Autor Tópico: [D&DN] Para além de classe e raça  (Lida 3745 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

[D&DN] Para além de classe e raça
« Online: Abril 06, 2012, 05:25:59 pm »
Novo texto: http://community.wizards.com/dndnext/blog/2012/04/06/beyond_class_and_race

Algumas coisas boas, outras ruins. O que mais me agradou (algo que muitos daqui querem, e a bastante tempo) foi essa notícia do Background como forma de personalizar mais o personagem com habilidade de fora de combate. Espero que vá além apenas da seleção de perícias.

Quanto aos temas, me parece que são apenas bluids prontas para cada classe. Não entendi se eles querem acabar com os feats e deixá-los condensados dentro de temas, mas de qualquer forma me pareceu uma forma de customização meio restrita demais.

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #1 Online: Abril 06, 2012, 05:50:25 pm »
Quanto aos temas, me parece que são apenas bluids prontas para cada classe. Não entendi se eles querem acabar com os feats e deixá-los condensados dentro de temas, mas de qualquer forma me pareceu uma forma de customização meio restrita demais.

Pelo que eu entendi backgrounds e themes são só pacotes tipo plug'n'play para jogadores que optarem por uma "praticidade" na hora de compor os personagens. Não quer escolher perícias e talentos, mas quer um personagem do tipo "mateiro"? Pega esse background e esse theme que eles já te guiam para isso. Eu só não entendi se o sistema de classes será arquetípico (com poucas classes e variados jeitos de costumização interna, via combinação de backgrounds e themes).

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #2 Online: Abril 06, 2012, 06:16:17 pm »
Citar
com poucas classes e variados jeitos de costumização interna

Sinceramente prefiro que seja assim. melhor do que ter um porradeiro de classes
War never changes

Offline Skar

  • Hail!!! O Tubarão
    • Ver perfil
Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #3 Online: Abril 06, 2012, 07:49:13 pm »
A idéia de poucas classes com diversas builds não me agrada muito. A chance de ter builds muito mais poderosas e que quebram o equilíbrio é muito alta. Eles precisam ter um cuidado muito com a matemática e  o povo da Wizard não é conhecido por sua matemática...

Além do que essa idéia parece ser muito restritiva. A desculpa esfarrpda de vc pode construir seus background e themes sozinho ao meu ver é uma furada. Mesmo naipe que as "artes marciais" do Aventuras orientais, ou com o criar suas magias próprias...
The essentials for a productive discussion:
•    Tact: Be friendly, helpful, and cooperative.
••    Candor: Be frank and sincere.
•••    Intelligence: Think before you speak.
••••    Goodwill: Reasonable people can disagree.
•••••   Reception: Listen to what others are saying, not to what you think they're saying.

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #4 Online: Abril 06, 2012, 09:19:00 pm »
Skar, criar seu próprio background e tema é simplesmente escolher as perícias e talentos que tu quiser, ao invés de pegar o listado no background/tema prontos no livro.

Se a ideia deles for o que eu entendi, não haverá lista de perícias e talentos específicos de cada classe, esses elementos serão dados de acordo com o background/tema que eu escolher.

Então eu posso ser um fighter e pegar o background ladrão, e ganhar furtividade, esconder e abrir fechaduras como perícias.

Pra mim seria ótimo.

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #5 Online: Abril 06, 2012, 09:51:07 pm »
5ª Edição = Ansiedade

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #6 Online: Abril 06, 2012, 11:48:31 pm »
Gostei prometido nesse artigo. Parece mesmo aquelas ideias que estávamos trocando sobre separar a classe daquilo que o personagem sabe fazer fora de combate.

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #7 Online: Abril 07, 2012, 10:46:40 am »
Previsão: O que ele acaba de descrever é a inclusão de builds prontas com X níveis, progressão completa, já nos livros básicos. Ao escolher um ladino, você tem a opção de escolher entre o background A, B ou C e os temas Y ou Z. Podem até existir alguns temas ou backgrounds livres pra qualquer um, mas alguns vão ser restritos para certas classes. E não é nada terrivelmente específico como "Guilda de Ladrões de Blablabla" serve só para ladinos. Vai ser algo como:
a) "Vida nos limites da sociedade": perícias menores de sobrevivência, alguma coisa como Gather Information, qualquer um pode pegar;
b) "Brutamontes fora-da-lei": ladinos e guerreiros podem pegar, rende algumas perícias um pouco mais específicas para carreira de fora da lei, mas não é o pacote que torna o personagem um 'ladrão' realmente;
c) "Gatuno": só ladinos, tem o pacote completo de perícias de ladrão.

De novo, ilusão de escolha.

