Autor Tópico: MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA  (Lida 61047 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #405 Online: Março 28, 2016, 12:35:00 pm »
Ainda tô tentando entender a estratégia do Banned de fingir estar silenciado e causando o próprio linchamento.  :laugh:
O Banned adora essa 'estratégia' dele, "inventar alguma mentira mirabolante no primeiro dia pra 'gerar discussão', vale tudo desde que eu seja o centro das atenções". Às vezes, ele repete a mentira que já usou alguma vez.
Qual foi a última vez em que isso funcionou, cara? Você ainda acha que ninguém sabe que você sempre faz isso?

Como não colou, não se deu a importância que ele esperava, ele sumiu do jogo.

Citar
Mortos! Vocês ficaram mais mortos do que vivos. XD Não era para vocês só relatarem sobre o que houve na noite de vocês, era para vocês continuarem jogando e analisando as posturas. Vocês não tinham votos, mas tinham suas opiniões e a persuasão! Podiam ter aproveitado melhor essa vantagem.
Mantenho o que eu falei sobre isso no último dia. O jogo teria sido favorável para a cidade se os mortos aproveitassem essa vantagem.

Citar
No caso Ielena x Taliz, eu até concordo que a Taliz errou em não ter salvado o Eltar e que poderia ter se revelado logo como médica, mas... GENTE, o OBSERVADOR viu a Ielena agindo no morto. A Ielena se declara como curandeira, sendo que já tinha uma médica que curava envenenamentos e um guarda-costas. Mesmo com a desculpa que a Taliz jogou mal, era só uma questão de ligar os pontos. A Ielena era claramente mafiosa.
Eles lincharam a médica. Como pretendiam ganhar o jogo linchando a médica?

Sério, quando a Ielena se disse médica, eu postei dizendo que era impensável linchar alguém se dizendo médica com o jogo tão perto do fim. Depois que ela mudou pra curandeira, e a Taliz se disse médica, eu temia que algum cidadão fosse usar isso contra mim por ter votado na Taliz.

Citar
No fim das contas, a Máfia teve a postura que eu esperava. Com a regra dos mortos falarem, eles tinham que fazer o POSSÍVEL para manter ativos e não gerar desconfiança. A cidade devia estar mais falante do que nunca. O jogo aparentou ser um jogo padrão, pois os mortos não fizeram nenhuma diferença, por isso a cidade aparentou estar tão fraca.
Sim, um dos critérios pra gente escolher alvo era "gente que não iria aparecer mais depois de morto". Mas teve muito jogador que a gente matou por outros motivos que também surpreenderam com sua ausência.

Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
A eterna necessidade...
« Resposta #406 Online: Março 28, 2016, 12:51:06 pm »
Citar
Noara: Ainda tô tentando entender a estratégia do Banned de fingir estar silenciado e causando o próprio linchamento.

É a eterna necessidade de protagonismo do nosso velho e querido banned.

Infelizmente, a melhor jogada da cidade foi a ação noturna do nelio que nos revelou o Iuri, senão seria perfect!
Tirando isso, os mortos foram basicamente inúteis e a cidade só bateu cabeça. A Máfia se aproveitou disso.
Eltar é envenenado podendo ter bloqueado o envenenador, Taliz poderia tê-lo salvo e não o fez, MVerde só jogou no último dia e a melhor de todas foi o Arquimago no final ainda postando para lançar todas as certezas de que era mafioso. Se tivesse mais um dia, teríamos perdido do mesmo jeito. Certamente, ou ele teria sido linchado ou eu.
Ielena, acreditei na sua historinha mentirosa. Sua safada!  :frenzied:
Meu faro está enferrujado e a pressão sobre mim me atrapalhou muito.

Citar
Noara: o OBSERVADOR viu a Ielena agindo no morto.

O Observador não inspirava muita confiança, a Taliz só se revelou no final e também não inspirou confiança. É bem comum a máfia falar de resultados inexistentes em momentos decisivos ou querer desmentir poder ou personagem.

Citar
Noara: No fim das contas, a Máfia teve a postura que eu esperava. Com a regra dos mortos falarem, eles tinham que fazer o POSSÍVEL para manter ativos e não gerar desconfiança. A cidade devia estar mais falante do que nunca.

