Autor Tópico: MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia  (Lida 1811 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Online: Março 24, 2012, 12:18:55 pm »
Mikael não parece ser diferente de um humano - um humano Gundarak particularmente alto (1,74m), robusto (76kg), cabelos castanho-escuros na altura dos ombros, barba escondendo a boca com dentes proeminentes demais, braços, pernas, costas e torso peludos.

Mikael foi educado na religião Hala, mas não é muito praticante. Ele fala nativamente o idioma dos Gundarak (Luktar), é fluente no idioma oficial de Baróvia e Invídia (Balok), e razoável em Vaasi, com sotaque (idioma comum em Baróvia e falado pela mulher de vermelho) [EDIT: escolhido o 3º idioma]

Há 30 anos atrás, seus pais (Istvan e Mariska) recém-casados viviam em uma vila menor de Gundarak, junto com a mãe de Istvan (Ingrid, uma sacerdotisa-bruxa de Hala). Istvan era caçador e lenhador, e em uma noite de lua cheia foi atacado e quase morto por um lobo.
Ele teve febre, mas sua velha mãe era uma habilidosa curandeira e ele sobreviveu, apenas para perceber semanas depois que suas mãos estavam cada vez mais parecendo garras, seu rosto estava mais alongado, seus modos mais agressivos e impulsivos. Na lua cheia seguinte, entendo no que havia se tornado, ele fugiu para nunca mais voltar. Não sabia que Mariska tinha engravidado durante esse período.

Oito meses depois, nasceu um bêbe robusto e saudável, mas... diferente. Ingrid, que foi sua parteira, escondeu de todos a aparência peluda da criança, e usou seus conhecimentos para criar uma receita baseada em acônico (wolfsbane) que ela discretamente misturava na alimentação da criança todo mês. Isso manteve a licantropia latente do pequeno Mikael sob controle.

Ingrid e Mariska contaram com a solidariedade do resto da aldeia, e a infância de Mikael não foi diferente das demais. Ele certamente era mais forte até que meninos mais velhos, e se irritava facilmente, mas não era cruel ou arrogante por causa disso.

Mariska se casou novamente (Mikael tinha 6 anos), com outro caçador/lenhador, Baltasar, que ensinou quase tudo que Mikael sabe hoje sobre caça, luta e sobrevivência, a talhar madeira e curtir o couro. Mariska e Baltasar tiveram um casal de gêmeos dois anos depois (Gustav e Sabina).

Mikael entrou na puberdade cedo - já tinha um começo de barba aos 11, e a receita da velha Ingrid já não era tão eficiente no rapaz. Seu humor variava com a lua, e ele notou que se sentia mais forte quando irritado ou ferido. Ao caçar, começou a sentir vontades e instintos que não conhecia, como querer comer crua a carne de sua presa, ou tentar 'disputar' com Baltasar o 'direito' à presa, quando na verdade ela seria partilhada com toda a família. O que acontecia com ele?

*Mais ou menos nessa época o antigo duque de Gundark foi assassinado, e o antigo domínio foi anexado por Baróvia e Invídia.*

Quando Mikael tinha 13, sua mãe Mariska e a pequena Sabina morreram de uma doença que Ingrid não conseguiu curar.
Três anos depois, Baltasar morreu em um dos vários movimentos de resistência Gundarak contra o jugo de Baróvia. Mikael já tinha porte de homem adulto aos 16, e junto com a velha Ingrid se tornara toda a família de seu meio-irmão caçula (Gustav, 8 anos nessa época).

Para manter sua sanidade, nessa altura Mikael tenta separar mentalmente seu "eu" humano de seu lado selvagem, "A Fera". Mikael é trabalhador, responsável, e tenta ser confiável, estável e disciplinado. A Fera é violenta, sádica, impulsiva, antissocial, primitiva e inumana. Se ele deixasse A Fera o controlar, Mikael já teria se livrado da "velha idiota" e do "pequeno inútil", deixado para trás a "civilização que o oprime" e viveria o mais isolado possível nas florestas e montanhas.
Mikael se horroriza quando tem pensamento ou sonhos desse tipo, e prefere acreditar que isso não é uma parte "real" dele. Estava tudo em sua mente, tinha que estar. Os sonhos de correr pela floresta à noite eram somente isso, sonhos.