A, B e C serão perícias já escolhidas e alguma habilidade menor que seja interessante. O que vai acabar definindo pra muita gente o que eles vão escolher não são as perícias, mas essa habilidade menor. E rapidamente vão surgir coisas que são claramente superiores por causa disso.

Os temas vão começar como lista de habilidades prontas ganhas a partir de certos níveis, que podem ser escolhidas como feats na sua maioria para quem não quiser lidar com isso. Se os jogadores gostarem da idéia, rapidamente vão se tornar uma forma exclusiva de adquirir habilidades que não podem ser compradas com feats e são superiores a eles, conseguindo assim substituir o nicho deixado pelas prestiges class/paragon path/epic destinies das edições anteriores.
« Última modificação: Abril 07, 2012, 10:48:11 am por kimble »
Lido esse ano:
Feng Shui, Wu Xing, Blowing Up Hong Kong, MHRPG Civil War: X-Men, Shadows of Esteren, Dungeon World, 13th Age (Draft), Night's Black Agents, Pendragon 5.1, Legends of Anglerre, Hollowpoint, Planescape (caixa básica), Monsterhearts, Werewolf: DA, Player's Handbook Races: Tieflings, Apocalypse (WtA), Dragon Magazine Annual Volume 1
Atualmente lendo:
Dresden Files (FATE), Fantasy Craft, Mage 2e, In Nomine
Na fila:
REIGN, MHRPG: Annihilation, GoT RPG

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #8 Online: Abril 07, 2012, 11:25:12 am »
Citar
Skar, criar seu próprio background e tema é simplesmente escolher as perícias e talentos que tu quiser, ao invés de pegar o listado no background/tema prontos no livro.
Acho que o tema vai ser isso mesmo, uma lista de talentos e poderes pré-selecionados, mas que a pessoa poderia escolher individualmente se quisesse.
Mas se o background for apenas uma lista de perícias (quanto mais eu penso nisso, mais provável me parece a possibilidade), vou ficar bastante decepcionado...

Offline Heitor

  • Demagogo
    • Ver perfil
Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #9 Online: Abril 07, 2012, 11:43:23 am »
Iuri, o problema de elementos de jogo sem requisitos oferecerem opções únicas é sobre o quão vantajosas ou não podem ser estas.

Vide os backgrounds de D&D4 na versão Scales of War: muitas habilidades interessantes, mas várias 'joguisticamente' golden choice.

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #10 Online: Abril 07, 2012, 11:49:53 am »
Iuri, o problema de elementos de jogo sem requisitos oferecerem opções únicas é sobre o quão vantajosas ou não podem ser estas.

Vide os backgrounds de D&D4 na versão Scales of War: muitas habilidades interessantes, mas várias 'joguisticamente' golden choice.
Não conheço Scales of War, então não sei qual a profundidade do desequilibrio. Mas para mim isto parece apenas falha de design das habilidades, e não culpa de existir um mecanismo para pegar estas habilidades. É questão de identificar esses golden choices durante o playtest e deixá-las mais fracas (ou tirá-las do jogo). Ou ainda, podem dar habilidades melhores para os outros backgrounds.

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #11 Online: Abril 07, 2012, 11:57:27 am »
Não conheço Scales of War, então não sei qual a profundidade do desequilibrio. Mas para mim isto parece apenas falha de design das habilidades, e não culpa de existir um mecanismo para pegar estas habilidades. É questão de identificar esses golden choices durante o playtest e deixá-las mais fracas (ou tirá-las do jogo). Ou ainda, podem dar habilidades melhores para os outros backgrounds.

O problema é se há interesse nisso. Supondo que a gente volte a situação da 3e (ou que acontece em Pathfinder hoje em dia):
a) Lançam o básico, os jogadores rapidamente percebem que existem opções melhores que outras e tornam isso um minigame;
b) Os responsáveis começam a produzir suplementos. Esses suplementos trazem novas opções para cobrir nichos ainda não explorados;
c) Os jogadores percebem que alguns nichos são melhores que outros. Começa o processo de pedir pro mestre para reconstruir o personagem ou tentar encaixar habilidades que saíram nos últimos livros dentro dos builds;
d) Os responsáveis continuam a elaborar novos suplementos. Eles identificam partes do jogo que os jogadores preferem e:
d.1) Dão mais opções nessas áreas, como fizeram na 4e;
d.2) Tentam criar opções interessantes nas áreas que não são tão aproveitadas, como aconteceu na 3e e especialmente no Pathfinder, logo no começo da linha;
e) O problema é que para tanto d.1 quanto d.2 serem interessantes, essas opções precisam ser melhores que as atuais em seus respectivos campos. Logo, começa o power creep.
Lido esse ano:
Feng Shui, Wu Xing, Blowing Up Hong Kong, MHRPG Civil War: X-Men, Shadows of Esteren, Dungeon World, 13th Age (Draft), Night's Black Agents, Pendragon 5.1, Legends of Anglerre, Hollowpoint, Planescape (caixa básica), Monsterhearts, Werewolf: DA, Player's Handbook Races: Tieflings, Apocalypse (WtA), Dragon Magazine Annual Volume 1
Atualmente lendo:
Dresden Files (FATE), Fantasy Craft, Mage 2e, In Nomine
Na fila:
REIGN, MHRPG: Annihilation, GoT RPG

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #12 Online: Abril 07, 2012, 01:48:05 pm »
Não conheço Scales of War, então não sei qual a profundidade do desequilibrio.