Eu disse isso um monte de vezes. Esperava-se cidadãos mais agressivos, mas a Cidade foi apática. E a máfia jogou muito bem. Confesso que só desconfiava firmemente do russell como máfia.
Enfim, merecemos perder, jogamos muito mal. Isso não tira o mérito da máfia. Jogaram bem! Parabens!  :vitoria:
Parabens também para Noara pelo jogo. Muito bom.
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Eltar

  • Inocente
    • Ver perfil
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #407 Online: Março 28, 2016, 02:12:39 pm »
Nossa, passei longe de acertar os mafiosos dessa vez, jogaram bem.
Eu desconfiava do Assumar (eu reli todos os posts dele e não dá, tava com muita cara de mafioso :risuando:... ficou discutindo mecânica de jogos passados, acreditou rápido na Ielena, ficou desviando foco pra inativo) e do Arquimago, pra mim Khalim e Russell eram 100% cidade  :duh:

Concordo com o que foi dito sobre a cidade, merecemos perder mesmo, os mortos pouco ajudaram, isso quando apareceram (Madruga mesmo, é um bom jogador mas evaporou depois de morto), eu mesmo tive dificuldades pra acessar no 4o dia e não pude ajudar pois não consegui acompanhar a discussão bem o suficiente pra opinar, sendo que até agora não entendi a história do tal "redirecionamento".

Sobre a questão do bloqueio na segunda noite, sei que fiz uma jogada que não era padrão mas não me arrependo, tudo bem eu arrisquei e paguei com a vida, só que uma coisa é certa, a máfia não manda o mafioso revelado executar a ação de morte, então só seria válido eu bloquear o Iuri se ele tivesse uma ação de morte extra (e não é que ele tinha mesmo?  :haha:), mas na verdade ele não tinha uma ação de morte direta, já que o envenenamento pode ser resolvido por um médico. Então meu objetivo ao ir em outra pessoa que não o Iuri era tentar impedir a ação de morte da máfia e além disso reduzir minhas suspeitas sobre alguém.

Mas eu sendo o médico não deixaria um cidadão envenenado morrer  :linguinha:
Nesse caso não vale o risco...
Eu te odeio Taliz ( :haha:), quando eu vier de mafioso ou sk tu vai ver só!  :arma:

Parabéns Noara, foi um bom jogo.

Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #408 Online: Março 28, 2016, 03:07:36 pm »
Se a cidade tivesse usado o trunfo que a Noara deu a eles o jogo teria sido mais difícil. Como o Khalim já disse, um dos nossos critérios para realizar as mortes era escolher alguém que iria abandonar ou ajudar muito pouco depois de morto ( Madruga que o diga).

Eu acho essa ideia dos mortos poderem continuar postando uma boa. Apesar de não ter funcionado nesse jogo, acho que não devemos descartá-la. Compreendo que talvez o jogo possa se tornar menos atrativo para a pessoa que morre, mas se chegarmos em um ponto em que o morto participe tanto do jogo quanto um vivo, as coisas certamente ficarão muito mais dificeis para a máfia.

Sobre o redirecionamento, nada mais era que o poder de condutor. Eu tinha esse poder e ele apenas faz com que o alvo A aja sobre o alvo B. As mortes estavam acontecendo pois estávamos combando esse poder com Bruxa.

E a cidade ter acreditado na Ielena foi o fim da picada. Ela conseguiu enrolar vocês direitinho apesar da história estar cheia de furos. Nossa vitória se deu ai. A Taliz demorou muito a se revelar e quando o fez, somada a justificativa de não ter agido sobre o Eltar, gerou desconfianças merecidas por parte da cidade.

Finalmente, queria agradecer ao grupo de mafiosos que foi sempre muito ativo tanto no jogo quanto no nosso chat. Principalmente o Iuri, que mesmo após seu jogo ter acabado no segundo dia, continuou participando e nos dando ideias.

O jogo foi muito bom Noara, parabéns.