O resultado é um homem atormentado e temeroso, divido entre evitar contato humano para não ferir ninguém, e não querer se tornar isolado demais e acabar como um animal de verdade; e escondendo isso dos demais sob uma fachada de homem normal, dedicado à família, sem interesses amorosos.

Aos 21 anos, caçando com outros homens de sua aldeia, em um momento de descuido Mikael deixou que um alce encurralado investisse contra ele, o ferimento gravemente.  Louco de raiva e sangrando muito, Mikael reagiu decapitando o alce com um único golpe. Outro caçador o viu nesse estado, e pareceu horrorizado. Com o quê? Mikael entendeu ao ver que suas mãos estavam peludas e com garras, a ferida em seu tórax cicatrizando sozinha, e ele podia sentir que seu rosto estava de alguma forma diferente e bestial, sua postura diferente. O homem o atacou o acusando de ser alguma espécie de monstro, e Mikael reagiu sem pensar, matando o companheiro de caça. O que ele faria agora?
Pensando rápido, ele usou sua força aumentada para enfiar a cabeça do alce na ferida do homem, de modo que tudo parecesse um acidente de caça. E então com toda sua força de vontade ele procurou se acalmar, e já tinha voltado à sua aparência normal quando os demais caçadores o encontraram.

Por mais dois anos Mikael evitou as caçadas, se concentrando na busca de lenha e na captura de pequenos animais em armadilhas. Por fim, envergonhado e temendo prejudicar sua família, ele partiu, assim como seu pai fizera anos antes.

Nos últimos seis anos ele tem ficado por poucos meses entre um lugarejo Gundarak e outro entre Baróvia e Invídia; é fácil se misturar sem ser tomado como forasteiro devido à união desse povo contra os opressores de outras etnias; um "irmão gundarakiano que teve que abandonar sua vila por causa dos barovianos/invidianos" acaba sendo aceito razoalvelmente bem.

Baróvia e Invídia não permitem que os Gundarak portem armas, mas Mikael mantém seus machados por conta de sua profissão de lenhador.

****
NPCs:
* Ingrid, sacerdotisa ("bruxa") de Hala, avó de Mikael. Uma velha senhora de cabelos brancos, sábia e adepta dos mistérios do mundo. Os habitantes de sua vila a procuram por seus conselhos e suas habilidades de curandeira e parteira; pouquíssimos fora de sua família sabem de sua magia real, magia da terra e da vida. Por causa dela Mikael sabe que magia é mais como uma ferramenta poderosa, se vai ser útil ou perigosa depende apenas de quem a está usando. Ele não desconfia da magia em si, mas de quem a usa.
* Gustav, meio-irmão de Mikael, agora com 21 anos. Desde que o deixou, Mikael sabe apenas que ele tem participado da revolta Guntarak, como seu pai antes dele. Estaria ele revoltado por Mikael tê-lo abandonado, ou preocupado com seu sumiço?

* A Mulher de Vermelho. Mikael ocasionalmente encontra essa misteriosa mulher, que por algum motivo sempre busca fazer com que ceda aos seus instintos ferais, seja enfurecendo ele, seja tentando ele. Em quase todas as vezes em que ele teve que se mudar, foi por causa dela. Quantas vezes mais ele poderá deixar tudo para trás sem ceder, e sem atrair atenções indesejadas?

Um exemplo, certa vez ela capturou uma criança humana, e tentou convencer Mikael a matar a menina; ele resistiu por ver na criança a pequena Sabina.

Ela seria um demônio ou uma agente das Brumas, tentando seduzir Mikael? Uma manifestação do lado selvagem dele próprio, uma alucinação criada pela Fera?
Na verdade trata-se de uma 'loba metamorfa' (wolfwere), nativa de Kartrass; foi ela quem originalmente atacou e infectou Istvan com licantropia por algum motivo relacionado a ele ser filho de Ingrid. Da mesma forma ela deseja usar Mikael para algum propósito que só uma mente inumana poderia conceber. Ela só começou a interferir diretamente agora que ele está longe da "bruxa velha intrometida".
« Última modificação: Março 26, 2012, 08:01:03 am por Khalim »

Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #1 Online: Março 24, 2012, 01:03:09 pm »
A Ficha
Citar
====== Created Using Wizards of the Coast D&D Character Builder ======
Mikael, level 2
Longtooth Shifter, Ranger
Build: Two-Blade Ranger
Fighting Style: Two-Blade Fighting Style
Ranger: Running Attack

FINAL ABILITY SCORES
Str 18, Con 13, Dex 14, Int 10, Wis 15, Cha 10.