No Livro do Jogador 2, os backgrounds foram estabilizados pra dar um bônus entre três: +2 em uma perícia, transformar uma perícia em perícia de classe, ou um idioma adicional.

Mas quando saíram a primeira vez, na Dragon 366 (e em Forgotten Realms), eles davam bônus mais variados, como permitir rolar iniciativa duas vezes, usar seu atributo primário pra definir seus pontos de vida ao invés de constituição, escolher duas multiclasses, ou precisar de 4 falhas no teste de morte pra morrer.

Então algo que era pra dar um saborzinho sobre suas origens (afetando pouco o combate), era usado pra te dar bônus de combate, que é a única coisa que a 4e faz direito.

O problema é se há interesse nisso. Supondo que a gente volte a situação da 3e (ou que acontece em Pathfinder hoje em dia):
a) Lançam o básico, os jogadores rapidamente percebem que existem opções melhores que outras e tornam isso um minigame;
b) Os responsáveis começam a produzir suplementos. Esses suplementos trazem novas opções para cobrir nichos ainda não explorados;
c) Os jogadores percebem que alguns nichos são melhores que outros. Começa o processo de pedir pro mestre para reconstruir o personagem ou tentar encaixar habilidades que saíram nos últimos livros dentro dos builds;
d) Os responsáveis continuam a elaborar novos suplementos. Eles identificam partes do jogo que os jogadores preferem e:
d.1) Dão mais opções nessas áreas, como fizeram na 4e;
d.2) Tentam criar opções interessantes nas áreas que não são tão aproveitadas, como aconteceu na 3e e especialmente no Pathfinder, logo no começo da linha;
e) O problema é que para tanto d.1 quanto d.2 serem interessantes, essas opções precisam ser melhores que as atuais em seus respectivos campos. Logo, começa o power creep.

Por isso que eu sempre digo que power creep é inevitável em um jogo ainda sendo publicado. A questão maior é a velocidade com a qual a editora lança estes suplementos, e qual o tamanho do salto de poder que ela gera. A minha maior raiva com a linha Essential foi exatamente o power creep absurdo que um único livro colocou no caminho (Expertise melhor e mais cedo, talentos raciais se tornando talentos gerais, talentos que geram condições nos adversários com extrema facilidade, etc).


Vendo meus mangás
"O problema da internet é que nenhuma frase é creditada corretamente."
-Dom Pedro I

Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #13 Online: Abril 07, 2012, 01:55:45 pm »
Por isso que eu sempre digo que power creep é inevitável em um jogo ainda sendo publicado.

Até dá, mas não ia ser um jogo que esse pessoal mais tradicionalista de D&D iria comprar. Nem algo que a WotC gostaria de vender, pois diminui o incentivo por mais suplementos para conseguir a nova `coisinha quebrada que você precisa ter para estar no top`.
Lido esse ano:
Feng Shui, Wu Xing, Blowing Up Hong Kong, MHRPG Civil War: X-Men, Shadows of Esteren, Dungeon World, 13th Age (Draft), Night's Black Agents, Pendragon 5.1, Legends of Anglerre, Hollowpoint, Planescape (caixa básica), Monsterhearts, Werewolf: DA, Player's Handbook Races: Tieflings, Apocalypse (WtA), Dragon Magazine Annual Volume 1
Atualmente lendo:
Dresden Files (FATE), Fantasy Craft, Mage 2e, In Nomine
Na fila:
REIGN, MHRPG: Annihilation, GoT RPG

Offline Macnol

  • The Eltor
  • Admin
  • GW2 fanboy
    • Ver perfil
    • True spell!
Re:[D&DN] Para além de classe e raça
« Resposta #14 Online: Abril 07, 2012, 02:02:33 pm »
Eu acho que a obsessão em tornar tudo equilibrado demais é prejudicial ao RPG. Min maxing sempre, sempre, sempre vai existir.

Eu sacrificaria UM POUCO desse equilíbrio pra ter um jogo mais flexível (tornar as perícias algo totalmente independente da classe, por exemplo).