Os demais ponto são igualmente interessantes.
Pesquisas provam:
(click to show/hide)

Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #217 Online: Março 03, 2016, 11:06:51 pm »
Citar
Madrüga: Não é pra ficar melindrado. Mas honestamente, votar em cenário não tinha mudanças NEM ESTÉTICAS no jogo. Quer dizer, não tinha nem uma figurinha, uma historinha, nada. Um poder secreto para alguém. Nenhuma descrição.

Não estou melindrado (ainda,  :haha:). E, sim, concordo que poderia ter uma descrição do cenário. Aliás, eu fiz isso em outros jogos que narrei. Talvez ajudasse a criar um “clima” mais Conan. Anotado.
Mas por exemplo, a Fenrir pesquisou seu cenário, coisas do conto e apostou numa ficha certa, que foi a carga de médico.

Citar
Madrüga: Narrador não tem que sonegar informações. Joguei até o fim sem saber quem era "Murilo", e nem me arrependo. Odiei esse estilo seco.

Entendo, mas continuo não concordando completamente neste ponto. Não se trata de sonegar informações, mas não dá para colocar tudo na MP. Acho que uma parte é dever do jogador, até porque ele precisa avaliar o envolvimento do seu char com outros, inclusive para discutir a “força” de um personagem alegado. Senão, fica-se muito dependente de quem conhece o tema.
Talvez eu pudesse ter estendido mais as mp´s para contextualizar o personagem no conto do qual ele participa, mas acho que a partir daí é um trabalho importante do jogador.

Citar
Madrüga: Mas isso são duas histórias de sucesso versus mil histórias de fracasso,
O poder é ruim e caga no mundo. Ponto.

Bom, não concordo, mas respeito sua opinião. Há outras situações em que o bus driver ajudou muito a Cidade.

Citar
Madrüga: Eu me proporia a narrar um jogo de Avalon aqui, parece bem interessante. Não sei se o jogo fica com a mesma dinâmica, mas pode ser legal.

Mexa-se! Pretendo participar. Acho que mais diversidade de jogos pode animar a seção.

Citar
Kinn: ter no setup uma reserva para quem está perdendo parece ótima pedida

Como assim?
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #218 Online: Março 03, 2016, 11:26:51 pm »
Citar
Kinn: ter no setup uma reserva para quem está perdendo parece ótima pedida

Como assim?

Não sei se entendi exatamente o kinn, mas eu gostava de ter vários planos B para quando um time estivesse ganhando muito facilmente do outro: SK condicional que aparecia no meio do jogo, personagem com poderes latentes, personagens que poderiam ser vampiros dependendo do rumo do jogo... eu sei que muita gente não gosta de interferência do narrador, mas pra mim a experiência do jogo é que conta. Se você tivesse uns planos de contingência, talvez fosse possível "apagar o incêndio" e proporcionar um jogo que se equilibra ENQUANTO É JOGADO.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline kinn

  • Abranubis
  • supreme sorcerer-psion multiclass
    • Ver perfil
    • Contos da Crisálida
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #219 Online: Março 04, 2016, 12:32:35 am »
Exatamente disso que estou falando.
Ás vezes não é só para o caso de erros no setup, mas de jogadas de sorte de um dos lados (e apenas sorte - se um dos lados está jogando certo e massacrando o outro devidamente, não seria necessário fazer isso).

Já vi Publicano fazer isso em alguns jogos. E isso era parte do setup desde o início.
No changeling the lost, eu era um linchador e como o SK morreu cedo, acabei assumindo o lugar dele (justamente por não conseguir encontrar quem queria linchar até o momento)
Pesquisas provam:
(click to show/hide)

Offline kinn

  • Abranubis
  • supreme sorcerer-psion multiclass
    • Ver perfil
    • Contos da Crisálida
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #220 Online: Março 04, 2016, 12:51:54 am »
(no caso tinha poder noturno de tentar localizar quem queria linchar) após x tentativas erradas (incluía não linchar ele durante o dia) virei SK
Pesquisas provam:
(click to show/hide)

Offline Mog

  • Me Gusta
  • All this aggravation ain't satisfactioning me.
    • Ver perfil
Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #221 Online: Março 04, 2016, 08:53:31 am »
Para ilustrar esse ponto sobre as MPs de personagem.

Você é Arngrim.
 

“Now die and be silent!”
(“Morra agora e fique quieto!”)

 
Você é Arngrim, um mercenário de força invejável e abençoado com a valentia de um verdadeiro guerreiro. Sua técnica de combate com a espada é incomparável e você caiu até mesmo nas graças do rei, ao ponto do mesmo homenageá-lo em uma cerimônia real. No entanto, você despreza a fraqueza do rei, e o humilha publicamente durante a cerimônia. A filha do rei, a princesa Jelanda, bola um plano para matá-lo, por querer vê-lo pagar por tal humilhação. O plano falha, porém, e ela acaba morta em uma emboscada, e você opta por tirar a sua própria vida para morrer com honra. Assim, você recebe a visita de Lenneth, uma nobre Valquíria que chega para levá-lo ao Valhalla, para defender Asgard como um guerreiro no pós-vida. Infelizmente, a Deusa Freya rejeita sua entrada no palácio, devido a sua personalidade rude, e você passa a viver apenas como um Einherjar ao lado de Lenneth, sem interferir nas questões dos Deuses.
 
Classe: Guerreiro
Título: Mercenário
Raça: Humano
Facção: Cidade. Você ganha quando todos os anti-cidade forem eliminados.
Papel: Devido a sua força, você é um Espancador. Porém, pela sua péssima reputação em Asgard, você também é Odiado.
Custo da habilidade: 01 carga
Cargas disponíveis: 00 cargas


Fica fácil mesmo para alguém que não tenha jogado Valkyrie Profile saber sobre o personagem. Que tipo de informação pode revelar e etc.

Você é o Conde Trocero, aliado de Conan, quando este reinou na Aquilônia.
Você é cidadão.

Poder:
Rastreador: 3 cargas

Diferente do que a maioria aparentemente entendeu, eu não fazia IDÉIA das histórias do segundo livro, que foi onde a máfia se baseou. Eu disse que li o PRIMEIRO volume, que ganhei do Assumar pela participação na máfia Conan 1. E com essa MP, eu tb não tinha idéia do que fazer em relação aos cenários, fora o pouco que consegui catar no Google.

Não precisa se colocar TODA a história do personagem na MP, mas só um detalhamento a mais e até uma fotinho, já deixa tudo mais "bonito" e a galera no clima do jogo com seu personagem. ;D

Sent from my SM-G928 using Tapatalk
« Última modificação: Março 04, 2016, 10:07:50 am por Mog »

Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #222 Online: Março 04, 2016, 10:18:50 pm »
Pq eu fiquei na cabeçaa q Nono era mafiosa... esse bus drive  q me embananou... mas adoreii.. quero participar e novo
"Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remedia-los."  Alvo Dumbledore

Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #223 Online: Março 04, 2016, 11:03:37 pm »
Qual máfia vem agora?
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Aquela Sem Nick

  • Moderador
    • Ver perfil
Re:Máfia Conan II - Vitória da Máfia
« Resposta #224 Online: Março 05, 2016, 01:02:24 pm »
Qual máfia vem agora?
Estou tentando ver isso. XD

Enviado de meu XT1097 usando Tapatalk

Ruiva da Spell



Raposas Selvagens do Condado de Fox.
Todos nós usamos máscaras. Algumas tão fixadas na alma que se confundem com a face.
O importante é não esquecer da pessoa que a usa.