STARTING ABILITY SCORES
Str 16, Con 13, Dex 14, Int 10, Wis 13, Cha 10.


AC: 16 Fort: 16 Reflex: 14 Will: 13
HP: 35 Surges: 7 Surge Value: 8

TRAINED SKILLS
Nature +8, Athletics +11, Stealth +7, Perception +8, Endurance +8, Intimidate +6

UNTRAINED SKILLS
Acrobatics +2, Arcana +1, Bluff +1, Diplomacy +1, Dungeoneering +3, Heal +3, History +1, Insight +3, Religion +1, Streetwise +1, Thievery +2

FEATS
Level 1: Berserker's Fury
Level 2: Wild Senses

POWERS
Ranger at-will 1: Marauder's Rush
Ranger at-will 1: Twin Strike
Ranger encounter 1: Fox's Cunning
Ranger daily 1: Jaws of the Wolf
Ranger utility 2: Nature Sense

ITEMS
Hide Armor, Battleaxe (2), Adventurer's Kit


OBS: sim, são todas imagens de cards de Innistrad e Dark Ascension. Sim, eu adorei o bloco, e o cenário é similar o bastante. Só estou aproveitando a aparência, não as habilidades dessas criaturas. A velha não é lobisomem, pra começar.

Mikael
[hs width=300]http://media.wizards.com/images/magic/daily/ld/ld177_Huntmaster_of_the_Fells.jpg[/hs]

Vovó Ingrid
[hs width=300]http://4.bp.blogspot.com/-mGsK-kRyaIM/TxS2qREUQoI/AAAAAAAAAaw/zVvHDx0ietA/s1600/Lambholt%2BElder%2Bb.jpg[/hs]

Aquela que eu chamo de Mulher de Vermelho. Note que ela não está vestindo nada além da capa.
[hs width=300]http://www.sheppard-arts.com/blog/img/posts/mtg-scorned-villager.jpg[/hs]

(essas três criaturas de Magic são lobisomens, fazendo referência a Chapeuzinho Vermelho, a Vovó e o Caçador)

Gustav, entre outros revoltosos (ele é o segundo da esquerda pra direita, não o líder)
[hs width=300]http://fc05.deviantart.net/fs70/f/2011/245/e/1/mtg__mentor_of_the_meek_by_algenpfleger-d48luru.jpg[/hs]

Istvan (assumindo que ainda está vivo; notem a semelhança familiar :P)
[hs width=300]http://3.bp.blogspot.com/-xpbBVewBre8/TzQK-kLa8uI/AAAAAAAAAZE/kHCLdDERa6k/s1600/139796_HinterlandHermit_sm.jpg[/hs]
« Última modificação: Maio 11, 2012, 11:45:54 pm por Khalim »

Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #2 Online: Março 28, 2012, 09:56:31 pm »
Estilo de Luta das Duas Lâminas: pode usar armas de uma mão como se fossem de mão inábil; Vitalidade (+5 pvs) como talento adicional.
Running Attack: Quando usar uma ação padrão que permita movimento (ex: investida), tem +1 na jogada de ataque caso de mova 2 quadrados ou mais.
*Estratégia: No momento esse bônus só está disponível para investida/marauder's rush. Talvez obtenha outras ações similares com os níveis.
Talento, Berserker's Fury (multiclasse bárbaro): treinamento em perícia (intimidar). Uma vez por dia, como ação livre, recebe +2 nas jogadas de dano até o final do encontro.
*Estratégia: Mikael usa essa fúria menor caso a luta pareça muito desigual; normalmente em conjunção com seu poder racial, ou logo antes de um ponto de ação ou de seu poder diário. Isso representa seu estado de fúria bestial.
*Fluff: Mikael sempre pensa em algo que o enfureça (quase sempre algo relacionado à Mulher de Vermelho) quando quer se fortalecer dessa forma.
Presa do Caçador: ação mínima, escolhe o inimigo mais próximo como sua Presa. Ele continuará sendo a Presa até outro alvo ser escolhido. Uma vez por rodada (não turno), ao atingir a presa com um ataque, ele causa +1d6 de dano.
*Estratégia: nada muito complicado; se ele vai atacar alguém, esse alguém será sua presa, a menos que ele realmente não tenha ação mínima disponível.

