Autor Tópico: Kingmaker ambientada em Eberron  (Lida 4033 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Kingmaker ambientada em Eberron
« Online: Novembro 01, 2018, 05:55:36 am »
Meus chapas... peço ajuda de vocês a decidir como ambientar Kingmaker em Eberron.

Inicialmente, tenho três opções óbvias:
- Eldeen Reaches, na região em volta da Riverwood;
- Q'Barra, partindo de Newthrone para conquistar a região mais a leste;
- Xen'drik.

Pra quem entende mais que eu do cenário (e sei que aqui tem um(ns) cara(s) que entende(m) muito), o que acham das três opções?

O que pensei inicialmente seria os personagens estarem tentando criar um novo lar para os sobreviventes de Cyre.

Inicialmente, o problema de Eldeen Reaches é: o estabelecimento de uma nação em tal lugar não seria nada fácil, e muito menos passaria despercebido pelos vários outros poderes de Khorvaire. Fora que seria bem possível que a nova nação começaria sua vida em estado de guerra com o resto de Eldeen Reaches e possivelmente Aundair. O pró é que acredito ser o local que mais se encaixa com a região original da aventura, especialmente a questão das fadas (e a dríade que tem um papel fundamental na história da aventura).

Acredito que Q'Barra seja uma boa opção, especialmente no contexto dos PJs estarem tentando fundar uma nova nação para os sobreviventes de Cyre. Mas é a região que menos conheço, e não é tão compatível com o cenário original (resolvido com poucas adaptações, creio eu). O legal é que é mais selvagem e perigoso que Eldeen Reaches. E por ser mais isolado e inóspito, acho que chamaria menos atenção dos poderes de Khorvaire na questão do surgimento de uma nova nação.

Por último, Xen'drik, que abre também a opção dos personagens ao invés de fundarem uma "Nova Cyre", estarem sob ordem d'Os Doze, já que poderia alegar que os Éditos de Korth não têm validade aqui. Porém, tem toda a questão das maldições que os dragões jogaram no lugar pra ferrar com os gigantes e com que olhos eles veriam o nascimento de uma nova civilização aqui, a traveler's curse (acho que esse é o pior problema, na real), o lugar ser completamente diferente do cenário original (NPCs bastante importantes teriam que mudar ou serem inteiramente substituídos), e também a questão de que Xen'drik é perigosíssimo, logo, se fosse fácil a ponto de personagens nível baixo conseguirem estabelecer uma comunidade aqui, porque ninguém estabeleceu antes?

Ideias? Sugestões? Throw at me.

(Isso não tem absolutamente nada a ver com o lançamento de Pathfinder: Kingmaker, e a decepção monstruosa que veio com ele... não mesmo... é sério...)
« Última modificação: Novembro 01, 2018, 05:58:02 am por Freakey »

Re:Kingmaker ambientada em Eberron
« Resposta #1 Online: Novembro 03, 2018, 12:58:19 am »
Xen´Drik é de longe a opção menos viável - aquilo é um clusterfuck de regiões infestadas de monstros e afetadas por mais efeitos mágicos anticivilizacionais do que um reunião de Druidas Ashbound.

Q´Barra é uma região altamente viável, assim como os Principados de Lhazaar (se quer colocar elementos náuticos) - Eldeen tem o problema de ser um território ocupado pela aliança druídica e claro, por uma nação que está extremamente disposta a reiniciar a Última Guerra.

Entretanto, um local a cogitar é a (efetivamente) fronteira quádrupla entre Eldeen, Droaam, Breland e Aundair, ao redor do Silver Lake. É uma região relativamente desocupada (Breland e Aundair nunca conseguiram colonizar efetivamente esses locais, não sem motivos eles foram tomados por "Caipiras&Monstros" na Última Guerra), incrivelmente diversa e que permite escolher o antagonista que deseja.
« Última modificação: Novembro 03, 2018, 01:00:49 am por Alexios I Komnenos »