Offline Ielena

  • Continue a nadar....
    • Ver perfil
Re:A eterna necessidade...
« Resposta #409 Online: Março 28, 2016, 03:18:06 pm »
Minha gente, o que é que foi isso?!!  :shoray:

Ganhamos, mas eu vivi um dos dias mais tensos que já vivi em máfias, eu tinha certeza que seria linchada, a minha história estava mal contada demais! E ai vocês vão e lincham a médica! Que delícia, como eu amo vocês! kkkkkk  :coracao:
Quero agradecer aos meus colegas mafiosos que ficaram em momentos de tensão junto comigo e quase me esganaram quando eu mudei de ideia, deixando de ser médica pra virar curandeira!  :ops:

Ielena, acreditei na sua historinha mentirosa. Sua safada!  :frenzied:
Meu faro está enferrujado e a pressão sobre mim me atrapalhou muito.

Assumar seu lindo, você foi meu herói nesse jogo, sua defesa incisiva deu mais ânimo pra cidade linchar a Taliz!  :wub:

Eltar, sobre o redirecionamento. Foi só invenção minha mesmo. A gente tinha um redirecionador, o Russel, que foi quem agiu na Samita. No dia em que falei que fui redirecionada o Russel tinha tentado agir no Arcane, mas como ele era vanila não deu certo. A gente estava combando o tempo todo o direcionador com a Bruxa (que era eu). Mas nessa noite específica o Irish só morreu pela ação de morte normal mesmo, o combo da bruxa não deu certo.
Ai eu inventei aquela história maluca de ter sido redirecionada e que vi o Irish morrer, mas o Verde me viu agir na Samita... vocês entraram na onda e o dia foi todo nisso.
Mas velhoooo, quase não tem linchamento, ia ser tenso pra gente se não tivesse.  :shock:

Minha gente, o que a Noara falou foi verdade. Nos 2 primeiros dias nós chegamos a conversar "gente vamos aliviar lá no tópico, porque 90% das mensagens são nossas....cadê a cidade no jogo??"
Passou as fperias e o mal da Spell continua, falta de atividade e opiniões claras. Tá tenso.

No mais, beijos e queijos!!! Ganhamoooooooooos :bwaha:
"Vão te dizer quem você é a vida toda. Você tem que revidar dizendo "não, eu sou eu!" Quer ser vista de outra forma? Faça acontecer. Se você quer mudar as coisas, corra atrás, mude elas, porque não existe fada madrinha nesse mundo".

Offline kinn

  • Abranubis
  • supreme sorcerer-psion multiclass
    • Ver perfil
    • Contos da Crisálida
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #410 Online: Março 28, 2016, 08:04:15 pm »
Achei engraçado por teve momentos onde nos agredíamos que até esquecia quem era mafioso de tão pouco que a cidade postava.
O modelo dos mortos falarem pareceu bom, pena que a cidade não usou direito...
Pesquisas provam:
(click to show/hide)

Offline Rafa

  • Rafa
  • Easy peasy lemon squeezy!
    • Ver perfil
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #411 Online: Março 29, 2016, 12:10:08 pm »
Minhas considerações xD

1. Eu gostei do jogo, embora minha expectativa antes do jogo começar foi maior do que durante o jogo, mas isso é pq quase todos os mortos sumiram depois de morrer, e eu tava faceiro pra ver na prática como essa ideia GENIAL funcionaria! (Não sendo sarcástico, gostei mesmo de mortos poderem postar depois de terem morrido!);

2. Máfia jogou bem melhor que a cidade, não diria que "nós merecemos perder", mas sim que a máfia mereceu vencer;

3. No fundo não acho que o jogo foi tão desequilibrado como pareceu. Eu infelizmente não tive oportunidade de aparecer com tempo depois da Taliz ter se revelado, mas eu não caí na da Ielena, em algum momento a Taliz discordou da estratégia de revelar o médico mesmo com curandeiro revelado, isso fez com que eu colocasse na minha cabeça que a Taliz era médica. Depois ela se revelou assim, então foi só 1+1: Taliz era Médica e MVerde viu Ielena agindo no alvo de morte (claro, concordo com alguém que disse que o MVerde também não tava lá mt pra confiar - eu achei mais que eram dois mafiosos tentando fazer rolo do que achei o MVerde falando a verdade - tanto que apontei isso em um de meus posts).