Nível 2:
*Fluff: Mikael tem aprendido a confiar mais em seus sentidos aguçados para identificar ameaças; o encontro com os homens-rato foi uma dura lição para ele sobre isso. Por isso ele aprendeu:
Talento, Sentidos Selvagens: ao testar Percepção para seguir rastros, Mikael rola duas vezes e pode usar qualquer resultado. Ele também recebe +3 de bônus na iniciativa.
Poder Utilitário N2 da perícia natureza, Sentidos Naturais, diário; ação livre. Gatilho: Mikael faria um teste de Iniciativa enquanto em um ambiente natural. Efeito: ele realiza um teste de Natureza [+8] no lugar da Iniciativa. Além disso, Mikael e seus aliados ganham +4 de bônus sem tipo em todas as defesas até o final da primeira rodada do encontro.

Ataque Básico corpo-a-corpo: machado, +7 vs CA, 1d10+4 de dano
Ataque Básico à distância: machadinha arremessada, alcance 5/10, +7 vs CA, 1d6+4 de dano

Proeza Sem Limite, Golpes Gêmeos: dois ataques contra o mesmo alvo, ou um ataque em cada um de dois alvos; corpo a corpo ou à distância.
-Com dois machados: +7 vs CA, 1d10 de dano, duas vezes
-Com duas machadinhas: +5 vs CA, 1d6 de dano, duas vezes [infelizmente o poder sempre usa destreza à distância, mesmo com as machadinhas]
*Fluff: Tecnicamente, Mikael é canhoto, mas isso é mal-visto, então desde pequeno ele treina o braço direito. Na prática, ele é ambidestro, e com sua grande força ele consegue usar armas pesadas nas duas mãos com rapidez.
*Estratégia: O ataque mais usado por Mikael. A precisão sempre compensa a perda de dano, e aumenta as chances de aplicar o bônus da Presa. Ele sempre usa os dois ataques contra o mesmo alvo, a menos que o primeiro golpe já elimine o inimigo (contra minions, por exemplo).

Proeza Sem Limite, Marauder's Rush: ataque corpo-a-corpo, adiciona o bônus de sabedoria no dano e pode ser usado em investida. +7 vs CA, 1d10+6 de dano.
*Fluff: focando em um alvo, Mikael deixa seu instinto animal agir, levando-o a realizar uma carga poderosa. Ele tende a usar a arma na mão esquerda neste ataque, se possível.
*Estratégia: usado sempre que Mikael realizar uma investida. Com Running Attack e o bônus normal da investida, o ataque sobe para +8 vs CA.

Poder de Encontro Racial, Mutação do Dente-Alongado: Ação mínima, pessoal; Mikael precisa estar sangrando. Até o final do encontro, ele terá +2 de bônus nas jogadas de dano, e enquanto ainda estiver sangrando, terá Regeneração 2.
*Fluff: é nessa hora que seu lado animal se torna visível. Ferido e irritado, seu sangue metamorfo o faz sofrer uma mudança menor. Nesse estado ele tem a aparência 'normal' de um Shifter/Feral: dentes pontiagudos, orelhas lupinas, focinho, olhos amarelados, fica mais peludo e mais musculoso. Ele ataca com brutalidade e crueldade, e seus ferimentos se fecham sozinhos.
(click to show/hide)
*Estratégia: se Mikael chegar a ficar sangrando, a menos que o combate já esteja ganho, ele irá ativar esse poder.

Poder de Encontro N1, Astúcia da Raposa: Uma reação imediata. Gatilho: um inimigo realiza um ataque corpo-a-corpo contra Mikael [não importa se acertou ou errou]. Efeito: Mikael pode ajustar 1 quadrado, e então realiza um ataque básico (seja corpo ou distância) com +2 [Sabedoria] na jogada de ataque, contra o inimigo que o atacou.
*Fluff: Outro ataque instintivo, Mikael se aproveita de uma sutil abertura na defesa do inimigo durante um ataque (certeiro ou não) para reajustar sua posição e contra-atacar.
*Estratégia: Mikael usará essa reação na primeira chance que tiver contra sua Presa.

