Autor Tópico: Design: perícias como grupos  (Lida 5222 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline Madrüga

  • [Coordenação]
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #15 Online: Fevereiro 01, 2013, 04:20:42 pm »
Então:

 :seta: Arcanismo: envolve conhecimentos sobre magia, rituais, planos e artefatos, bem como lendas relacionadas a magia.
 :seta: Atletismo: envolve saltar, correr, escalar, nadar, equilibrar-se. Também mede sua resistência física quando enfrentando longos períodos de atividade sem descanso.
 :seta: Circunspecção*: envolve falar bem, mentir, etiqueta, diplomacia e intimidação sutil, além de buscar informações.
 :seta: Diletantismo: envolve conhecimentos obtidos através de estudo, como literatura, história, heráldica etc.
 :seta: Exploração: envolve conhecer ambientes naturais, a fauna e a flora de áreas exploradas. Pode incluir conhecimentos sobre rochas, rios, clima etc.
 :seta: Ladinagem: envolve atividades ilícitas como bater carteiras, abrir fechaduras, ocultar objetos, falsificar escrita ou documentos. Pode também envolver o uso de cordas, equilibrar-se em telhados, infiltração e mover-se em silêncio.
 :seta: Percepção: envolve estar ciente do ambiente ao redor, notar mudanças e movimento, intuição. Também tem a ver com avaliação de valores e planos.
 :seta: Religião: envolve conhecimentos sobre religiões, cultos, seitas, folclore e mitos, bem como rituais e magia divinos.
 :seta: Sobrevivência: envolve rastrear, prever o clima, métodos para obter água e comida, amarrar cordas, uso de cataplasmas e ervas para curar ferimentos e doenças, diferenciar plantas venenosas.

Além disso, personagens podem ter graduações em profissões (principalmente NPCs), delimitando melhor seus conhecimentos:

 :seta: Comerciante: envolve avaliar valores, barganhar, conhecimento de rotas comerciais e obtenção de produtos, estocagem, negociação.
 :seta: Ferreiro: envolve reparos e criação de itens de metal, como armas, armaduras e utensílios (ganchos, forcados, peças de carroça).
 :seta: Marinheiro: envolve nadar, amarrar cordas, pescar, tratar ferimentos e doenças simples, velejar. Pode envolver cozinhar alimentos pescados ou remendar roupas e velas.

Que tal?
« Última modificação: Fevereiro 01, 2013, 06:31:45 pm por Madrüga »
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #16 Online: Fevereiro 01, 2013, 05:32:57 pm »
Eu dividiria Arcanismo em Arcanismo (coisas arcanas) e ... Religião (coisas divinas).
O D&D normalmente divide assim as magias e o funcionamento do mundo na maioria das edições. Tu poderia incluir mais um grupo Primal ou Psionismo, dependendo do que quer incluir.
Lido esse ano:
Feng Shui, Wu Xing, Blowing Up Hong Kong, MHRPG Civil War: X-Men, Shadows of Esteren, Dungeon World, 13th Age (Draft), Night's Black Agents, Pendragon 5.1, Legends of Anglerre, Hollowpoint, Planescape (caixa básica), Monsterhearts, Werewolf: DA, Player's Handbook Races: Tieflings, Apocalypse (WtA), Dragon Magazine Annual Volume 1
Atualmente lendo:
Dresden Files (FATE), Fantasy Craft, Mage 2e, In Nomine
Na fila:
REIGN, MHRPG: Annihilation, GoT RPG

Offline Madrüga

  • [Coordenação]
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #17 Online: Fevereiro 01, 2013, 06:32:13 pm »
Editado. Sugestões para "CIRCUNSPECÇÃO" são bem-vindas. XD
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline Lumine Miyavi

  • "I am- you can call me... Red mage."
    • Ver perfil
    • Phieluminando
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #18 Online: Fevereiro 01, 2013, 08:34:55 pm »
"Trato Social"?

Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Red Mage, (Romancing Saga: Minstrel Song, ps2)

Offline Heitor

  • Demagogo
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #19 Online: Fevereiro 01, 2013, 09:53:51 pm »
Cortesania, para Circunspecção.

Academicismo, para Diletantismo. Um termo mais objetivo.

« Última modificação: Fevereiro 01, 2013, 09:58:01 pm por Troiano »

Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #20 Online: Fevereiro 01, 2013, 10:11:57 pm »
Acho que sobrevivência e exploração deviam ser uma só perícia.

Offline Madrüga

  • [Coordenação]
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #21 Online: Fevereiro 01, 2013, 10:52:53 pm »
Acho que sobrevivência e exploração deviam ser uma só perícia.