4. Embora o motivo tinha sido meio.... Derp. Eu estava certo sobre o Russel xD xD SEU MAFIOSO SAFADO  :frenzied:

5. Que venha o próximo jogo, e que mais vezes a mecânica de postagens pós-morte seja usada, e que das próximas vezes os mortos tenham consciência de que o jogo não acabou :D

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #412 Online: Março 29, 2016, 01:34:44 pm »
Eu não participei mas obviamente acompanhei a máfia inteira, porque ajudei a Noara com o setup. E a maioria dos comentários que eu faria, os próprios jogadores já fizeram.  o jogo acabou mesmo desequilibrado, não pelo setup favorecer um lado, mas porque a cidade não usou as ferramentas que tinha em mãos, e isso teria feito muita diferença. Mesmo o mecanismo de balanceamento automático do jogo (ganhar um poder extra para sua facção depois do segundo linchamento desfavorável) chegou tarde demais pra salvar a cidade, devido a uma série de escolhas ruins que foram se acumulando.

Isso indica que a mudança de deixar os mortos continuarem falando não gerou nenhum problema imprevisto no jogo, pelo menos à primeira vista. E foi positivo, mas não o bastante pra resolver o problema que queríamos resolver com ela: jogar no time da máfia é muito mais divertido, apesar da pressão constante pra quem não sabe/não gosta de mentir. E quem joga de cidade costuma ficar muito apático e desmotivado caso não tenha um poder importante pra usar ou um resultado noturno pra discutir.

Voltemos à prancheta, então. Tenho um par de ideias variantes pra melhorar esse aspecto, só falta um pouco de tempo pra amadurecê-las. :)

P.S.: Porra, Banned. Porra. Esse era um jogo em que definitivamente tu não podia ter jogado fora um dia e meio da cidade com aquela palhaçada de "silenciamento".

Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #413 Online: Março 30, 2016, 09:56:40 am »
A cidade tomou um caldo da máfia. Jogaram bem.

Estava animado a prosseguir com o jogo, mas a minha morte, o poder de governador (poder patético) e a dengue me fizeram desanimar bastante. Depois tinha muita coisa para ler e a cidade estava mal das pernas e acabei não ajudando.

Outra coisa é que vocês pegam muito leve com o banned. O que ele fez foi ridículo. Deveria ser considerado antijogo. Não sei se ele chegou a vir aqui durante o jogo e na humildade dizer que havia mentido sobre ter sido silenciado e que foi uma estratégia que não havia dado certo, mas pelo o que me lembro até depois da morte dele ele ainda disse que de fato tinha sido silenciado.

Acho que o jogo foi equilibrado e o setup foi ótimo. 

Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #414 Online: Março 30, 2016, 12:52:37 pm »
Uma coisa relevante pra se apontar é que todos os poderes de máfia tinham carga (3 para a maioria, 1 para o governador).
Durante todo o jogo nós assumimos que todo poder da cidade também tinha carga. Por exemplo, nós conduzimos o MVerde ao invés da Samita na noite 4 porque achamos que só ele ainda tinha ação noturna entre os cidadões (a Noara disse que se você é bloqueado, não gasta carga).

Se o jogo tivesse continuado (se o Eltar tivesse sobrevivido, se a Ielena tivesse sido linchada, se a gente não tivesse ido no Rafa), a cidade ainda teria seus poderes e a gente só teria a morte normal.

Outra coisa é que vocês pegam muito leve com o banned. O que ele fez foi ridículo. Deveria ser considerado antijogo. Não sei se ele chegou a vir aqui durante o jogo e na humildade dizer que havia mentido sobre ter sido silenciado e que foi uma estratégia que não havia dado certo, mas pelo o que me lembro até depois da morte dele ele ainda disse que de fato tinha sido silenciado.
Certíssimo. No último post dele aqui (dia 15) ele ainda defendia que tinha sido morto.
Eu me lembro pois foi o post em que ele disse que tava dava ""pitizinho""  :roll:

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #415 Online: Abril 04, 2016, 01:35:49 pm »
O maior problema é que o metagame da spell mata muito mais que a máfia seria capaz.

E eu acho isso hilário, que ninguém aprende e sempre cai nos mesmos "roles" predefinidos, aehaieoaeh.