Poder Diário N1, Mandíbula do Lobo: ataque corpo-a-corpo, dois ataques contra um único alvo; cada ataque será +7 vs CA, 2d10+4 de dano
*Fluff: Mikael aprendeu a unir suas duas naturezas, combinando as técnicas de combate ambidextro que ele se forçou a aprender, mais sua força e instinto feral. Mesmo que ele não esteja usando sua Mutação, talvez seu oponente possa ver um brilho vermelhos nos olhos de Mikael... normalmente a última coisa que ele jamais verá.
*Estratégia: seu ataque mais brutal, Mikael só utiliza caso considere necessário. Por exemplo, contra o clérigo da primeira luta, Mikael só faria isso se dois ou três ataques normais não tivessem bastado. Contra digamos um dragão (caso mais extremo que consegui pensar), ele provalmente faria o que chamam de nova: berserker's fury, presa, investida+marauder's rush, ponto de ação, mandíbulas do lobo.

===

Tesouro:
Me sobraram 4gp dos 100 para comprar o equipamento inicial.
Ganhei 76 da aliança, mais 42 no primeiro combate.
Gastei 100 em duas poções, 2 em , e mais 2 pela primeira noite na estalagem.
Falta dividir o 'resgate' das insígnias; mas Mikael não está terrivelmente preocupado com isso.
*17/04: as duas poções foram usadas; paguei 4 à estalagem; e fugindo dos homem-rato, perdi o equivalente a 28gp. Vou considerar que foi quase todo o ouro (13gp), as duas machadinhas (5gp cada), e uma das armadilhas (mais 5gp).

Dinheiro: 1gp
Itens Consumíveis: duas poções de cura, duas uma armadilha de caça
Outros itens: gibão, dois machados de batalha, duas machadinhas, kit aventureiro (mochila, cantil, corda, etc, etc, etc), sino e apito de caça

« Última modificação: Maio 11, 2012, 11:44:52 pm por Khalim »

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #3 Online: Março 29, 2012, 08:41:35 am »
Pode postar comentários aqui?

O personagem tá muito bem combado pra representar seus conceitos. Gostei muito dessa parada de quase lobisomem.

Só uma ideia... bota cores nos nomes dos poderes, naquela escala de verde, vermelho e azul-escuro, dá pra visualizar melhor a frequência de usos deles!
« Última modificação: Março 30, 2012, 06:59:45 pm por As Sete Faces do Dr. Publicano »
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE

Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #4 Online: Março 29, 2012, 11:44:16 pm »
Sinta-se à vontade, Publicano.

Terminei de colorir como você sugeriu, e também descrevi mais cada habilidade; e estou deixando registro da quantidade de ouro acumulada até agora (o resumo do CharBuilder não mostra quanto tinha me sobrado).

Fora isso, mudei um pouco o segundo post, nada de mais.

Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #5 Online: Maio 11, 2012, 11:46:24 pm »
Level Up!

Nova ficha na segunda postagem, poderes e ações atualizados na terceira.

Offline Malena Mordekai

  • Malena Mordekai Transphinx
  • everytime i close my eyes wake up feeling so h
    • Ver perfil
Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #6 Online: Maio 12, 2012, 11:30:55 am »
Level Up!

Nova ficha na segunda postagem, poderes e ações atualizados na terceira.

Cê atualizou os bônus de ataque nos ataques que já possuía? Eu mesmo passei de +8 pra +9, você não deve ser apenas +7 (vc usa duas espadas, certo?)
DEVORAR PARA DECIFRAR
DEVOUR TO DECIPHER

https://www.furaffinity.net/user/transphinx/

interesses rpgísticos atuais: FATE, DnD 5e, GUMSHOE System, DnD 4e, Storytelling System (CoD), Powered by the Apocalypse, UNSAFE

Re:MIKAEL, feral patrulheiro de Gundarak/Barovia
« Resposta #7 Online: Maio 12, 2012, 02:04:28 pm »
Level Up!

Nova ficha na segunda postagem, poderes e ações atualizados na terceira.

Cê atualizou os bônus de ataque nos ataques que já possuía? Eu mesmo passei de +8 pra +9, você não deve ser apenas +7 (vc usa duas espadas, certo?)

Atualizei, sim, de +6 pra +7. Eu uso machados, e não tenho expertise. Atacar duas vezes compensa a diferença.

E afinal de contas, o combate é na porcentagem do Cebola, não vejo necessidade de me preocupar com cada +1, e sim ter um bom plano geral pro combate.