Autor Tópico: Literatura  (Lida 12949 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Re:Literatura
« Resposta #15 Online: Novembro 26, 2012, 03:12:33 am »
Citar
Agora vou pegar pra ler O Arco-íris da Gravidade, do Thomas Pynchon.

Ele é considerado um dos precursores da literatura cyberpunk, aliás.

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #16 Online: Novembro 26, 2012, 07:15:58 am »
Do Androids Dream of Electric Sheep? [aka. Blade Runner (Philip K. Dick)].

Eu curti o livro. Ele só é meio paradão até nas cenas de ação, mas tem uma ambientação muito interessante (fora o conceito de "kipple", que eu nunca esqueci e que me lembra minha própria casa hoje).

O Vonnegut também tem alguns ótimos de ficção científica, pelo que li por aí. Alguém sabe indicar algum?

Bom, eu só li um livro dele, que é o "player piano" (acho que traduziram como "a pianola"). Honestamente, eu acho que é a distopia mais crível que eu já li, sem exageros ou forçações de trama (como "1984" e "Admirável mundo novo" têm, aos montes). Como diz o autor, ele "alegremente plagiou a trama de 'admirável mundo novo', que por sua vez alegremente plagiou a trama de 'nós'", e realmente parece que ele deu uma boa melhorada no livro do Huxley (que é meio overrated).
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #17 Online: Novembro 26, 2012, 07:51:34 am »
Cornwell: é um caso muito a parte praticamente todos os livros que peguei dele eu adorei. São romances históricos. Vc tem um tratando sobre o período  da guerra dos 100 anos [ A trilogia do Santo graal] outra sobre Arthur e outra sobre ospassos inicias da formação da Inglaterra [Cronicas saxônicas]. O grupo mais famoso dele são as Crônicas de Charper [ guerras Napoleônicas]

Inclua Stonehenge, do Cornwell.
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Bodine

  • Loffon/Ace/Beefheart
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #18 Online: Novembro 26, 2012, 09:07:47 am »
Citação de: Lanzi
Matadouro 5 costuma ser o mais recomendado. [...] Agora vou pegar pra ler O Arco-íris da Gravidade, do Thomas Pynchon.

E não sem razão! Muito bom livro, esse. É o único que li dele.

Do Arco-Íris eu nem tenho o que falar. Gostaria de ler pela primeira vez de novo. Fratura no crânio!

Das outras recomendações: Borges é mesmo supremo; o Cidades Invisíveis do Calvino eu achei muito chato (pessoalmente, não digo que o livro seja ruim); Baudolino é um que ainda vou ler, ou não me chamo Bodine.

Citação de: Madrüga
Bom, eu só li um livro dele, que é o "player piano" (acho que traduziram como "a pianola"). Honestamente, eu acho que é a distopia mais crível que eu já li, sem exageros ou forçações de trama (como "1984" e "Admirável mundo novo" têm, aos montes). Como diz o autor, ele "alegremente plagiou a trama de 'admirável mundo novo', que por sua vez alegremente plagiou a trama de 'nós'", e realmente parece que ele deu uma boa melhorada no livro do Huxley (que é meio overrated).

Confio nessa opinião. Vou incluir na lista.


Offline Lumine Miyavi

  • "I am- you can call me... Red mage."
    • Ver perfil
    • Phieluminando
Re:Literatura
« Resposta #19 Online: Novembro 26, 2012, 10:44:03 am »
Acho que o problema com distopias é que nego lê e se acha iluminado porque "viu a verdade" ou então começa a traçar paralelos (ridículos) com tudo.

...pior mesmo são os leitores de Campbell, minha faculdade está cheia de Analistas do Mito do Herói©.

Blog do Lumine, PhieLuminando!
Avatar Atual: Red Mage, (Romancing Saga: Minstrel Song, ps2)

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #20 Online: Novembro 26, 2012, 12:24:18 pm »
Acho que o problema com distopias é que nego lê e se acha iluminado porque "viu a verdade" ou então começa a traçar paralelos (ridículos) com tudo.

Foda mesmo. Aí começam a dar valor para o livro só se ele "previu" alguma coisa, quando a análise da obra não deveria ter nada a ver com isso.

...pior mesmo são os leitores de Campbell, minha faculdade está cheia de Analistas do Mito do Herói©.

Não deixe o kinn ler isso.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Re:Literatura
« Resposta #21 Online: Novembro 26, 2012, 12:25:30 pm »
Mas a culpa é totalmente dos leitores, não do escritor...