Isso aqui. Caramba. É fácil botar a culpa na cidade quando o jogo é cheio de poderes, tem ação de morte, envenenamento, SK e os carambas.O jogo vai muito rápido, não dá tempo.

Citação de: Nelio
Outra coisa é que vocês pegam muito leve com o banned. O que ele fez foi ridículo. Deveria ser considerado antijogo. Não sei se ele chegou a vir aqui durante o jogo e na humildade dizer que havia mentido sobre ter sido silenciado e que foi uma estratégia que não havia dado certo, mas pelo o que me lembro até depois da morte dele ele ainda disse que de fato tinha sido silenciado.

Enquanto todo mundo achar lindo e bater palminha, o banned vai continuar com essas palhaçadas que só atrapalham a facção dele. "Ain, mas ele gera movimento no jogo" -- sim, e prejudica o time inteiro dando uma de idiota. Se eu for narrar algum jogo em breve, não vou querer o banned nele. Não é justo com os outros. O cara perde o tempo de todo mundo, gera uma baixa na própria facção, não contribui, continua mentindo... não dá.

Citação de: Eltar
Concordo com o que foi dito sobre a cidade, merecemos perder mesmo, os mortos pouco ajudaram, isso quando apareceram (Madruga mesmo, é um bom jogador mas evaporou depois de morto), eu mesmo tive dificuldades pra acessar no 4o dia e não pude ajudar pois não consegui acompanhar a discussão bem o suficiente pra opinar, sendo que até agora não entendi a história do tal "redirecionamento".

Desanimei forte. Ainda mais com palhaçada de governador mafioso.

Citação de: Nelio
Estava animado a prosseguir com o jogo, mas a minha morte, o poder de governador (poder patético)
Citação de: Russell
Sobre o redirecionamento, nada mais era que o poder de condutor. Eu tinha esse poder e ele apenas faz com que o alvo A aja sobre o alvo B. As mortes estavam acontecendo pois estávamos combando esse poder com Bruxa.
Citação de: Lumine
O maior problema é que o metagame da spell mata muito mais que a máfia seria capaz.

E eu acho isso hilário, que ninguém aprende e sempre cai nos mesmos "roles" predefinidos, aehaieoaeh.

Olha, concordo que a cidade fraquejou, jogou mal e os mortos sumiram, como eu. Só que é fácil falar que isso causou a derrota quando a máfia tinha duas ações de morte e a possibilidade de impedir um linchamento. Vou condenar o setup só um pouquinho.

Essas máfias aqui na Spell têm muita ação de morte. Fora que os narradores NUNCA contam com o seguinte: a máfia sabe quem são os mafiosos. Isso é ÓBVIO E ULULANTE, mas é uma vantagem imensa.

O que isso significa? Significa que a máfia tem a possibilidade de fazer ações noturnas certeiras, que não prejudicarão sua própria facção. A cidade, por outro lado, não sabe nada, então age às cegas. Investiga às cegas, observa às cegas, protege às cegas.

Dessa forma, é irresponsável dar certos poderes para a máfia (governador, bus driver, envenenador, incriminador, espancador), porque eles contam com uma vantagem muito maior no jogo: se comunicam e sabem quem são. Só aí já deveríamos parar com máfias poderosas.

Eu rejeito esse jogo como amostragem de que "a cidade não usou sua vantagem de falar quando morta". Tire TODOS os poderes da máfia e vamos ver como sobrevive uma máfia sem poderes, que só depende da lábia e de UMA ação de morte. Aí sim. Esse jogo foi bizarro e não demonstra nada.

Por fim, continuam os setups previsíveis. Médico. Policial. Envenenador. Narrador tem que ousar, buscar equilíbrio não no EXCESSO de coisas, mas por outros caminhos. A cidade perde tempo demais com médico, que deve ser o papel mais ingrato do jogo inteiro: protege às cegas, passa o jogo inteiro sem dar uma dentro, todo mundo te culpa, ninguém acredita em você. LARGUEM ESSE OSSO, NARRADORES.