Re:Kingmaker ambientada em Eberron
« Resposta #2 Online: Novembro 04, 2018, 01:09:34 pm »
Diga-se de passagem, similar a você eu estou mestrando algo vagamente inspirado em Storm King´s Thunder e utilizando a última região do Lago Argênteo como base - não só é o local onde você tem um influxo de Gigantes vindo de Xen´Drik sob a hoste de Gorodan Ashlord por perto, como tem a desculpa para colocar praticamente qualquer criminoso de guerra ou figura escusa de Khorvaire em Droaam, dado que ela não é reconhecida pelas Cinco Nações e as Bruxas/Senhores da Guerra não veem nenhum motivo para atuar contra tais figuras (e nem a favor, obviamente).  :)


Re:Kingmaker ambientada em Eberron
« Resposta #3 Online: Novembro 04, 2018, 08:13:22 pm »
Diga-se de passagem, similar a você eu estou mestrando algo vagamente inspirado em Storm King´s Thunder e utilizando a última região do Lago Argênteo como base - não só é o local onde você tem um influxo de Gigantes vindo de Xen´Drik sob a hoste de Gorodan Ashlord por perto, como tem a desculpa para colocar praticamente qualquer criminoso de guerra ou figura escusa de Khorvaire em Droaam, dado que ela não é reconhecida pelas Cinco Nações e as Bruxas/Senhores da Guerra não veem nenhum motivo para atuar contra tais figuras (e nem a favor, obviamente).  :)

Aprecio as respostas.

Eu gostei bastante da sugestão, e quais dicas você me daria pra adaptar a aventura pra essa região? Por exemplo: acha que a ideia de "New Cyre" é boa? Nesse caso, quem enviaria/financiaria a missão? Que tipo de adaptações faria em relação ao Stag Lord e a Dríade pra deixar com mais cara de Eberron? Outro exemplo: onde exatamente você situaria Oleg, e porque? Ou usaria um dos assentamentos existentes no mapa? Pensei em usar Shavalant ou Orcbone (mais propenso para o segundo, embora seja especificamente um assentamento Brelani).
« Última modificação: Novembro 04, 2018, 08:17:16 pm por Freakey »

Re:Kingmaker ambientada em Eberron
« Resposta #4 Online: Novembro 05, 2018, 11:16:44 am »
Citar
Por exemplo: acha que a ideia de "New Cyre" é boa? Nesse caso, quem enviaria/financiaria a missão?

É uma possibilidade, caso queira colocar um número razoável de imigrantes de Cyre (digamos, que habitavam Aundair ou mesmo Breland) sendo expulsos e precisando encontrar um novo lar fora das Cinco Nações. E o financiador natural seria o Príncipe Oargev ir´Wynarn, mas pode-se argumentar que algumas famílias nobres que tinham laços de sangue com Cyre possam fazer o mesmo. Ou se quer algo mais sinistro, um agente do Aurum interessado em gerar um pouco mais de instabilidade política.

Citar
Que tipo de adaptações faria em relação ao Stag Lord e a Dríade pra deixar com mais cara de Eberron?

O Stag Lord pode tanto ser um filho de um Druida Ashbound misantrópico, caso queira manter um background próximo do original, mas eu colocaria ele como um rastreador/batedor Brelandês/Aundariano que exposto á brutalidade da Última Guerra, abandonou o confronto e foi se estabelecer em um local não exposto aos horrores dela ou mesmo se tornou parte dos Rangers de Eldeen e agora está criando uma pequena "terra prometida" na fronteira entre Breland e Droaam. Quanto a Dríade, eu não vejo muito o que alterar nela, é um espírito feérico e eles não mudam muito em Eberron.

Citar
Outro exemplo: onde exatamente você situaria Oleg, e porque? Ou usaria um dos assentamentos existentes no mapa? Pensei em usar Shavalant ou Orcbone (mais propenso para o segundo, embora seja especificamente um assentamento Brelani).

Como Oleg é bastante pequena, não vejo motivos para não colocá-la em Khorvaire como ela é. Apenas adicione detalhes como ser protegida por uma pequeno grupo de mercenários sob mando da Casa Tharashk, que utiliza ela como um ponto estratégico em uma rota de comércio de dragonshards vindos das Shadow Marches passando por Droaam, e ter uma pequena estalagem autorizada pela Casa Ghallanda e você já "eberroniza" o suficiente o local.