E eu ainda quero ler Campbell.

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #22 Online: Novembro 26, 2012, 12:28:14 pm »
Mas a culpa é totalmente dos leitores, não do escritor...

Sim, mas isso acaba marcando qual livro fica consagrado e qual não, e é uma pena que muita coisa se perca só porque "admirável mundo novo" é hypado.
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)


Re:Literatura
« Resposta #23 Online: Novembro 26, 2012, 12:56:33 pm »
Alguém gostaria de me explicar o que é esse lance de 'mito do herói'? Já vi meu primo falando disso, mas ele não me explicou muito bem.



Vendo meus mangás
"O problema da internet é que nenhuma frase é creditada corretamente."
-Dom Pedro I

Offline Skar

  • Hail!!! O Tubarão
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #25 Online: Novembro 26, 2012, 02:46:01 pm »
Cornwell: é um caso muito a parte praticamente todos os livros que peguei dele eu adorei. São romances históricos. Vc tem um tratando sobre o período  da guerra dos 100 anos [ A trilogia do Santo graal] outra sobre Arthur e outra sobre ospassos inicias da formação da Inglaterra [Cronicas saxônicas]. O grupo mais famoso dele são as Crônicas de Charper [ guerras Napoleônicas]

Inclua Stonehenge, do Cornwell.

É que eu ainda não li essa série e já tinha me dito que la não lá muito boa. Fico com receio de indicar assim  :tsc:
The essentials for a productive discussion:
•    Tact: Be friendly, helpful, and cooperative.
••    Candor: Be frank and sincere.
•••    Intelligence: Think before you speak.
••••    Goodwill: Reasonable people can disagree.
•••••   Reception: Listen to what others are saying, not to what you think they're saying.

Online Assumar

  • Quid inde?
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #26 Online: Novembro 26, 2012, 09:34:13 pm »
Não precisa interpretar que eu estava dizendo para você incluir. Até porque a conversa tem mais gente, certo? Só estava acrescentando a minha opinião sobre uma obra do autor que você comentou.  :tsc:
A propósito, não é uma série, é um livro só. Eu gostei bastante. Fica a sugestão de leitura.
"Sonhos são o que temos." Jojen Reed

Offline Bodine

  • Loffon/Ace/Beefheart
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #27 Online: Novembro 27, 2012, 12:14:43 am »
Alguém gostaria de me explicar o que é esse lance de 'mito do herói'? Já vi meu primo falando disso, mas ele não me explicou muito bem.

É uma estrutura mítica 'descoberta' por Campbell em seu trabalho de mitologia comparada. É uma estrutura narrativa básica tipo: o herói recebe um chamado, depois alguém o alerta sobre os perigos da empreitada, então ele sai na aventura, enfrenta inimigos, descobre e aprende coisas incríveis, e retorna ao mundo normal com novos conhecimentos etc. [não decorei a porra toda, mas deve ser mais ou menos isso]

Tá detalhada no livro O Herói de Mil Faces.

Re:Literatura
« Resposta #28 Online: Novembro 27, 2012, 12:22:58 am »
Só é preciso lembrar que um dos problemas do Mito do Herói é que ele é levemente ultra-enviesado desde o começo - a fonte maior dele é James Frazer, que por sua vez se baseou no que restou dos escritos de diversos autores gregos e romanos sobre múltiplas tradições religiosas. Só que quase todos esses autores antigos faziam uso pesado da interpretatio (autores romanos, em especial, identificavam todos outros deuses como aspectos de seus deuses), o que faz com que eles enfatizem similaridades entre diversas religiões com suas próprias.
« Última modificação: Novembro 27, 2012, 02:12:15 pm por YHVH Tzevaot »

Offline Madrüga

  • Coordenação
    • Ver perfil
Re:Literatura
« Resposta #29 Online: Novembro 27, 2012, 01:12:24 am »
Outro problema é que (e não estou falando do kinn) seus defensores invariavelmente não falam de outra coisa. Essa ideia do mito do herói é acomodadora, simplista demais e acaba gerando uma preguiça de pensar que chega a doer, visto o George Lucas simplesmente seguindo a receita para criar um produto medíocre que os fãs não pensam duas vezes antes de babar e dizer "MAS TEM ESTRUTURA MITOLÓGICA1!!11!".
"If there are ten thousand medieval peasants who create vampires by believing them real, there may be one -- probably a child -- who will imagine the stake necessary to kill it. But a stake is only stupid wood; the mind is the mallet which drives it home."
-- Stephen King, It (p. 916)