Pra mim, o ideal é ter uma morte por noite. Quando fiz SK condicional o jogo de repente acelerou, mas, pelo que me lembro, na máfia Street Fighter (eu sei, faz quase uma década) o jogo foi decidido no fim, três jogadores, um voto errado de linchamento e foi emocionante, todo mundo podia ter vencido. Acho que dá pra equilibrar de outros modos.

A quantidade de mortes por noite TAMBÉM prejudica a cidade, que tem menos tempo pra pensar, discutir, pode ter o azar de perder um membro importante (tipo os tal médico). Então diminuam as mortes, deem papéis menos protagonistas para a cidade, assim um membro não faz tanta falta. Menos médicos, mais observadores, rastreadores, ladrões. Sério. Os setups estão MUITO ruins.

Aliás, oficialmente desisto de jogar máfia. Se eu puder, vou só narrar. Os caras me matam na primeira noite por tudo, os narradores me dão os papéis bosta porque eu vou morrer mesmo, depois querem que eu fique lá de palhaço participando depois de morto. Fico três anos sem jogar e acontece a MESMA BOSTA. Vocês são muito limitados.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Madrüga
« Resposta #416 Online: Abril 04, 2016, 02:05:19 pm »
Citar
Madrüga: Aliás, oficialmente desisto de jogar máfia. Se eu puder, vou só narrar. Os caras me matam na primeira noite por tudo, os narradores me dão os papéis bosta porque eu vou morrer mesmo, depois querem que eu fique lá de palhaço participando depois de morto. Fico três anos sem jogar e acontece a MESMA BOSTA. Vocês são muito limitados.

Só para constar, na máfia Conan II, os personagens/poderes foram sorteados.

Citar
Madrüga: Menos médicos, mais observadores, rastreadores, ladrões. Sério. Os setups estão MUITO ruins.

Observadores, ladrões e rastreadores são muito mais poderosos do que o médico, na minha opinião. Mas parece que a maioria fica preocupado com os poderes de proteção. E quando o médico morre, tem gente que até desanima de jogar.
Aliás, tem gente que só se diverte se tem um poder.

Citar
Madrüga: Olha, concordo que a cidade fraquejou, jogou mal e os mortos sumiram, como eu. Só que é fácil falar que isso causou a derrota quando a máfia tinha duas ações de morte e a possibilidade de impedir um linchamento. Vou condenar o setup só um pouquinho.

Três ações de morte: a ação normal, a bruxa (combada com o direcionador) e o envenenamento (não morria na mesma noite, mas era uma possibilidade a mais de ter um morto, além de impedir o médico de proteger outra pessoa).
Tem dois combos que se tornaram usuais que eu acho muito over. Já permiti em jogos que narrei, mas acho que eles devem ser impedidos: bruxa/direcionador e envenenamento/interceptador.

No mais, acho que você devia narrar mesmo, Madrüga.
Porque como jogador, você tem se comportado muito aquém do que já fez.
Monta algo que não seja tão limitado e vamos nos divertir. Pode me inscrever.
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Madrüga
« Resposta #417 Online: Abril 04, 2016, 02:20:05 pm »
Porque como jogador, você tem se comportado muito aquém do que já fez.

Vê se dá TEMPO de fazer diferente.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #418 Online: Abril 04, 2016, 07:59:51 pm »
Aliás, tava pensando nisso durante a tarde. Galera confunde muito as coisas: eu nunca fui um grande jogador; eu sou apenas (1) articulado e (2) barulhento. Só. Nunca me pretendi tirar grandes deduções em jogos, fiquei com um estigma que não mereço.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Re:MÁFIA ALLEF BABÁ E SEUS 40 BOTS - VITÓRIA DA MÁFIA
« Resposta #419 Online: Abril 04, 2016, 11:08:23 pm »
kkkkk!
Mas ser articulado e barulhento já te credencia a boas atuações.
Você não é medíocre, a menos quando larga mão do jogo ou só reclama. rs.
Talvez eu tenha ficado com essa impressão de um bom jogador quando jogamos juntos na máfia do Tetris, especialmente. Era um grupo mafioso bem participativo e você tinha umas ideias bacanas, inclusive sacou que o Planes tinha alguma coisa a mais (era traidor e o recrutamos ao tentar matá-lo).
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed