Autor Tópico: Através do Éter-O Voo do Robalo  (Lida 1330 vezes)

0 Membros e 1 Visitante esto vendo este tpico.

Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Através do Éter-O Voo do Robalo
« Online: Novembro 30, 2015, 08:37:00 pm »
Citar
Onde viajantes desesperados visitam um bar, um casino é invadido e um golpe é aplicado em um pirata.

Citar
     -Este é o seu navio? – Disse o homem vestido com um casaco marrom. – Se minha memória não me falha, você disse que era capitão de seu próprio navio etéreo, não de uma pilha de entulho.
     -Não seja dramático. – Disse o homem vestido de verde. - Um mecânico competente pode fazer o Robalo voar de novo em uma semana. – Ele parou um momento para admirar um buraco de canhão no casco da embarcação. – Bem, Talvez duas.

E lá vamos nós.

Esta á a primeira história que fiz para o novo* Através do Éter,o começo do arco O Voo do Robalo.

Se vocês se interessam por um comentário sobre o que me levou a recomeçar o projeto do zero e mudanças sobre ele, eu escrevi um texto que vocês podem encontrar na caixa abaixo:
[spoiler]
Olá, meu nome é Felipe Soares da Silva, e há vários anos atrás eu comecei a escrever uma história chamada Através do Éter.

Isto começou como uma pequena série de contos para um projeto transmidia, que foram amarrados para se tornar o começo de um grande romance de cinco atos. E agora estou apertando o botão de reiniciar, estou pegando todas as peças do jogo e movendo para um tabuleiro diferente.

Por que estou fazendo isto?  Talvez eu tenha sido sequestrado e substituído por executivos de Hollywood em um plano para fazer um reboot de todas as franquias existentes na franquia?

...Sim, mas isto não tem haver com este caso.

Como disse, comecei este projeto há anos, completando um único ato no primeiro ano, mas nos anos seguintes escrever se tornou uma tarefa lenta e incômoda. Nos anos seguintes eu mal consegui terminar dois capítulos.

Nos últimos anos eu fiz alguns avanços, mas todos eles envolviam fazer prefácios e desviar a história completamente de direção, e quando chegou a hora de voltar á trama principal voltava a escrever como uma lesma agonizando em um caminho de sal.

Isso me levou a perceber o que havia de errado: Eu não era mais a mesma pessoa que começou este projeto, e esta não era mais minha história. 


Eu tinha dezessete anos quando comecei AdÉ, e desde então eu me tornei um escritor melhor, uma pessoa maior. Meus valores pessoais mudaram, minha percepção do mundo cresceu, o que eu considerava como importante para uma boa história mudou, eu descobri sofrer de depressão e comecei a trata-la, e tantas outras mudanças desde então.

A princípio eu quis jogar tudo ao vazio e começar projetos totalmente novos, ignorando tudo o que já foi feito no Círculo Delta, mas ainda tinha afeição demais por todo aquele universo e maior parte de seus personagens. Me inspirando nos meus mestres da floresta sagrada, arranquei todas as peças que gostava da história original e passei a usá-las para criar algo novo, algo mais adequado á minhas experiências atuais, uma narrativa mais maleável á que eu posso modificar quando quiser sem ter que queimar tudo e começar de novo.

A primeira grande mudança é o formato, ao invés de tentar outra grande aventura épica eu quero histórias pequenas e locais. Ao invés de uma grande viagem pela galáxia em uma história de cinco atos (uma viagem tão veloz quanto aquela lesma após passar pelo sal), eu quero trabalhar com contos ligados em pequenos arcos e passados (inicialmente) em um pequeno Porto-Lunar.

A segunda maior mudança é o tema de Através do Éter. Talvez seja pretensioso dar um ”tema” ao meu trabalho, mas estas histórias, mesmo sendo aventuras simples, acabam representando um pouco de mim e o meu estado emocional durante a escrita (e talvez até meu relacionamento com a depressão). A primeira vez que comecei Através do Éter a história girava ao redor de arrependimento, enquanto esta nova história (pelo menos em seu primeiro arco) é mais otimista e gira ao redor de reconstrução, de pegar os destroços que sobraram de sua vida e fazer algo novo. 

Espero que aproveitem.
[/spoiler]

Para ler a história em si temos as seguintes opções:
-Link Para a Colmeia
Versão do Google Documents

Ou baixem o arquivo de Word no fim deste post.

*Títulos alternativos incluiam: Mais Através e Mais Etéreo, O Espetacular Através do Éter (com Andrew Garfield como capitão Jonas), Através do Éter: Runic Bugaloo, Através Reloaded, Super Éter World, Marvel's Através do Éter (disponível apenas na netflix), e "eu escrevi éter tantas vezes que a palavra se tornou uma série de sons alienígenas".
« ltima modificao: Agosto 16, 2016, 02:37:32 pm por Barão Nemo »

Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Re:Através do Éter-O Voo do Robalo
« Resposta #1 Online: Agosto 16, 2016, 03:58:17 pm »
Dança de Engrenagens

Citar
Onde um capitão explora os túneis da lua, piratas se vingam e todos são controlados pelo crime.

Citar
As paredes dos túneis e seus encanamentos eram repletos de runas, que se tornavam cada vez mais presentes à medida que se aproximavam da Câmara de Giroscópio.

Runas de Tempestade geravam eletricidade para as baterias e ar para a cidade acima; Runas de Sol traziam luz e calor; Runas de Nevasca protegiam as maquinas contra o superaquecimento e geravam água para as reservas; E por fim havia as Runas de Ferro, fortalecendo o metal contra a ferrugem e o desgaste dos outros símbolos.

Logo as passagens se tornaram como páginas de um livro, ocupadas por linhas e mais linhas de letras exóticas. Jonas teve de manter as mãos longe das paredes para evitar perder os dedos.

-----

Bem, é isso. A segunda parte do Voo do Robalo. Demoraram uns nove meses para terminar este capítulo, mas dessa vez eu não sinto nem um pouco de culpa.

Eu espero que estejam aproveitando a história, e sintam-se livres para postar qualquer comentário aqui ou na colméia.

-Felipe

Offline Barão Nemo

  • Our Wisdom Flows So Sweet
  • Taste And See
    • Ver perfil
    • Abelhas Trabalhando
Re:Através do Éter-O Voo do Robalo
« Resposta #2 Online: Outubro 17, 2016, 07:55:56 pm »
A Batalha de Sub-Glória

Citar
Onde três enfrentam dezenas, uma armadilha é preparada e um Ferreiro enfrenta uma granada.

Citar
O objeto vibrou intensamente, uma miniatura de tempestade trovejava e relampejava em seu interior, preparando para explodir e consumir seus arredores em eletricidade e vento. Os três não tinham para onde fugir ou como se protegerem.

Jericó pegou a granada em suas mãos, e a encarou.