Você tem razão. Acaba ficando meio inchado, mas é mais ou menos a mesma coisa...

Cortesania, para Circunspecção.

Academicismo, para Diletantismo. Um termo mais objetivo.

"Cortesania" eu penso numa puta. E "academicismo" parece um termo derrisivo.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #22 Online: Fevereiro 03, 2013, 05:13:50 pm »
Que tal "Sociável" para substituir "Circunspecção"? Outro, tem que se focar em substantivos abstratos mesmo? Que tal algo mais ativo (ou ao menos no particípio presente)? Por exemplo: Atleta, Diletante, Explorador, Arcanista/Arcano, etc. Afinal de contas, são perfis. O personagem tem um perfil "Diletante" não "Diletantismo".

Pergunta: por que "Religião" está fora de Diletantismo/Diletante já que representa, pelo menos no texto, apenas conhecimento técnico?

Quanto à mecânica em si. Por que não abrir de vez os perfis, sem a limitação específica da cada perícia? Pensei nos "Backgrounds" (BG) do 13th Age. Basicamente, são aspectos livres que fazem parte da história do personagem e que podem auxiliá-lo na realização de tarefas. Uma espécie de transcrição das experiências e capacidades do personagem.

Por exemplo, um personagem meio-orc ladino com passado pirata. O jogador define seu perfil como

Membro dos Corsários Negros
Tribo da Montanha Selvagem
Batedor

Assim, sempre que o personagem agir com algo que tenha a ver com o seu Background ele ganharia o bônus assinalado no BG respectivo. Se ele estiver tentando conduzir um navio, amarrar alguém ou conseguir contatos no submundo ele pode fazer uso do bônus do BG "Membro dos Corsários Negros". Então, ele rola 1d20+Atributo+BG+outros bônus que possuir. O mesmo serviria para situações em que  ter nascido na tribo da Montanha Selvagem ou ser um Batedor façam diferença para o personagem.

Offline Madrüga

  • [Coordenação]
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #23 Online: Fevereiro 04, 2013, 11:43:39 am »
Mas eles PODEM ajudar ou só existem eles como sistema? Eu curto a ideia de um background dar um bônus (sei lá, coisa de +1 nas jogadas relevantes), mas substituir as perícias por backgrounds me parece indie demais, XD

Fora que, pqp, curti a sugestão de nomes. A ideia no começo era fazer isso mesmo, e "sociável" me parece a melhor palavra até agora.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #24 Online: Fevereiro 04, 2013, 11:50:14 am »
Pelo que eu vi "natureza" acabou se dividindo em sobrevivência e exploração, mas Trato de animais está em que grupo?

Offline Madrüga

  • [Coordenação]
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #25 Online: Fevereiro 04, 2013, 12:11:25 pm »
Acho que sobrevivência e exploração deveriam se juntar mesmo, como o Youkai falou.

Quanto à natureza, acredito que poderia estar até dividida em mais de um perfil. A ideia não é engessá-los.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Offline z é d u a r d o

  • não dorme, não sonha.
    • Ver perfil
Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #26 Online: Fevereiro 04, 2013, 05:20:37 pm »
sugestões atuais, contemplando algumas das ideias e comentários:

:seta: Atleta: saltar, correr, escalar, nadar, equilibrar-se; resistência a longos períodos de atividade física sem descanso.
:seta: Sociável: falar bem, mentir, etiqueta, diplomacia, intimidação sutil, conseguir informações.
:seta: Estudioso: conhecimentos obtidos através de estudo, como literatura, história, heráldica, religião, arcanismo, rituais, mitologias, etc.
:seta: Ladino: atividades ilícitas (bater carteiras, abrir fechaduras, ocultar objetos, falsificar escrita ou documentos); uso de cordas, equilibrar-se em telhados, infiltração, mover-se em silêncio.
:seta: Perceptivo: consciência do ambiente ao redor, notar mudanças e movimento, intuição; avaliação de valores, planos, etc.
:seta: Sobrevivente: intimidade com áreas selvagens; rastrear, prever o clima, métodos para obter água e comida, amarrar cordas, primeiros-socorros, identificar fauna e flora.

Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #27 Online: Fevereiro 04, 2013, 06:19:02 pm »
Eu gostei da ideia das perícias de NPCs serem baseadas em suas profissões. deus sabe que eu NUNCA distribuí perícias aos meus NPCs (exceto os mais importantes).

Confesso ter um problema particular com o termo "atleta", pela forte relação com esportes. Impossível não imaginar aquele bárbaro de 15 níveis que tem "atleta" maximizado como um jogador de futebol americano estereotipado do ensino médio, pegando todas minininhas da cidade e derrubando os livros do companheiro de grupo com "estudioso" maximizado, por pura diversão.

Bom, como a ideia dos pontos de perícia comprando habilidades especiais teve pouca repercussão, mas nenhuma oposição também, vou expandir a ideia com alguns exemplos:
(click to show/hide)
A ideia é que sejam habilidades uteis para o grupo todo na resolução de problemas encontrados fora de combate, e que o personagem possa escolhê-los sem precisar atrelá-los a sua classe.

Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #28 Online: Fevereiro 04, 2013, 10:26:34 pm »
Mas eles PODEM ajudar ou só existem eles como sistema? Eu curto a ideia de um background dar um bônus (sei lá, coisa de +1 nas jogadas relevantes), mas substituir as perícias por backgrounds me parece indie demais, XD

Só existem eles como sistema de perícias. E sim, tem um valor atrelado à cada Backgroundç afinal ainda é um sistema cuja resolução de conflitos se por meio da jogada de um 1d20 + modificadores diversos. Todas iniciam com 8 pontos para distribuir entre seus BG.

Retomando o exemplo do meio-orc ladino com passado pirata, ele poderia distribuir seus pontos de BG assim:

Membro dos Corsários Negros +4
Tribo da Montanha Selvagem +1
Batedor +3

Quando ele, em meio a uma tempestade tenta controlar o barco roubado pelo o grupo, o jogador rola 1d20+atributo relevante definido pelo mestre+4 (BG "Membro dos Corsários Negros"). Passado o susto, os aventureiros aportam num cais qualquer. Procurando por tripulação para seu novo navio, o jogador rola 1d20+atributo relevante definido pelo mestre+4 (BG "Membro dos Corsários Negros"). A movimentação, e os rumores que ela causa, chama atenção das autoridades locais. Confrontados por milicianos da cidade, o jogador tenta intimidá-los fazendo uso de seu passado como pirata. No entanto, o mestre julga que por estarem em maior número e por seres reconhecidos por capturarem vários membros do Corsários Negros, o bônus do BG do nosso meio-orc ladino não pode ser aplicado. Ele terá que encontrar outros meios para subverter a situação.


Confesso ter um problema particular com o termo "atleta", pela forte relação com esportes. Impossível não imaginar aquele bárbaro de 15 níveis que tem "atleta" maximizado como um jogador de futebol americano estereotipado do ensino médio, pegando todas minininhas da cidade e derrubando os livros do companheiro de grupo com "estudioso" maximizado, por pura diversão.

Não vejo problema. Eu, por exemplo, não tenho esse tipo de representação de atleta na minha mente. E se vc pensar pela raiz grega do termo - algo como "competidor em exercícios físicos", não tem tanta variação.

Citação de: Lelëco link=topic=1123.msg47660#msg47660 date=1360009142
Bom, como a ideia dos pontos de perícia comprando habilidades especiais teve pouca repercussão, mas nenhuma oposição também, vou expandir a ideia com alguns exemplos:
(click to show/hide)
A ideia é que sejam habilidades uteis para o grupo todo na resolução de problemas encontrados fora de combate, e que o personagem possa escolhê-los sem precisar atrelá-los a sua classe.

Gostei da proposta, mas não da forma, nem do conteúdo. Perícia/Perfil/Background como meio de acesso à habilidades, inclusive combativas, é uma boa solução para a esquizofrenia de DnD que separa as jogadas de d20 entre combativas e não combativas, embora utilizem o mesmo princípio de resolução.

Mas do jeito que foi apresentado está muito fechado e bem simulacionista. Algo que uma o treinamento por si só ou mesmo o simples bom-senso já resolveriam.

Re:Design: perícias como grupos
« Resposta #29 Online: Fevereiro 05, 2013, 08:23:28 am »
Citar
E se vc pensar pela raiz grega do termo - algo como "competidor em exercícios físicos", não tem tanta variação.
É justamente o "competidor" ali no meio que causa esse efeito negativo em mim :(
Mas eu pelo menos não consigo pensar em palavra melhor, então o jeito é se acostumar.

Citar
Mas do jeito que foi apresentado está muito fechado e bem simulacionista. Algo que uma o treinamento por si só ou mesmo o simples bom-senso já resolveriam.
Então foi problema dos exemplos mesmo. A ideia é justamente dar habilidades diferentes, que alguém não conseguiria apenas com treinamento (ou que exigiria uma rolagem alta demais para tornar viável). Mas é muito difícil pensar em exemplos interessantes para Atletismo.